Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Quero convidar uma mulher para se juntar a nós…”

“Sou casado e amo muito a minha esposa, sempre tivemos uma vida sexual feliz e partilhamos muitos interesses, costumamos fazer quase tudo juntos. No entanto, tenho dado por mim a fantasiar em convidar outra mulher para fazer amor connosco, pois a ideia de fazer amor com duas mulheres põe-me louco. Nunca disse nada à minha esposa, mas aqui há tempos ela disse-me que achava que eu ia gostar de a ver fazer amor com outra mulher, perguntei-lhe se ela se importava e ela disse-me que não sabia ao certo. A verdade é que gostava de experimentar, mas não sei como voltar a abordar este assunto com ela porque não quero que se sinta obrigada a nada …”

Ricardo, Sacavém

 

Caro leitor, Enquanto que para algumas pessoas “dois é bom, três é demais”, a verdade é que para outras pessoas o número três na cama é bastante apreciado. Por vezes, o simples acto de partilhar uma fantasia a três com o parceiro, mesmo que não a ponham em prática, é o suficiente para apimentar a relação, revitalizando-a. Pelo que escreveu, não tem a certeza se deve voltar a insistir neste assunto, que parece até ser do interesse da sua esposa, por receio de que ela se sinta melindrada e que isso prejudique a vossa relação. Apesar de estar ao seu critério prosseguir com este assunto ou não, pode sempre optar por retomar a conversa, com naturalidade, e deixar que flua de forma natural. O mais importante, aqui, não é por enquanto se vão efectivamente convidar outra pessoa para se juntar a vós ou não. Lembre-se que em qualquer relação, seja a dois ou a três, a comunicação honesta e sincera é o factor mais importante. Se chegarem juntos à decisão de o fazerem é fundamental que o façam de forma segura para a vossa saúde, e que discutam até onde estão ambos dispostos a ir, para que possam estabelecer os limites que devem ser respeitados por ambos.