Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

-“Ainda tenho idade para iniciar a minha vida sexual?”

 

 

Frequento um centro de dia, no qual
conheci uma pessoa muito interessante e com a qual tenciono contrair
matrimónio. A idade de ambos já pesa, eu sou virgem e tenho algum receio de só
agora iniciar um relacionamento sexual. Que cuidados deverei ter para iniciar
esta relação?

 

Armelinda - Fontanelas

 

 

Cara Leitora,

Apesar
de se dizer que, com o avançar da idade, já não se aprende nada de novo, eis a
prova de que a excepção faz a regra! Para tal é necessário que consulte um
médico ginecologista, afim de ser examinada o melhor possível, pois um dos
problemas mais prováveis de surgir será, por certo, a dificuldade na ruptura do
hímen. Esta poderá ser resolvida com uma pequena intervenção cirúrgica, de modo
a que não exista nenhum obstáculo à entrada da vagina. Outro problema que
poderá surgir é a lubrificação da própria vagina que, com o passar dos anos,
deixa de ser tão lubrificada, e consequentemente mais sensível, o que não se
verifica em idades mais precoces. Provavelmente, será necessário efectuar um
tratamento de substituição com hormonas femininas, de modo a compensar o seu
organismo. Todas estas questões e problemas que se apresentam nesta fase, podem
ser ultrapassados quando existe, de facto, um verdadeiro sentimento de afecto e
harmonia capaz de superar os obstáculos que se apresentam. É bonito saber que
ainda existem pessoas capazes de agarrar as oportunidades que a vida lhes dá,
vivê-las e transformarem-nas em felicidade. Nunca é tarde para iniciar uma nova
vida!

-“Tenho medo de apanhar uma doença transmitida sexualmente”

 

 

“Comecei a namorar há 8 meses e agora o
meu namorado quer ter relações sexuais, mas eu não quero porque acho que o sexo
é um acto sujo e tenho medo de apanhar alguma doença sexualmente transmitida. ”

 

Mariana, Benfica

 

 

 

Cara Leitora:

O iniciar da vida sexual é algo bastante importante que causa bastante
nervosismo, por isso aconselho-a só a ter relações sexuais quando se sentir
preparada. Converse com o seu namorado e explique-lhe como se sente em relação
a este assunto. Pois, sexo é algo saudável, bonito que deve ser partilhado com
alguém de quem gostamos bastante, e quando sentirmos que estamos preparados
para isso. Enquanto achar que o sexo é um acto sujo, não se sentirá à vontade
para o realizar. Os fluidos vaginais são completamente normais e fazem parte do
processo reprodutivo sem o qual não existiriamos. Estes são produzidos de forma
semelhante à saliva da boca cuja função é ajudar na digestão, e neste caso, as
secreções vaginais servem para a lubrificação, para que as relações sexuais não
sejam dolorosas e para uma flora vaginal saudável. Com o sémen, a situação é a
mesma, este é composto por secreções que auxiliam a lubrificação e a deslocação
dos espermatozóides. Quanto à questão de apanhar algumas doenças, quando se é
sexualmente activo há sempre essa possibilidade, mas há formas de se proteger,
por exemplo, o casal fazer exames médicos regulares e usarem sempre o
preservativo.

Estarei Grávida?

 

 

 

A menstruação está atrasada 10 dias, fiz um exame
de farmácia e deu negativo, mas sinto muitas dores de cabeça e dores nos
ovários, isso pode ser sintoma de gravidez?

 

 

Ana, Ilha Terceira

 

 

Cara leitora,

Os sintomas que descreve podem ou
não ser sinal de gravidez, mas uma vez que a sua menstruação está atrasada 10
dias, e se a leitora é sexualmente activa, aí então pode existir a
possibilidade de estar grávida. Apesar de ter feito o teste de farmácia e este
ter dado negativo, não significa que não esteja grávida pois os testes de
farmácia não são 100% seguros e exactos, por isso consulte o seu médico e peça
para este fazer um teste de gravidez mais preciso. Se continuar a dar negativo
e os sintomas persistirem, converse com o seu médico para que ele a ajude a
descobrir a causa dos seus sintomas.

 

“Ele quer que eu me depile na zona púbica”

 

“O meu
namorado ultimamente tem-me pedido para que eu depile a zona púbica por
completo, mas eu não sei se lhe devo fazer a vontade.”

Teresa

 

 

 

Cara
Leitora,

E de louvar o bom relacionamento que a leitora
mantém com o seu namorado, uma vez que ele se sente à vontade para lhe revelar
as suas fantasias e preferências a nível sexual. No entanto, é importante que
ambos os parceiros estejam de acordo com o acto, o que não parece ser o caso,
pois a leitora parece estar um pouco indecisa. Neste sentido, antes de tomar
qualquer decisão em relação a esta fantasia, ou a qualquer outra que o seu
namorado sugira, pense no seu bem-estar primeiro e se está disposta a realizá-la
ou não. A leitora não deve fazer nada com que não se sinta à vontade. No caso
de depilar a sua zona genital por completo, a vantagem é que a depilação não é
definitiva, por isso a leitora pode experimentar e ver como se sente, se não
gostar da sensação, espere que os pêlos voltem a crescer e não o faça novamente
de futuro.

Duvidas “ Prevenção sexual”

Tenho 45 anos e o meu médico
aconselhou-me a fazer uma vasectomia. Eu e a minha esposa  temos algum receio de ela ao tomar a pílula
engravidar e já com esta idade era uma gravidez de risco. Também não queremos
que ela seja sujeita a uma intervenção mais dolorosa e penosa. Será que depois
de fazer uma vasectomia não conseguirei ter o mesmo desempenho como
actualmente.

 

 

Caro Leitor:

 

A vasectomia é uma pequena
cirurgia para a esterilidade planeada, não significa impotência. A vasectomia
é, na realidade, uma pequena cirurgia, que demora cerca de 20 a 30 minutos e é
feita com anestesia local, para que não haja dor. Na cirurgia executa-se dois
pequenos cortes no escroto de forma a cortar o canal, conhecido como canal
deferente, de cada um dos lados e atar as extremidades. Muitos indivíduos do
sexo masculino optam  por este tipo de
cirurgia para que  a sua esposa e/ou
parceira não seja submetida a uma operação muito maior e muito mais séria,
chamada esterilização feminina.

Isto significa que, embora os
espermatozóides continuem a ser produzidos nos testículos, já não conseguem
percorrer o caminho até ao pénis. No entanto, não se verifica nenhuma alteração
no desempenho/ performance sexual, nem tão pouco a perda do desejo sexual.

Qualquer indivíduo que seja
submetido a uma vasectomia continua a ter ejaculação, tal como antes e
inclusivamente, o sémen parece exactamente igual.

Fantasias

“A minha mulher entrou na menopausa”

 


 

“A minha mulher está na Menopausa e ouvimos falar de terapia de substituição hormonal. Gostava de saber mais a respeito dessa terapia uma vez que não sei muito sobre o assunto.”

 

Gonçalo, Bragança

 


Caro Leitor,

 

Todas as mulheres, mais tarde ou mais cedo, chegam a uma fase de desenvolvimento, no qual os ovários deixam de produzir as hormonas Progesterona e Estrogénio, ao qual se chama Menopausa. Existem vários sintomas que são mais ou menos evidentes e que podem mesmo provocar alguns problemas de saúde, tais como a redução de densidade óssea. A terapia de substituição consiste exactamente na substituição das hormonas que os ovários deixaram de produzir. Claro está, que cada pessoa é diferente, logo a quantidade de hormonas deve variar de pessoa para pessoa, devido à forma como actuam no organismo, ou seja, uma determinada dosagem é benéfica a uma determinada mulher mas poderá ser prejudicial a outra. Assim deverá dirigir-se ao seu médico para que, em conjunto, possam experimentar os diferentes tipos e dosagens de Estrogénios, a fim de conseguirem chegar à dosagem que melhor se adequa ao organismo da sua mulher. Existem, no entanto, algumas mulheres que não podem fazer a terapêutica de substituição devido a problemas de saúde, por isso aconselhe a sua mulher a consultar um médico que a possa elucidar a respeito dos riscos associados a esta forma de terapia.

Pág. 3/3