Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Sinto desejo por mulheres…”

“Ultimamente tenho verificado que a minha orientação sexual não se encontra tão bem definida como eu gostaria. Sinto-me estranha e o mais curioso é que só tenho olhos para mulheres e penso nelas numa forma sexual.”

 

Maria, Esposende

Cara Leitora,

Só porque imagina ter relações com mulheres não significa que o venha a fazer, ou mesmo que o queira vir a fazer. Existem muitas mulheres que fantasiam ter relações com outras mulheres e isso não faz delas lésbicas. Não se preocupe pois uma coisa é a imaginação e outra é a realidade. Neste momento não reprima as suas fantasias sexuais, pois são estas que nos mantêm sexualmente ativos. Faça uma reflexão séria e cuidada de forma a averiguar, realmente, qual é a sua preferência sexual. Esteja consciente do que realmente deseja. Caso conclua que esses pensamentos têm fundamento, não se acanhe, pois tem todo o direito de viver a sua sexualidade da forma como bem entender. Afaste-se de tabus e preconceitos porque tanto a bissexualidade como a homossexualidade são orientações sexuais que devem ser respeitadas e vividas de uma forma conscienciosa e sem pudor. Todavia, não se envergonhe em solicitar a ajuda de um psicólogo, caso considere necessário.

“Não consigo estar longe do meu melhor amigo!”

“É muito estranho o que se passa comigo. Tenho namorada e gosto dela, mas o facto é que não consigo estar longe do meu melhor amigo. Estou confuso e não compreendo o que sinto.”

Ricardo, Faro

 

Caro Leitor,

A proximidade que o une ao seu melhor amigo causou o despertar em si de novos sentimentos o que fez com que se instalasse uma verdadeira confusão na sua cabeça e no seu coração. Aconselho a que faça uma reflexão séria sobre o papel que o seu melhor amigo representa na sua vida. Possivelmente, ele é a pessoa que está mais perto de si quando tem algum problema, funcionando como o seu ombro amigo com o qual pode contar em qualquer situação. Pondere bem para não tomar nenhuma decisão precipitada. Até porque o leitor

tem uma namorada e sente-se bem junto dela. Procure dentro de si a resposta que precisa sem magoar ninguém e sem se magoar a si mesmo.

Pense bem para não misturar os sentimentos e nem ferir suscetibilidades.

 

“Tenho muitas dores ao fazer amor!”

“Não sei o que se passa comigo, mas de um momento para o outro comecei a ter imensas dores durante o ato sexual. Receio desiludir o meu marido, pois sinto que estou a atrapalhá-lo. O que se passa?”

 

Carla, Beja

 

Cara Leitora,

Tendo em conta que começou a sentir esse desconforto repentinamente, talvez se trate de uma infeção vaginal. Porém, seja o que for, a melhor atitude a tomar será consultar um médico o quanto antes, pois poderá estar a sofrer desnecessariamente bem como poderá colocar a saúde do seu marido em risco. Consulte urgentemente um médico ginecologista, pois neste caso só ele poderá ajudá-la a detetar o que se passa consigo, fazer a despistagem e aconselhar um tratamento. Por vezes as infeções originam a falta de lubrificação, o que provoca um enorme desconforto sexual e, consequentemente, dores insuportáveis.

Em relação à sua preocupação no que diz respeito ao bem-estar sexual do seu marido, converse com ele, pedindo para que ele seja compreensivo, pois, para o bem de ambos, irá consultar um médico e enquanto não souber a causa dessas dores o melhor será suspender a atividade sexual. 

“Sonho com sexo constantemente"

“Tenho namorado e uma vida sexual bastante satisfatória, mas ultimamente tenho notado que sonho com sexo constantemente e o mais incrível é que tenho tido os orgasmos mais intensos da minha vida. Será normal?”

Rita, Santarém

 

Cara leitora,

Apesar de esta situação ser nova para si, sonhar com sexo é bastante comum tanto entre homens como entre mulheres. As sensações que sentimos durante o sono podem, por vezes, parecer tão reais como as que sentimos enquanto estamos acordados. Assim, é compreensível que a leitora atinja o orgasmo quando sonha com sexo. É mais uma prova de que o prazer está intimamente relacionado com a nossa mente e a nossa fantasia. O sono é um período em que estamos descontraídos e temos menos defesas psicológicas, por isso é natural que se sinta mais liberta de tabus, deixando que desejos e instintos sexuais se libertem. Outro fator que pode contribuir para o facto de ter orgasmos quando sonha com sexo, é a possibilidade da leitora não estar a ter uma vida sexual tão satisfatória quanto julga, fazendo com que tenha necessidade de libertar a sua energia sexual enquanto dorme.

 

“Não me consigo satisfazer”

“Divorciei-me há uns meses e desde aí nunca mais tive relações sexuais com ninguém, por isso, a única forma de me satisfazer sexualmente é através da masturbação, mas agora já nem isso me apetece…”

Sérgio, Odivelas

Caro Leitor,

Não fique preocupado com o facto de não ter relações sexuais e de não ter vontade de se masturbar, faça-o apenas se se sentir estimulado para tal. Não se sinta diferente, pois tudo decorre dentro da normalidade. Muitas pessoas pensam que a ausência de relações sexuais é algo prejudicial à saúde, o que é bastante errado. Não entre em pânico e tente levar a sua vida de uma forma normal. É claro que como se sente emocionalmente abalado devido ao divórcio, o seu apetite sexual está mais reduzido. Neste sentido, dê tempo ao tempo e quando tiver a sua vida afetiva reestruturada verá que com certeza irá recuperar o interesse sexual.   

“Será que a minha namorada é lésbica?”

“Há uns dias atrás estava numa festa da faculdade com a minha namorada quando a certa altura a vejo a dançar com outra mulher de forma bastante provocadora. Ela pareceu estar a gostar e não resistia aos avanços da outra mulher. Depois deste acontecimento fiquei preocupado, poderá ela ser lésbica?”

Mauro, Massamá

 

Caro leitor,

é bastante comum que os jovens façam experiências a nível sexual como forma de explorar a sua própria sexualidade, por isso um incidente isolado não é suficiente para determinar a orientação sexual de um indivíduo. Algumas mulheres fazem isso também como uma forma de provocar o companheiro, alimentando a sua fantasia de fazer amor com duas mulheres. Este comportamento tem-se tornado bastante comum em alguns países, mas é ainda condenado noutros. É também possível que a sua namorada tivesse curiosidade em saber como é tocar outra mulher, tendo sido essa uma situação única que não se voltará a repetir. Pode-se dar o caso de ela se sentir realmente atraída por outras mulheres fazendo com que ela seja bissexual e não lésbica. Converse de forma aberta e desinibida com a sua namorada pois é a única maneira de encontrar resposta para a sua questão.

 

“De olhos bem abertos.”

“Comecei a sair com um rapaz por quem me sinto bastante atraída, ele é muito sexy e envolvente. Mas uma coisa que me deixa um bocado confusa é que já nos beijámos algumas vezes, e ele abre muito os olhos quando me beija. Uma amiga disse-me que as pessoas que beijam de olhos abertos não são de confiança… Eu beijo naturalmente de olhos fechados (a não ser para espreitar e ver se ele está de olhos abertos) e gostava de saber se beijar de olhos abertos representa algo em especial.”

Cátia, Barreiro

Cara leitora,

Não se preocupe pois muito provavelmente o seu namorado só quer ver bem quem está a beijar! Há pessoas que se sentem especialmente estimuladas pelo que veem, pelo que não há nada de extraordinário em ser beijada por alguém que gosta de a ver enquanto a está a beijar! A experimentação é sempre algo de excitante, por isso dê largas à imaginação e faça as coisas de forma diferente. Já pensou no que está a perder por agir sempre do mesmo modo? Feche os olhos se isso lhe dá mais prazer ou abra-os quando assim desejar, o prazer erótico e todo o tipo de atividades que o envolvem tem muito a ver com dar largas à imaginação e descobrir coisas novas! Algumas pessoas preferem fechar de olhos fechados porque isso as faz concentrarem-se melhor no beijo, sem serem distraídas pelo que se passa à sua volta. Por outro lado, olhar olhos nos olhos a pessoa que beija pode ser um pouco intimidante ao início, mas cria uma cumplicidade muito maior entre o casal. 

“Orgasmos em sintonia”

“Tenho uma namorada há 6 meses e tem acontecido uma coisa que nunca antes se tinha passado comigo. Acontece, com muita frequência, termos orgasmos em simultâneo! Obviamente que isso nos deixa felizes e satisfeitos, mas não deixa de ser curioso porque nunca me tinha acontecido nada parecido. Seremos um casal estranho? Porque será que isto sucede?”

 

Sérgio, Seixal

 

Caro leitor,

Embora não sejam impossíveis, os orgasmos em sintonia, em que ambos os parceiros atingem o orgasmo exatamente no mesmo momento, são raros e contribuem para uma forte partilha e união. Existem casais em que ambos têm orgasmos coincidentes com frequência, outros em que de vez em quando isso sucede e outros em que tal nunca acontece, mas isso não implica que haja uma maior ou menos cumplicidade ou compatibilidade no casal. O facto de ver o parceiro cada vez mais excitado, com respiração ofegante e a atingir o clímax pode provocar uma excitação que leva ao próprio orgasmo. Se encontrou uma namorada com quem tem essa experiência, aproveite-a em pleno! Desfrutem em pleno dos vossos orgasmos, quer estes sucedam em simultâneo ou não, pois não há limites nem regras para o prazer.

“Menti ao meu marido e agora sinto-me culpada!”

“Estou casada há dois anos e já falei com o meu marido a respeito de experiências sexuais passadas mas não lhe disse tudo porque tive uma fase mais leviana a nível sexual e não quero que ele me julgue mal. No entanto, sinto-me culpada pelo facto de não ter sido sincera e tenho medo que ele venha a descobrir. Como devo proceder?”

Maria, Sintra

 

Cara Leitora,

Se decidir contar a verdade ao seu marido deve ter em conta que ele pode vir a ficar chateado consigo devido ao facto de lhe ter mentido. Porém, e para que não carregue o fardo do sentimento de culpa, o melhor é esclarecer tudo, principalmente se existirem hipóteses de o seu marido poder descobrir toda a verdade sem ser por si. Com esta atitude terá a oportunidade de ser você a contar a verdade ao seu marido em vez de ele vir a descobrir através de terceiros, o que pode piorar a situação. Quando se decidir a falar com ele, explique-lhe as razões pelas quais omitiu o seu passado dizendo-lhe, também, o que sente por ele de modo a que ele compreenda exatamente a sua posição.

“Quero iniciar a minha vida sexual de forma segura”

“Tenho 19 anos e a minha namorada quer ter relações sexuais, mas eu tenho medo de apanhar alguma doença ou infeção sexualmente transmitida.  Como posso fazer para o evitar? Basta usar preservativo?”

 

 Gustavo, Alverca

 

Caro Leitor,

Iniciar a vida sexual é um passo bastante importante que só deve ser tomado quando se tem a certeza daquilo que se quer fazer. Se tem receio de contrair alguma doença sexualmente transmissível, converse com a sua namorada e explique-lhe como se sente em relação a este assunto, pois o sexo é algo saudável e bonito que deve ser partilhado com alguém em quem confiamos. Aconselho que consultem um médico de forma a averiguar o estado de saúde de ambos e a dissipar dúvidas. Se a sua namorada é virgem as probabilidades de ela ter uma doença sexualmente transmissível é quase nula, mas se ela já teve relações sexuais antes de si, aí então deve realizar os testes necessários para assegurar que está bem de saúde. Uma vez que recebam os resultados, e se tudo estiver bem com ambos, devem escolher um método de contraceção, além de usarem sempre o preservativo.

 

Pág. 1/2