.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
17
19
22
24
26
27
30
31

.posts recentes

. “A minha esposa disse-me ...

. “Sexo na terceira idade f...

. “Ainda estarei em idade d...

. “Os meus orgasmos são men...

. “Sangrei muito depois de ...

. “Ela diz que estou velho ...

. “Ainda posso iniciar a mi...

.arquivos

blogs SAPO

.subscrever feeds

Quarta-feira, 16 de Maio de 2012

“A minha esposa disse-me que estou velho demais para ter relações”

“Tenho um casamento estável e feliz há 41 anos, mas neste momento quando peço à minha esposa para termos relações ela diz-me que já estamos velhos demais para isso.”
 
Amândio, Vendas Novas
 
Caro Leitor,

O que deve ter em conta é que todas as pessoas, independentemente do seu sexo, estado civil ou idade, têm direito a uma sexualidade que as satisfaça, não só em termos físicos como também emocionais. Uma das concepções mais comuns na nossa sociedade é a de que as pessoas idosas não têm vida sexual, o que é uma ideia completamente errada. Este tipo de mentalidade faz com que, socialmente, não seja esperado que um idoso tenha o desejo de ter relações sexuais e ainda menos que demonstre esse desejo. Chega-se a considerar que é errado os idosos assumirem os seus interesses sexuais, mas tal não corresponde à realidade. O envelhecimento não implica o desaparecimento da sexualidade, o que pode existir é uma evolução na maneira de estar e de viver a sexualidade. Por isso, fale abertamente com a sua esposa e explique-lhe que a deseja como antes e mantém o mesmo interesse nela e na relação a dois.

publicado por Profª Drª Helena Barroqueiro às 09:10
link do post | favorito
|
Domingo, 11 de Março de 2012

“Sexo na terceira idade faz mal?”

“Tenho 65 anos e sou viúva. Há um ano e meio que namoro um senhor de 59 anos de quem gosto e com quem me sinto bem. Damo-nos muito bem e temos uma vida sexual bastante boa, no entanto as pessoas criticam-nos dizendo que somos “velhos demais” para essas
coisas e que devíamos ter juízo. Será que eles têm razão?

Mariana, Coimbra

 

Cara leitora,

ao contrário do que algumas pessoas mais jovens possam pensar, muitos homens e mulheres entre os 50 e 80 anos de idade continuam a ter relações sexuais, havendo mesmo quem afirme que sentem mais prazer agora do que quando eram mais novos. Há pessoas que reduzem a sua actividade sexual nessas idades, mas por vezes isso é devido à dificuldade em encontrar parceiro, ou deve-se a pressões sociais como aquelas de que a leitora está a ser alvo, tabus pessoais que defendem que não é correcto ser sexualmente activo, ou mesmo preocupações de saúde que consideram que o sexo pode causar doenças. É difícil estimar a actividade sexual em indivíduos de idades mais avançadas, pois tal como os adolescentes, eles tendem a reprimir e esconder a sua vida íntima com medo de serem criticados. Não se preocupe com aquilo que os outros pensam pois provavelmente têm ciúmes da sua relação. Aproveite a boa disposição do seu companheiro, divirtam-se e vivam a vossa relação da forma que vos trouxer mais felicidade!

 

publicado por Profª Drª Helena Barroqueiro às 09:06
link do post | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Março de 2012

“Ainda estarei em idade de ter relações sexuais?”

“Não tenho relações sexuais há 7 anos, desde que o meu esposo faleceu, pois nunca mais me interessei por ninguém. Mas conheci um
senhor há uns tempos e comecei a interessar-me por ele e até tenho tido fantasias sexuais com esse senhor. Tenho 64 anos, será normal ter estes interesses?”

Maria José, Barrosa

 

 

Cara leitora,

 

Uma vez que o amor não escolhe idades, a leitora não se deve sentir mal ou envergonhada por ter demonstrado interesse por esse senhor e por se sentir atraída por ele. Também é perfeitamente normal ter esse tipo de fantasias com a pessoa que lhe interessa e, uma vez que se sente atraída emocional e sexualmente é também natural a masturbação nestes casos. Masturbar-se pensando no senhor em questão não é nenhum acto imoral ou perverso e não tem quaisquer repercussões físicas ou psicológicas. Uma vez que não tem sido sexualmente activa nos últimos 7 anos faz com que a leitora recorra à masturbação com mais frequência como forma de aliviar a tensão sexual, o que é perfeitamente normal. Uma vez que nutre sentimentos por esse senhor tente abordá-lo de forma cordial e veja se ele está também interessado em si, quem sabe ele não é a sua cara-metade?

publicado por Profª Drª Helena Barroqueiro às 09:05
link do post | favorito
|
Domingo, 11 de Setembro de 2011

“Os meus orgasmos são menos intensos”


 

“Tenho 60 anos e ainda mantenho uma vida sexual activa. No entanto, começo a notar algumas diferenças, isto é, até há pouco tempo tinha orgasmos muito intensos, mas ultimamente algo mudou porque os meus orgasmos são mais fracos. Será que com a idade os orgasmos diminuem de intensidade?

Pedro, Sintra

 


 

Caro leitor,

O orgasmo consiste na expectativa em sentir prazer e em libertar tensão sexual, quanto maior for a expectativa, mais intenso será o orgasmo. Os factores que contribuem para a diminuição da expectativa em ter um orgasmo são: stress, desinteresse ou cansaço. Para ter um orgasmo mais intenso aconselho-o a aumentar a expectativa do prazer, ou seja, aumentar a expectativa e desejo de atingir o orgasmo. Para isso, pode experimentar masturbar-se, utilizando um lubrificante, mas pare uns instantes antes de atingir o orgasmo, espere alguns segundos e recomece a masturbar-se, parando novamente quando estiver quase a atingir o orgasmo. Repita esta sequência as vezes que forem necessárias até que a tensão sexual e o desejo de ter o orgasmo se tornem tão fortes que já não consiga parar. Pratique esta técnica e verá que em breve terá orgasmos bastante mais fortes.

 

publicado por Profª Drª Helena Barroqueiro às 00:04
link do post | favorito
|
Domingo, 12 de Junho de 2011

“Sangrei muito depois de ter relações.”

 

“Tenho 60 anos e há alguns anos que não tinha relações sexuais. Quando finalmente as tive sangrei muito, porque será que isto aconteceu?”
Teresa, Vila Franca de Xira
Cara leitora,

Devido à sua idade o seu corpo sofreu várias alterações depois da menopausa, uma delas foi a diminuição da lubrificação durante o coito. Uma vez que a leitora passou vários anos sem ter relações sexuais, a sua vagina não tinha a mesma a elasticidade de antes, e isso em conjunto com a diminuição da lubrificação causou dores e possíveis lesões durante o coito. Por isso, é importante que consulte um médico e que utilize um gel lubrificante da próxima vez que tiver relações sexuais.

publicado por Profª Drª Helena Barroqueiro às 00:55
link do post | favorito
|

.tags

. todas as tags

.links