Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Continuo a sentir desejo sexual!”

“Tenho 64 anos e continuo com vontade de fazer amor com o meu marido. Pensava que com o avançar da idade esse desejo fosse diminuindo, mas tal não tem acontecido. Será normal?”

 

Maria do Céu, Castro Daire

 

Cara Leitora,

Infelizmente, a crença de que as mulheres mais velhas não têm vontade nem capacidade para manter uma sexualidade activa ainda se mantém nos dias de hoje. Esta noção não passa de um mito social que ficou instalado na cabeça das pessoas, e muitas têm-no como uma realidade, condicionando a própria vida sexual e afectiva. O certo é que, com o passar dos anos, surgem algumas condicionantes que limitam a performance sexual, contudo isso não significa que as pessoas não estejam aptas a ter uma vida sexual activa. Dentro das suas limitações podem definir estratégias que permitam a continuidade da actividade sexual. A verdade é que, com a idade e as suas próprias limitações, isto é, a menopausa e a consequente diminuição do nível de estrogénio, a sexualidade feminina começa a ser vivida de uma outra forma, o que não significa que a mulher tenha que dar como encerrada a sua vida sexual. Muito pelo contrário, se ainda manifesta vontade sexual não há mal nenhum em satisfazer os seus desejos. É perfeitamente saudável e natural, pois o fim da vida reprodutiva não significa o fim do prazer sexual. Neste sentido, encare este seu desejo de prolongar a sua vida sexual como algo normal e viva a sua sexualidade com a maior naturalidade, eliminando da sua cabeça qualquer sentimento de culpa.