Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Sofro muito de cólicas menstruais…

colica

Tenho 19 anos e desde sempre sofri muito com dores do período. É uma sensação horrível e já não sei o que fazer para que me possa sentir melhor. As cólicas que sinto são horríveis e muitas vezes falto às aulas por causa disso.”

 

Ana, Lisboa

 

Cara Leitora,

Infelizmente a menstruação nem sempre é um momento tranquilo para todas as mulheres, pois há aquelas que sofrem bastante com cólicas, tal como é o seu caso. A estas cólicas dá-se o nome de dismenorreia, e resultam da contração acentuada das paredes musculares do estômago, intestinos, vesícula biliar, bexiga e útero. A dismenorreia pode ser primária (dores provocadas pela condição natural de estar menstruada) ou secundária (causadas por irregularidades do aparelho reprodutor). O mal-estar associado a estas dores pode ser combatido com o recurso a anticoncecionais com base hormonal tais como a pílula Diane 35 que evitam a ovulação, bem como com o recurso a medicamentos anti-inflamatórios, ou tratamentos mais caseiros como sacos de água quente colocados na barriga. Desta forma não há necessidade de continuar a sofrer, por isso procure a ajuda de um ginecologista, pois este encaminhá-la-á para o melhor tratamento para o seu problema. 

Perder peso aumenta o tamanho do pénis?

Tenho 22 anos e sou gordo. Gostaria de saber se perder peso aumenta o tamanho do pénis, pois agora tenho um pénis muito pequeno.

 

Miguel, São João da Telha

 

Caro leitor,

De facto perder peso ajuda numa série de fatores, sendo o aparente tamanho do pénis uma delas. Ao perder peso vai eliminar o tecido adiposo na zona do abdómen e coxas, que neste momento fazem com que o leitor e a sua parceira não possam ver o seu pénis muito bem. Por isso, ao perder peso o seu pénis vai ter mais espaço para se manifestar, ou seja, vai ser de mais fácil acesso e visibilidade tanto para si como para a sua parceira, fazendo com que pareça maior.

 

O que significa quando um homem e castrado?

 

Ouvi recentemente a noticia de um homem que tinha sido castrado num acidente, e eu gostaria de saber o que acontece aos homens depois de serem castrados, será que ainda podem ter relações ou perdem toda a capacidade de ter uma erecção?

 

Luis, Alhandra

 

Caro leitor,

A castração significa a remoção dos testículos, que pode ser feita atravez de uma cirurgia, ou no caso da noticia que ouviu, no resultado de um acidente. Os testiculos sao o local onde a hormona masculina testosterona é produzida, e como resultado, inicialmente após a castração o homem ainda tem desejo sexual, mas com o passar do tempo, devido a não haver mais produção de Testosterona no organismo, o homem vai perdendo a pouco e pouco o desejo sexual. Ele pode tambem perder algumas das caracteristicas masculinas secundarias, como a voz grossa e a massa muscular, mas existem alguns tratamentos de reposição hormonal que fazem com que homens castrados possam atingir a erecção permitindo ter uma relação sexual satisfatória, no entanto devido à ausência de testículos o homem não vai ejacular.

Tenho 17 anos e estou grávida!

gravidez

Há pouco tempo descobri que estou grávida, mas não sei o que fazer pois não tenho namorado e não tenho apoio familiar ou possibilidades financeiras para criar uma criança. Necessito de ajuda!

Liliana, Lisboa

 

Cara leitora,

Realmente a leitora está numa situação bastante difícil que lhe tem causado bastante angústia e sofrimento, por isso pense bem antes de tomar quaisquer decisão mais drástica da qual se possa vir a arrepender mais tarde. Em Portugal existem várias associações de solidariedade social que a podem ajudar durante este período difícil da sua vida. Por exemplo, a Ajuda de Mãe (Tel.: 21 382 78 50) existe para apoiar as mulheres grávidas e ajudá-las a criar condições para melhor acolherem os seus filhos. O SOS Grávida (Tel. 808 201 139 ou 21 386 20 20) é uma linha telefónica de esclarecimento e encaminhamento sobre gravidez, sexualidade e planeamento familiar, a Ajuda de Berço (21 362 827 4/6/7) é um centro de acolhimento para bebés dos 0 aos 3 anos de idade em situação de risco ou abandono, e o Ponto de Apoio à Vida (800 20 80 90)é uma Instituição Particular de Solidariedade Social que dá apoio a futuras mães, no sentido de as informar, e encaminhar para instituições especializadas. Tente contactar uma destas associações para ver se a podem ajudar.