Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“O que fazer ao esperma na boca?”

“Gosto de fazer sexo oral ao meu namorado, mas fico sempre um pouco constrangida pois depois de ele ejacular não queria ter de engolir o esperma, mas não sei o que lhe fazer! Existe alguma regra de “etiqueta” para estas situações?

 

Carla, Corroios

 

Cara leitora,

A questão que coloca é pertinente, pois nem todas as mulheres gostam de engolir o esperma quando fazem sexo oral, o que é legítimo e natural. A forma mais simples de lidar com essa questão será ter à mão uma caixa de lenços de papel, que possa simplesmente utilizar deitando o esperma num lenço. Embora não seja um gesto gracioso, se o fizer de forma descontraída e rápida, sem lhe dar mais importância do que tem, retomando logo de seguida o envolvimento a dois, verá que deixará de ser sentir constrangida.

Treine-se para arrasar no sexo oral

sexo-oral.jpg

 

Para evitar dores musculares na língua e nos maxilares depois de uma sessão tórrida de sexo oral convém que faça alguns exercícios de "aquecimento" com regularidade:

- Assim, abra bem a boca, deite a língua de fora e estique-a para baixo, o mais para a frente que puder.

- Os maxilares devem estar bem relaxados. 

- Descaia o maxilar inferior e levante a língua, esticando-a até ao nariz.

- Movimente-a para a esquerda e para a direita. 

-  Para relaxar, deixe a boca ligeiramente aberta. 

- Use a ponta da língua para massajar a parte da frente do céu da boca.

 

Note bem: o sexo oral também comporta riscos para a saúde e a possibilidade de contrair infeções e doenças sexualmente transmissíveis, pelo que deve usar preservativo e ser criteriosa na escolha de parceiro sexual.

Dar largas à imaginação

oral-sex-and-cancer.jpg

 

Em espiral – Acaricie o pénis com a língua, que se movimenta em círculos à volta dele, fazendo-o "girar" também, ao mesmo tempo que entra e sai da boca.

 

Aspira-prazer – Chupe o pénis até introduzir metade na boca, depois liberte suavemente a pressão que se criou na boca e deixe o pénis sair lentamente. Volte a chupar vigorosamente até metade, libertando lentamente de seguida.

 

À descarada – A imaginação é o mais poderoso afrodisíaco. Faça-lhe sexo oral enquanto ele está ao telefone, por exemplo, o que o deixará confuso e excitado.

 

Derreter o gelo - Brinque com as diferenças de temperaturas, provocando sensações opostas. Experimente por uma pedra de gelo na boca e desenhar um oito na virilha ou na parte interior da coxa, intercalando com lambidelas e chupadelas no pénis (cuidado para que o gelo não toque diretamente na cabeça do pénis, faça com que apenas tenha contato a sua língua gelada).

 

Sem falta de chá – ponha um copo de água gelada e uma chávena de chá quente por perto. Vende os olhos dele com um lenço. Comece a fazer-lhe sexo oral e, à medida que ele se entusiasma, beba alguns goles de chá quente, continuando a lamber e a chupar o pénis. Molhe a mão no copo de água gelada e acaricie-lhe vigorosamente o pénis, em simultâneo, com a mão gelada e a boca quente. Pode, também, alternar os goles que dá no chá quente e na água gelada.

 

Toque de frescura – Lave os dentes imediatamente antes de fazer sexo oral, enquanto a sua boca ainda está fresca e mentolada.

 

Topping doce – Deite por cima do pénis nuvens de chantilly e lamba-as deliciada, como se de um gelado se tratasse. Também pode experimentar com leite condensado, chocolate…

Beijos que enlouquecem

Conheça-os-30-Beijos-do-Kama-Sutra.jpg

 


Para que os beijos sejam o mais prazeiroso para o casal, ambos têm de mostrar um ao outro como gostam de ser beijados. Falem disso - a própria conversa já é excitante; beijem-se da maneira que gostam ser beijados; durante um beijo, pare e diga "Agora mostra-me como é o meu beijo"; se cada beijo já for muito bom diga-lhe, mostre que gostou.

 

Algumas técnicas podem ser úteis para si e para o alvo dos seus beijos
- Lábios apertados e fechados não se associam a paixão, se não lhe apetece dar um beijo, não dê, mas quando o fizer faça-o com emoção.
- Quando a boca entra em contato com a pele, deve sentir o lado de dentro dos lábios e não apenas o lado de fora. Veja a diferença na sua mão.
- Comece por introduzir a língua aos poucos e aumente a participação dela de beijo para beijo. Certifique-se que não está a pôr e a tirar a língua de fora tão depressa que pareça um pica-pau a picar a madeira – o que não é nada excitante.
- Beijar, morder ou lamber pode ser ótimo, mas é importante que seja feito devagar, a explorar cada centímetro do corpo como se fosse um tesouro.
- Faça de conta que acabou de lavar os dentes e passe a sua língua pelas gengivas e dentes como se estivesse a verificar se estão limpos e macios. Repare na reação do seu parceiro/parceira para perceber se este/a gosta.
- À medida que as coisas aquecem e forem passando à fase seguinte dos preliminares e da relação, a boca pode vaguear pelo corpo, mas lembre-se de voltar aos beijos nos lábios – uma grande sensualidade está mesmo aí.
- Vá devagar: gestos lentos e pensados, mesmo que um de vós queira apressar-se, levam a muita excitação. Não apresse nem deixe que apressem a vossa relação sexual.
 
Onde são os beijos mais excitantes?
Embora a excitação possa variar muito de pessoa para pessoa e observar bem seja essencial…Os locais mais excitantes são:
* Lóbulos das orelhas

* Umbigo (meter a língua ou chupar)

* Mamilos

* Dedos das mãos e dos pés

* A parte de trás dos joelhos

* A base do pescoço

* Debaixo do braço

* A curva das costas

* Qualquer área que ande coberta de roupas ou que lhe dêem um significado especial!

Sexo oral à la carte

lips-mouth-saliva-tongue-2525380-1920x1200.jpg

 

"Dar um linguado"… nos lábios vaginais. Peça ao seu mais-que-tudo que repita "em baixo" exatamente o mesmo que faz com a sua boca…

 

Dentadinhas de amor - com muito cuidado para não aleijar, umas dentadinhas aqui e ali – ao de leve – podem surtir resultados inesperados.

 

"Cornetto de amor" - peça-lhe que imagine que está a comer um cornetto e que a sua língua reproduza os mesmos movimentos de quando está a lamber o fundo do cone de bolacha…

 

Variações de ritmo - quer seja ao lamber, quer seja ao chupar, as diferenças de intensidade e de ritmo provocam espasmos de prazer.

 

Quente e frio - soprar ar quente, afastar-se da entrada da vagina e soprar ar frio.

 

Borboletas e esquimós - o leve roçar das pestanas dele e os famosos "beijos de esquimó" – em que o nariz esfrega levemente a pele – causam calafrios muito agradáveis. Com a língua, entra e sai da vagina ou da parte interior dos lábios, "penetrando-a".

O bê-a-bá do sexo oral

conocimiento-adictamente (11).png

 

1 - Dispa-lhe as cuecas ou boxers com cuidado, puxando suavemente para baixo enquanto lhe vai mordiscando a pele das virilhas e do interior da coxa.

2 – Segure o pénis pela base, com a mão, de forma firme mas sem apertar.

3 – Explore diferentes movimentos, lambendo-o de baixo para cima e no sentido inverso, usando a totalidade da língua ou apenas a ponta.

4 – Páre em diversos pontos e chupe suavemente, mordisque, desenhe círculos com a língua. Deixe que as suas próprias sensações a guiem.

5 – Alterne movimentos lentos com outros mais rápidos e ávidos.

6 – Quando ele já estiver bastante excitado, introduza a cabeça do pénis na boca e acaricie-a com a língua em movimentos vigorosos, subindo e descendo como se estivesse a chupar um Calippo delicioso.

7 – Acompanhe com a mão, agarrando o pénis e subindo e descendo ao ritmo da excitação.

8- Continue a alternar os movimentos, alterne as carícias na cabeça do pénis com outras na base e no freio. Use os lábios e a língua, seja mais cuidadosa quando usar os dentes. Não esteja sempre focada num ponto, é muito mais excitante se deixar o pénis por breves instantes para mordiscar, beijar e lamber as coxas e virilhas, para voltar depois ao "cerne da questão". Não tenha medo de chupar com vigor quando ele está já bastante excitado, mas tenha muito cuidado para não o aleijar com os dentes.

9 – Alguns homens gostam que lhes acaricie os testículos com a mão enquanto lhe faz sexo oral, mas seja cuidadosa pois são órgãos muito sensíveis.

10 – Quando ele estiver quase a ter um orgasmo, olhe-o fixamente nos olhos enquanto a sua boca o mima.