Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Colocação do preservativo

 

 

 

Tenho 22 anos e uma vida sexual activa com algumas mulheres diferentes. Sou estudante universitário e, por enquanto, ainda não me apaixonei ao ponto de querer ficar com uma só. O meu problema é que tenho dificuldades em colocar o preservativo (atrapalho-me e perco a erecção) e começo a ter medo de apanhar alguma coisa com alguma delas. O que posso fazer?

Mário

 

Caro Mário,

É normal atrapalhar-se com a colocação do preservativo na relação sexual. Se não estiver habituado e à vontade com a parceira ou parceiro, pode ser difícil até mesmo tirá-lo da carteira. Como tem várias parcerias sexuais seria realmente conveniente, para a sua própria saúde e a delas, protegerem-se das infecções sexualmente transmissíveis e de gravidezes indesejadas.

Experimente sozinho colocar o preservativo e masturbar-se com ele – assim ganhará confiança em si e irá habituar-se melhor à sensibilidade diferente do preservativo.

Leia sobre a correcta colocação deste método, pois há vários passos a ter em conta:

1) Verifique antes do encontro o estado da embalagem, a data de validade e se tem certificado de qualidade de Comunidade Europeia, que garante que está em boas condições;

 

2) Quando tiver uma erecção satisfatória e antes de qualquer contacto genital, abra a embalagem exterior do preservativo, sem utilizar os dentes, tesouras, unhas ou algo afiado (pode empurrar o preservativo para um dos lados da embalagem);

 

3) Com três dedos (polegar, indicador e médio) agarre a ponta/recipiente do preservativo, para haver espaço para onde o esperma sair.

 

4) Logo depois de ejacular, retire o preservativo a partir da base do seu pénis, para que não permita que saia algum sémen para a zona genital vaginal, dê um nó, embrulhe em papel e deite num caixote do lixo.

Se seguir estas regras e apenas utilizar lubrificante adicional à base de água e nunca à base de óleo, a eficácia na protecção dos riscos sexuais é de 95%. Há alguns pormenores que pode pesquisar para que se sinta melhor, como adicionar lubrificante dentro do preservativo.

Pratique sozinho e arrisque com alguma audácia, pense antecipadamente em frases para lhes pedir para o colocar – as suas parceiras irão achar graça e ficarão também mais seguras e desinibidas! Não se esqueça que existem em vários formatos, cores, sabores…Descubra qual é o melhor para si!

dicas sexuais

Seja curiosa e experimente coisas novas.

 

Use uma venda de olhos, namore, vista – se, dispa-se, não vista nada…pois aparecer nua com a sobremesa faz com que tudo se mova na direcção certa.

 

Dor na penetração

Tenho 27 anos e sinto dores durante a penetração. Não é aquela dor de queimadura de quando não estamos com lubrificação suficiente. Sinto a dor com a penetração mais profunda, parece que o pénis bate na parede interna e é aí que eu sinto a dor. O que pode ser isto?
Rita
Cara Rita,
A dor que sente parece ser o pénis a tocar no colo do útero, o que incomoda algumas mulheres, enquanto não incomoda outras e pode até dar prazer. Experimente posições sexuais em que penetração não seja tão profunda como a que lhe dá essa dor, veja em livros como o Kamasutra ou em sites da internet de sugestões de posições (por exemplo: http://mulher.sapo.pt/articles/sexualidade/sexo_sem_tabus/)
Se a dor não melhorar com o lubrificante e estes conselhos não deixe de tentar esclarecer com um médico numa consulta presencial ou de planeamento familiar.

dicas sexuais

Muitos jovens acreditam que quando se tem relações sexuais pela primeira vez ou se a rapariga estiver por cima ela não pode engravidar. Isso é mentira, por isso nunca tenha relações sexuais sem utilizar um método contraceptivo.

 

 

“O meu namorado é bastante ciumento!”

 

 

 

 

 

 

“Namoro há 2 anos e apesar de nunca ter dado motivos ao meu namorado para desconfiar de mim, ele é bastante ciumento.”

Michelle, Porto

Cara leitora,

Se realmente nunca deu motivos ao seu namorado para desconfiar de si tenha uma conversa séria com ele e diga-lhe que não gosta do seu comportamento. Explique-lhe que ele tem de tentar ser mais controlado de forma a que o ciúme não estrague a vossa relação pois ciúme a mais pode acabar por afastar a pessoa amada. Lembre o seu namorado de que um pouco de ciúme pode até ser bom para a relação mas há que agir com peso e medida pois ninguém gosta de ter um parceiro que desconfia constantemente de todos os seus comportamentos.

“Os nervos aumentam as dores?”

“Tenho 21 anos e iniciei a minha vida sexual recentemente. Sempre sonhei com este momento e imaginei que ia ser mágico e inesquecível. No entanto, está a ser muito doloroso, porque só sinto dores! Mesmo quando eu e o meu namorado tentamos aumentar os preliminares não sinto qualquer tipo de prazer, tudo é uma impressão incomodativa e desconfortável. Será que estou a confundir o que sinto, não estarei descontraída o suficiente para me abstrair de tudo à minha volta? A minha médica, amigas e a própria mãe dizem-me que só preciso de me acalmar e que isto é mais nervos que outra coisa. Como ultrapassar este problema?”
Rita, Cascais
Cara leitora,
Parece que o seu problema se relaciona realmente com os nervos que sente durante o acto sexual, que fazem com que não consiga sentir prazer. Embora já tenha consultado uma médica aconselho que o faça novamente se as dores continuarem, pois pode dar-se o caso de ter alguma infecção que pode causar desconforto durante a penetração. Se verificar que não é esse o caso, experimente utilizar um gel lubrificante durante o acto sexual, pois este faz com que sinta maior prazer durante a penetração. Tente também pedir ao seu namorado que a penetre aos poucos e de forma gentil, ou seja, sem colocar o pénis todo na vagina de uma vez e, à medida que ele for introduzindo o pénis, procure controlar a profundidade e velocidade da penetração, ao mesmo tempo que contrai e relaxa os músculos da vagina durante este exercício. Desta forma vai sentir maior controlo durante a penetração e vai acabar por descontrair e por sua vez sentir mais prazer. Aconselho também que explore o seu corpo através da masturbação, para que possa descobrir como gosta de ser tocada e o que lhe dá prazer, pois o primeiro passo para sentir prazer com um parceiro é ser capaz de o fazer sozinha. Boa Sorte!!!

Dicas sexuais

"O champanhe é a bebida mais sexy do mundo. Compre do melhor que puder e vertam-no um no outro. O formigar do champanhe nos órgãos genitais provoca uma sensação incrível, devendo ser lambido de seguida para que não se perca nada."

 

 

 

 

(Sexo Ardente, Flic Everett)

“Masturbo-me no chuveiro”

 

“Sinto-me no céu quando estou no banho e sempre que posso aproveito a oportunidade para me masturbar. É normal sentir tanto prazer desse modo?”
Carla, Estoril
Cara Leitora,
A masturbação é algo perfeitamente normal e, apesar de não se falar muito disso, faz parte da sexualidade da maioria das pessoas, tanto homens como mulheres. O banho é um momento de privacidade na qual o corpo se encontra relaxado e descontraído, sendo como tal um momento propício ao prazer. Para além disso, a água possui um efeito relaxante, proporcionando a calma, diminuindo a ansiedade e ajudando na libertação de energias.
A prática da masturbação no banho, seja ela individual ou conjunta, pode ser um estímulo para a renovação de energias e uma prática agradável, mesmo para preceder uma relação sexual. Este momento é de puro relaxamento, tanto físico como psicológico, por isso não se preocupe por ter este tipo de práticas, pois são perfeitamente normais.

Pág. 1/5