Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Passo o dia ao computador a ver pornografia….”

Tenho 34 anos e não tenho namorada. Neste momento estou desempregado, passo o dia em casa e acabo por estar muitas horas ao computador a ver pornografia. Isso faz-me sentir culpado, mas não consigo evitar. Sinto que o meu comportamento não é
normal… o que hei de fazer?”

 

José, Matosinhos

Caro leitor,

O que descreve parece ser um caso típico de um comportamento sexual aditivo, como um vício que é vivido da mesma forma que qualquer outro. Existem de facto, muitas pessoas que, tal como você, têm a compulsão de ver pornografia, e devido a isso passam horas a visitar sites de teor sexual. Este comportamento torna-se mais grave quando as pessoas acabam por se desligar da sociedade, dando mais importância ao ecrã e ao mundo virtual
do que àquilo que se passa à sua volta, não estabelecendo relacionamentos amorosos e até mesmo perdendo o emprego. O facto de estar desempregado e ter muito tempo livre está a fazer com que se desleixe no dia a dia e vá abandonando as suas rotinas sociais. Apesar de a pornografia não ser, por si só, algo nefasto, o seu consumo excessivo torna-a prejudicial para a sua vida a todos os níveis. Procure passar um dia fora de casa, saia com os seus amigos, obrigue-se a sair e a combinar encontros com outras pessoas, procure emprego ativamente, sem o fazer apenas pelo computador. Comece a reduzir progressivamente o tempo que passa nesses sites e, se não for capaz, procure um grupo de apoio para o ajudar a superar comportamentos aditivos.