Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Não quero que a minha mãe saiba que já não sou virgem.”

 

“Tenho 15 anos, namoro há seis meses e perdi a virgindade há dois. Ele usa preservativo como precaução, mas eu gostava de começar a tomar a pílula. Disse à minha mãe e ela quer ir comigo ao ginecologista dela. Só que eu não quero que ela saiba que não sou virgem. O que devo fazer?”

 

Tatiana, Porto

Cara Leitora,

A sua opção em consultar um especialista é bastante sensata e demonstra já alguma maturidade da sua parte. Ainda bem que adoptou essa postura porque a escolha de um método contraceptivo, e neste caso a pílula, deve ser algo ponderado e com avaliação médica.

O principal objectivo do uso da pílula é impedir a ovulação, evitando assim a gravidez. Aproveite a sua ida ao médico para se informar sobre outros métodos anti-concepcionais.

No mercado pode encontrar inúmeras marcas deste contraceptivo com diferentes dosagens e/ou combinações de hormonas. Assim sendo, cada mulher deve tomar a pílula que melhor se adequa ao seu organismo.

Em relação ao que mais a preocupa, que é a presença da sua mãe na consulta de ginecologia, converse com ela e dê-lhe a perceber que existem certos aspectos da vida em que deve respeitar as opções de cada um, bem como a sua privacidade. Gradualmente, faça com que ela compreenda o seu ponto de vista e quando tiver o à vontade suficiente para contar que já não é virgem, faça-o. Afinal, a sua preocupação demonstra alguma maturidade da sua parte.

Vá ao centro de saúde da sua região, marque a sua consulta e dissipe as suas dúvidas. Evite conflitos desnecessários com a sua mãe.

Fique tranquila que o sigilo é algo fundamental na profissão de médico.