Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Ele tem o pénis muito grande

casal

 

 

Tenho 25 anos, e recentemente comecei a namorar com um rapaz de cor, de quem gosto muito, mas ele tem um pénis muito grande, o que me causa dores durante o acto sexual. Não sei o que fazer pois gosto muito dele.

 

Carina, Vilamoura

 

Cara Leitora,

De facto essa é uma situação desconfortável, e nem sempre fácil de resolver. Muitas vezes os homens preocupam-se com o tamanho do seu pénis, por acharem que este é muito pequeno, e não se lembram que de facto se o pénis for muito grande não há muito a fazer. Os casais que eu conheço que estão na mesma situação que a sua acabam por utilizar um gel lubrificante durante o acto sexual, bem como tentam posições diferentes, que não magoem tanto. Pode também pedir para ele ter cuidado durante a penetração, e colocar a mão à volta do pénis para que este não a penetre de forma tão profunda. Converse com ele e experimente algumas alternativas para ajudar a vossa relação. 

O orgasmo feminino

 

 

 

 

Gostava que me tirasse uma dúvida. Quando faço amor com a minha namorada sinto que ela tem muito prazer, e manifesta alguns “comportamentos/sentimentos” estranhos como por exemplo: perde os sentidos dos braços e pernas, e também parte da visão por um determinado período de tempo. Eu pergunto-lhe o que se está a passar com ela,  porque razão fica assim, pois estou a ficar assustado e receio que ela não se esteja a sentir bem, mas ela diz que está mais que bem. No entanto pergunto-lhe às vezes se ela sentiu alguma vez um orgasmo, só que ela tem vergonha e não gosta de tocar no assunto e  diz-me “Eu é que sei o que sinto”.
 A minha dúvida é, como é que eu sei ou quais são os sintomas que uma mulher manifesta quando tem um orgasmo? Não há mal nenhum quando ela reage/sente tudo aquilo que citei anteriormente?
 
Muito obrigado.
 
 
Caro leitor,
O orgasmo feminino, tal como o masculino, é uma experiência muito pessoal e que pode variar muito consoante o momento de vida da pessoa. Não é fácil falar sobre a nossa sexualidade e talvez por isso a sua parceira tenha dificuldades em lhe dizer o que está a sentir. Não tem de ser negativo, pela sua descrição parece que ela está mesmo a sentir prazer e satisfação. Tente encontrar maneiras imaginativas de lhe expressar as suas preocupações e de conhecer os seus sentimentos, sem que ela se sinta avaliada ou julgada.
 
 

Apanhei a minha mulher na cama com outra

mulher 

"Estou desolado, pois recentemente surpreendi a minha mulher na cama com outra mulher. Estou furioso, mas não sei o que fazer, pois amo-a muito e ela diz que aquilo nao significou nada."

 

Simão, Lagoa

 

Caro Leitor,

Realmente deve ser muito difícil ver a sua mulher com outra mulher na cama, e é natural que se sinta confuso, uma vez que ainda ama a sua mulher, mas não consegue perdoar o que sucedeu. Apesar de ela dizer que o sucedido nao significou nada para ela, e sempre difícil, e por isso o melhor é que deixe passar algum tempo para depois com alguma frieza poder tomar uma decisão mais coerente e que vá de encontro ao que realmente deseja. Neste sentido, é importante que fale com a sua esposa, e faça uma avaliação dos sentimentos que sente pela sua mulher e apenas o leitor poderá avaliar se quer continuar a partilhar a sua vida com ela ou não. Tente não tomar uma decisão precipitada da qual se venha a arrepender mais tarde, pois agora uma vez que o leitor esta enfurecido, poderá tomar uma decisão irreflectida.  

Não quero que ele ejacule na minha boca!

Embora eu goste de fazer sexo oral ao meu namorado não gosto nada que ele ejacule na minha boca, pois acho desagradável e desconfortável. Há alguma forma de impedir que isso aconteça, sem ter de parar? Como posso prever que ele vai ejacular?

Cláudia, Odivelas

 

 

Cara leitora,

 

Uma vez que não há duas pessoas iguais, a comunicação é o meio mais eficaz para poder evitar algo que lhe desagrada. Não há um tempo definido para um homem ejacular, nem procedimentos a seguir quando se faz sexo oral, e a expressão do prazer varia de pessoa para pessoa. Assim, a melhor forma de antecipar a ejaculação do seu parceiro consiste em prestar atenção aos sinais que ele emite, aprendendo a reconhecer aquilo que precede a ejaculação dele e que poderá identificar através da forma de expressão dele, única e diferente dos outros. Podem, também, estabelecer um código de palavras que ele diz quando está prestes a ejacular. A relação sexual deve sempre trazer prazer aos dois, por isso fale abertamente com ele e esclareça que embora goste de lhe fazer sexo oral não gosta de engolir o sémen, algo que ele aceitará pois também é do seu interesse que você sinta prazer. É importante definirem uma forma de ele a avisar, e também estar atenta à linguagem corporal dele e aprender a interpretá-la, pois o tempo de ejaculação de um homem também varia consoante o seu nível de stress, fadiga, excitação, entre outros.

 

 

Como atingir o orgasmo mais depressa?

De há alguns anos para cá tenho notado que levo cada vez mais tempo a atingir o orgasmo, havendo mesmo situações em ele não acontece. Acho isso estranho, pois nunca tive essa dificuldade antes. Será que vou perder a capacidade de ter orgasmos?”

Paulo, Vilamoura

Caro leitor,

essa situação acontece com mais frequência do que imagina. É normal que com o avançar da idade o homem comece a levar mais tempo a atingir o orgasmo, o que por vezes melhora a vida sexual do casal pois dá mais tempo à mulher para atingir o clímax. Essa situação é especialmente vantajosa para homens que sofram de ejaculação precoce, mas não tanto para homens que já naturalmente demorem algum tempo até atingir o orgasmo. Nesses casos o acréscimo de tempo natural da idade pode tornar-se um problema, o que parece ser o seu caso, fazendo com que em certas ocasiões o orgasmo chegue mesmo a não acontecer. Uma possível solução é aplicar um gel acelerador no pénis antes de iniciada a relação. Este gel vai aumentar o fluxo sanguíneo na área genital fazendo com que o homem fique mais sensível à estimulação, e atinja o orgasmo mais depressa. Em alguns casos a incapacidade em atingir o orgasmo, tanto no homem como na mulher, pode ser um efeito secundário de algum medicamento. Se achar que este pode ser o seu caso, consulte o seu médico e explore a possibilidade de ajustar a dose ou mudar de medicação.