Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“O meu tio abusa da filha...”

“Tenho dois primos
de quem sou muito amigo, e um deles disse-me que uma noite viu o pai dele a
abusar da própria filha, irmã dele. Queria muito ajudá-los mas não sei como
devo proceder. Será que me poderia ajudar?”

Bruno, Santo Tirso

 

Caro Leitor,

A situação que me descreve é bastante preocupante, dado
que se trata de uma violação, sendo também incesto. Como tal, é muito difícil para
uma jovem lidar com este tipo de investidas sexuais por parte de um adulto,
principalmente sendo este o próprio pai. Tal situação deve ser informada
imediatamente às entidades competentes, pois é punida por Lei e, como tal, o
pai da sua prima deve ser detido. O Incesto
significa a prática de relações sexuais com indivíduos da mesma família e com
os quais não podemos casar, tal como irmãos, pais, etc. Infelizmente o abuso
sexual de menores acontece, na sua maioria, entre membros da mesma família,
principalmente entre pais e filhos, e entre irmãos. Estes indivíduos, vítimas
de incesto, evidenciam perturbações muito graves a nível psicológico quando
adultos. A melhor atitude que poderá tomar em relação à sua prima é informá-la
e apoiá-la neste momento tão difícil para ela, incentivando-a a que não pode
consentir que isto aconteça, e que deve apresentar queixa, mesmo tratando-se do
pai. Fale com ela e com o seu primo, juntos tentem saber qual a sua relação com
a mãe de modo a que possam falar com ela, se não se sentirem à vontade para
tal, pois nem sempre isto acontece, tente que ela se dirija a uma pessoa adulta
com a qual haja confiança, tal como um médico, um professor ou um psicólogo.
Qualquer um deles poderá agir de forma que esta situação pare e não haja mais ameaças
à saúde tanto física como psicológica da sua prima.