Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“A minha filha parece ser lésbica…O que posso fazer?”

“A minha filha tem 10 anos e preocupa-me muito. Na escola ela brincava mais com brincadeiras de meninos e dá-se mais com rapazes. Recentemente só fala de uma amiga, com uma paixão que até parece apaixonada…Será que ela é lésbica? É possível detetar-se assim tão cedo?

Carla, Lagos

 

Cara Leitora,

Não é obrigatório que todas as raparigas gostem de brincar às bonecas – as raparigas já conquistaram o direito de ter mais comportamentos “masculinos”, de serem maria-rapaz sem serem discriminadas. Como a sua filha é muito nova é precoce falar-se de homossexualidade. Deixe-a desenvolver-se e ajude-a a aceitar-se tal como é, mesmo que se sinta diferente das outras meninas em algumas características. Dê-lhe tempo para descobrir a sua sexualidade, ao seu ritmo. Ser ou não ser homossexual no futuro não define aquilo que ela será como pessoa, mas sim apenas indica por quem se apaixonará e eventualmente apontará para algumas dificuldades sociais, por vivermos numa sociedade pouco aberta, em alguns contextos, às relações não heterossexuais. Não se preocupe e apoie a sua filha a gostar de si mesma tal como é, e a ser forte para enfrentar os desafios sociais com que se pode deparar ao longo da sua vida. Não deixe de abordar com naturalidade as questões sobre relações entre pessoas do mesmo sexo, mostrando-lhe que elas existem, e que são tão saudáveis como as relações entre pessoas do sexo oposto, sem a pressionar com questões de identidade.