Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Não lhe apetece fazer sexo!

 

 

Amo muito a minha esposa e sempre nos demos muito bem a nível sexual, mas desde que ela teve o nosso filho, há 6 meses, já não tem vontade de fazer amor comigo…”

Luis, Lisboa

 

Caro leitor,

O nascimento de uma criança é sempre um período de adaptacao tanto a nível do relacionamento como a nivel sexual. Deixar de ter relações depois de ter um filho é bastante comum para vários casais. Alterações hormonais, depressão pós-parto ou cansaço são muitas vezes associados a diminuição de desejo, mas estas não são as únicas razões. É perfeitamente seguro ter relações após o nascimento do bebé, desde que a mulher se sinta psicologicamente e fisicamente preparada para tal. Aconselho-o a tentar aliviar algum do trabalho da sua esposa com o bebe, arranjem uma ama, ou alguem de familia que tome conta do bebe para que voces possam passar tempo juntos, criem novos cenários e fantasias, passe uns dias fora sozinhos, e isto irá ajudar o vosso relacionamento.

 

“Não quero que o meu filho sofra!”

“Sou divorciada, tenho 45 anos e um filho com 20. Considero-me uma pessoa de mente aberta e de bem com a vida, e sempre tive uma relação muito próxima com o meu filho, ele sempre falou comigo acerca de tudo. Sempre conheci bem os seus amigos, mas o problema é que recentemente apaixonei-me e acabei mesmo por me envolver sexualmente com um amigo do meu filho, que é 20 anos mais novo
do que eu. O que devo fazer? Embora me sinta apaixonada não quero que o meu filho sofra!”

 

Mariana, Lisboa

Cara leitora,

As relações entre pessoas com uma grande diferença de idades são mais comuns do que imagina, bem como os receios que sente em assumir um relacionamento com um rapaz 20 anos mais novo. A nossa sociedade faz ainda muitos juízos de valor acerca desse tipo de relações, por isso seja cautelosa e veja se realmente quer fazer-se a si e ao seu filho passar por uma situação dessas. Se acha que esse relacionamento é apenas uma paixão passageira, não vale a pena assumi-la e meter a sua família ao barulho. No entanto, se acha que realmente quer fazer vida com esse rapaz, aí então, mais cedo ou mais tarde vai ter de enfrentar tanto o seu filho, como a família do outro rapaz e a sociedade em geral.