Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Ele ejacula tarde!”

 

“Enquanto que eu atinjo o orgasmo bastante depressa, o meu marido demora bastante tempo a atingir o orgasmo. Será que eu estou a fazer alguma coisa errada?”
Ana, Évora
 
 
 
Cara Leitora,
 
Cada pessoa demora o seu tempo até atingir o orgasmo e são raras as vezes que um casal consegue atingir o clímax simultaneamente. Por isso, não se sinta tão preocupada pelo facto do seu marido demorar mais tempo a ejacular, certamente isso não está relacionado com nada que a leitora esteja a fazer. Existem factores que podem contribuir para que o homem demore mais tempo para ejacular, nomeadamente a toma de medicamentos para a depressão e ansiedade. Alguns destes medicamentos chegam a ser receitados a homens que sofrem de ejaculação precoce. Se o seu marido estiver sob o efeito de algum tipo de medicação, aconselhe-o a consultar o médico e a perguntar quais os efeitos que esses medicamentos podem ter na sua vida sexual. Se necessário, peça ao médico que lhe receite uma medicação diferente.

Tema de hoje: masturbação

(Desenho de Rodin)

 

Gostaria que me desse uma informação que já há muito me atormenta. Tenho 23 anos e na maior parte das vezes que o meu parceiro sexual me estimula o clítoris, após alguns minutos sinto dor chegando mesmo a deixar de sentir prazer. Será que existe algum motivo? Será uma reacção normal?
Susana
 
Cara Susana,
 
Pela informação que me dá penso que pode estar a sentir uma reacção normal à estimulação que o seu namorado lhe faz. O clítoris é um órgão sensível e que é essencial no prazer feminino, mas não há uma maneira certa de o estimular, nem todas as mulheres gostam de lhe tocar da mesma maneira. A estimulação pode ser feita segundo certos movimentos (vertical, horizontal, circular), pode ser acompanhada ou não de penetração vaginal (com os dedos, a língua, o pénis, ou mesmo brinquedos eróticos), a um certo ritmo (mais ou menos lento, mais ou menos repetitivo) e as variações destes devem respeitar a sua vontade e excitação momentânea. Pode acontecer que perca a lubrificação natural a dada altura, o que pode levar a alguma dor. Pode ter lubrificante adicional para estas situações, de preferência à base de água para que seja compatível com o preservativo, caso o utilizem.
Encontre uma forma de exprimir ao seu namorado como gosta de ser estimulada: pode falar-lhe sobre isto ao ouvido, mostrando-lhe como gosta que ele faça e em que momentos lhe magoa, ou oriente-o com as suas mãos, corpo e sons de prazer. Todos os casais têm de aprender a dar e a receber prazer um do outro – e a comunicação é essencial para esta aprendizagem.
Se ainda assim continuar a sentir desconforto ou dor com a estimulação, procure ajuda sexológica especializada ou falar com o seu ginecologista.

“Sexo na terceira idade faz mal?”

“Tenho 65 anos e sou viúva. Há um ano e meio que namoro um senhor de 59 anos de quem gosto e com quem me sinto bem. Damo-nos muito bem e temos uma vida sexual bastante boa, no entanto as pessoas criticam-nos dizendo que somos “velhos demais” para essas coisas e que devíamos ter juízo. Será que eles têm razão?

Mariana, Coimbra

 

Cara leitora,

ao contrário do que algumas pessoas mais jovens possam pensar, muitos homens e mulheres entre os 50 e 80 anos de idade continuam a ter relações sexuais, havendo mesmo quem afirme que sentem mais prazer agora do que quando eram mais novos. Há pessoas que reduzem a sua actividade sexual nessas idades, mas por vezes isso é devido à dificuldade em encontrar parceiro, ou deve-se a pressões sociais como aquelas de que a leitora está a ser alvo, tabus pessoais que defendem que não é correcto ser sexualmente activo, ou mesmo preocupações de saúde que consideram que o sexo pode causar doenças. É difícil estimar a actividade sexual em indivíduos de idades mais avançadas, pois tal como os adolescentes, eles tendem a reprimir e esconder a sua vida íntima com medo de serem criticados. Não se preocupe com aquilo que os outros pensam pois provavelmente têm ciúmes da sua relação. Aproveite a boa disposição do seu companheiro, divirtam-se e vivam a vossa relação da forma que vos trouxer mais felicidade!

 

Dicas Sexuais

 "Beijos delicados evocam uma ternura amorosa, estabelecem confiança e permitem a cada parceiro perceber que não há necessidade de se apressarem numa excitação intensa de imediato."

 

(Segredos do Sexo, Michelle Pauli)

 
 

“Nunca consegui ter um orgasmo…”

 

 “Já estou há três anos a morar com o meu o namorado e nunca consegui atingir o orgasmo. Será que tenho algum problema?”

 

Tânia, Faro

 

Cara leitora,

Atingir o orgasmo depende muito de mulher para mulher e das situações em que sente o prazer. A maioria das mulheres não atinge o orgasmo com a penetração, mas mais facilmente com masturbação, com sexo oral, com estimulação do clítoris… não valorize demasiado a questão de atingir ou não o orgasmo, pois a sua atenção irá desviar-se do prazer e não se entrega às sensações físicas, tirando menos satisfação daquilo que sente.

Como não sei se alguma vez terá sentido orgasmo é difícil responder-lhe, mas procure como gosta do prazer na masturbação sozinha, acaricie-se e à sua vagina – se a leitora souber do que gosta melhor poderá guiar o seu parceiro ou parceira nessa descoberta.

 

Sexo entre mulheres

G

Gostaria de saber se a prática de sexo entre mulheres é mais segura do que entre homens, ou homens e mulheres?

Joana, Porto

Cara leitora,

Realmente a percentagem de mulheres que tem relações sexuais exclusivamente com outras mulheres que contraíram o vírus da SIDA é mais reduzida do que qualquer outro grupo. No entanto as lésbicas podem contrair infecções sexualmente transmitidas da mesma forma que homens homossexuais ou indivíduos heterossexuais, devido à troca de fluidos e da utilização de vibradores e outros brinquedos sexuais. Por isso, a prática de sexo seguro é recomendada até entre mulheres pois só dessa forma uma pessoa se pode proteger.

Boas Maneiras de utilizar o Preservativo Masculino

 

 

Hoje, no Dia Mundial de Luta Contra a SIDA
Seja solidário e apoie a prevenção do VIH/SIDA e não discrimine os seropositivos.
Pratique sexo seguro!

 

Boas Maneiras de Utilizar o Preservativo Masculino 

 

Usar a boca

Ponha-o com a boca – ele irá adorar! Docemente chupe o reservatório da ponta com os lábios, sem morder e verificando se fica sem ar e depois desenrole ao longo do pénis, lambendo-o. Pode praticar num vibrador ou dildo, ou mesmo num vegetal, como um pepino antes de o fazer nele.
Semáforo verde
Pense nos preservativos como o sinal de que vai ser penetrada/o – o verde dos semáforos! Abra o pacote com intencionalidade, como um sinal de que se sente pronto para avançar. Ande com um ou outro preservativo consigo e mostre-o ao seu parceiro ou parceira, para ilustrar que se sente excitado e desejoso só de antecipar o momento.
Ponha-o o lentamente
Se tem relações sexuais com um parceiro fixo, a investigação mostra que os preservativos finos ou sensíveis têm tanta probabilidade de se rasgar, quando usados no sexo anal, como os outros preservativos. Então, compre preservativos extra-finos se assim o desejar e aproveite a proximidade!
Cala-te e faz!
Uma mulher confessou que estava farta de ter relações com homens que se queixavam de usar preservativo. Quando foi para a cama com o namorado a primeira vez e ele pôs o p preservativo com força e convicção em si mesmo, ela ficou mesmo excitada! Percebeu que havia ali homem…
Menos sujidade
Muitas mulheres admitem timidamente que gostam da menor sujidade que os preservativos masculinos trazem. O esperma fica guardado e não escorre para a cama ou para fora delas!
Mais sujidade
Ver um homem a atingir o orgasmo também pode dar muito prazer…Na próxima vez que estiver a ter sexo com o seu parceiro, peça-lhe para retirar o pénis antes de atingir, tirar o preservativo e vir-se nos seios, nas costas, na cara…Irá sentir o quente do orgasmo em si!
Utilize-o para mais que isto
Não tenha vergonha de ser criativa/o! Invente, pergunte aos seus amigos e amigas as melhores experiências que tiveram com preservativos e reutilize as suas ideias! Desde excitar o parceiro/a com masturbação sem penetrar, com a glande protegida pelo preservativo, a oferecer gelados de prazer como sobremesa, com preservativos de aromas, explore as formas e feitios dos preservativos para maior excitação, explore as potencialidades dos lubrificantes compatíveis, …nada é demais nem proibido – desde que se divirtam!

 

Texto com base em 

http://www.thepleasureproject.org/
 

Ingerir esperma faz mal?

Boa tarde,

Tenho duas questões para as quais gostaria de ser esclarecida, se possível.

  1. Faço sexo oral frequentemente e gostaria de saber se engolir o esperma faz mal.
  2. Tenho 46 anos e entrei na menopausa. Desde Setembro último que não tenho
         menstruação. Ultimamente tenho relações sexuais sem protecção. Será que
         corro algum risco?

Desde já agradeço uma resposta a estas 2 questões.

Cumprimentos

Maria José

 

Cara Maria José,

 

O esperma é constituído por espermatozóides (os gametas masculinos), líquido prostático (como o próprio nome diz, líquido produzido pela próstata), líquido seminal (da vesícula seminal) além de ácidos ascórbico, cítrico, úrico, láctico e pirúvico; contém também frutose, potássio, colesterol, ureia, magnésio, zinco e vitaminas B12, E e C. Não lhe faz mal à saúde engolir, embora seja importante
saber que o vírus do VIH/SIDA pode ser transmitido de tal maneira, pelo que deve evitar engoli-lo, especialmente se a pessoa a quem está a fazer sexo oral nunca fez um teste e lho mostrou.

Em relação às relações sexuais desprotegidas, se o risco de engravidar é diminuto, por estar na menopausa e dar sinais de não fazer a ovulação, o risco de contrair infecções sexualmente transmissíveis não diminui, pelo que lhe recomendo que utilize preservativo nas relações sexuais e se certifique que este está bem colocado

Rapidinhas

Fotolia_67774782_Subscription_Monthly_M.jpg

 

Sexo oral para a mulher

Porque o amor é dar e receber, peça ao seu parceiro que ofereça um mimo especial. Uma dica: "esqueça-se" da revista aberta nesta página em cima da mesa e deixe que ele a veja quando estiver sozinho. Se não resultar, experimente sussurrar-lhe ao ouvido, com voz quente "quero sentir a tua língua em mim… agora!" ou, numa abordagem menos direta, diga-lhe que adora os beijos dele, e que gostava ainda mais de os sentir noutra parte do seu corpo. Oriente-o e partam à descoberta deste momento tão íntimo e que vos irá dar tanto prazer.

 

Para a levar ao sétimo céu…

* Faça-lhe cunnilingus, é a técnica utilizada nas mulheres. O homem deve começar por acariciar e beijar o corpo a partir da boca e no sentido descendente, ou estando deitado por baixo da mulher e começando por beijar, lamber e cheirar as suas pernas e interior das coxas, usando as mãos para acariciar o exterior das coxas.

* Movimente as mãos ao longo da virilha e acaricie gentilmente os pelos púbicos. As coxas começarão a abrir-se ainda mais com a excitação, revelando os lábios interiores e exteriores da vagina.

* Afaste os grandes lábios e descubra o clítoris, mova suavemente a língua para a frente e para trás, para dentro e à volta da área. Chupe a ponta do clítoris delicadamente.

* Insira um dedo dentro da vagina, depois lubrificando a área do clítoris com saliva, continue a lamber. Varie a velocidade.

 

Beijo à "francesa"

Peça ao seu mais-que-tudo que repita "em baixo" exatamente o mesmo que faz com a sua boca…

"Gelado do amor"

Peça-lhe que imagine que está a comer um cornetto e que a sua língua reproduza os mesmos movimentos de quando está a lamber o fundo do cone de bolacha…

Espasmos de prazer

Quer seja ao lamber, quer seja ao chupar, as diferenças de intensidade e de ritmo provocam espasmos de prazer.

Quente e frio

Soprar ar quente, afastar-se da entrada da vagina e soprar ar frio.

Intenso

Com a língua, entra e sai da vagina ou da parte interior dos lábios, "penetrando-a".

“O que é a ejaculação retardada?”

“Já tenho ouvido falar sobre a ejaculação precoce e estou mais ou menos esclarecido sobre o tema. No entanto, sei que também existe a ejaculação retardada, e gostava que me explicasse o que é…”
 
Sérgio - Coimbra
 
Caro Leitor,
A ejaculação retardada é o oposto da ejaculação precoce, a qual se manifesta com menos frequência. Como tal, os homens têm dificuldade em atingir o orgasmo por uma série de causas, que podem ser físicas ou psicológicas. Se o homem estiver sob o efeito de bebidas alcoólicas, drogas ou medicamentos, estas situações podem ocorrer, pelo simples facto destes produtos retardarem os reflexos. Outra das causas possíveis é o homem retardar deliberadamente a ejaculação, na esperança de que a parceira atinja o orgasmo ao mesmo tempo. Por fim, as preocupações que o homem possa sentir no momento da relação sexual também dificultam, consequentemente, a própria erecção e a respectiva ejaculação. Não existe nada mais sensato, em qualquer caso, do que uma boa comunicação entre parceiros para poderem ultrapassar todos os obstáculos que possam surgir.