Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Não sei qual será o comportamento mais adequado, depois de fazer amor..."

“Não sei como reagir
depois de fazer amor? Devo ficar deitado com a minha namorada? Ou será melhor
falar sobre o que fizemos?....”

 

Caro leitor:

Cada pessoa é um caso único, por isso não existe uma regra para
a postura a tomar, depois de fazer amor. Para a mulher o acto sexual é algo
muito íntimo carregado de valor sentimental, por isso muitas mulheres gostam
que o seu parceiro demonstre carinho, que as abrace, depois de terminada a
relação sexual. Mas a melhor forma de saber o que fazer é conversar com a sua
parceira sobre isso, comunicação é a chave!!! Falar sobre o que fizeram parece
uma óptima ideia…pergunte-lhe como ela se sente, o que lhe deu mais prazer…o
que gostariam de experimentar da próxima vez…enfim,…descubra aquilo que o faz a
si e a ela sentirem-se mais confortáveis, e faça-o. Um conselho: O que nunca
deve fazer é levantar-se e ir embora; falar da sua ex-namorada, ou deixar a sua
parceira sozinha para ir ver futebol!!!!

“Solução cirúrgica para clítoris pequeno?”

“A minha parceira tem o clítoris muito
pequeno e não consegue atingir o orgasmo. Há alguma forma de corrigir isso? Talvez
através de cirurgia?...”

 

Caro leitor:

O
tamanho do clítoris de uma mulher, como o do pénis de um homen, é uma variação
normal da anatomia humana e não está de forma alguma relacionado com o tipo de
prazer atingido durante o acto sexual, ou o número de orgasmos. O clítoris é
uma zona muito sensível que possui uma densa concentração de nervos, por isso a
cirurgia não é o mais indicado.

Não
há nada de errado com o tamanho do clítoris da sua parceira, que tal em vez de
se preocupar com aspectos anatómicos, se concentrar no processo de exploração
do prazer? As mulheres são muito diferentes entre si, e podem atingir diversos
tipos de orgasmo de formas bastante diferentes. Deixe que ela lhe diga o que
lhe dá maior prazer, sem a pressionar. É importante lembrar que sexo não é
apenas o orgasmo, é todo um grupo de sensações. Por vezes as pessoas colocam
tanta pressão no “final”, que fazer amor começa a parecer uma expedição em
busca do orgasmo e não um cruzeiro de prazer!!!!

Melhore a sua Saúde Sexual

Nada é mais sexy que uma mulher saudável, e você não tem que ser muito
forte ou musculada para parecer saudável e sexy.         Fazendo exercício uns minutos por dia e uns minutos adicionais
antes de um encontro, os seus músculos parecerão bem definidos e vai parecer
escultural. Espreguiçar-se, vai relaxa-la e fá-la sentir mais confiante.
Certifique-se que mantém sempre a sua postura correcta pois se estiver direita,
vai parecer mais alta e magra. O seu estômago também  parecerá liso e o seu peito maior.

            Você deve relaxar todos os dias. Não
deixe que a dor e a tensão se instalem. Deitada, simplesmente, na sua cama com
uma almofada debaixo dos seus joelhos e vá descontraindo cada parte do seu
corpo, uma de cada vez. Faça isto depois do trabalho e antes de começar
qualquer outra actividade. Isto vai rejuvenesce-la e dar-lhe mais energia.
Massaje o seu pescoço e os seus ombros com um creme hidratante e suavemente vá
rodando a sua cabeça circularmente, primeiro numa direcção e depois noutra.

            Use estas simples sugestões sempre
que precisar. Imagine somente o bem-estar e a vitalidade que vai transpirar
quando cumprimentar o seu par. Não fique obcecada com as suas curvas. Você pode
se sentir imperfeita – mas ele não acha. Ele pensa que você é maravilhosa. Se
for simples e confiante, toda a gente a vai achar bonita tal como ele. Você é a
sua deusa, comporte-se apropriadamente.

Alongamento da Anca: Deite-se de
costas com os joelhos arqueados. Ponha o seu pé esquerdo na coxa direita, com a
perna esquerda afastada. Puxe a sua perna até ao peito por 20 a 30 segundos.
Depois alterne. Faça isto três vezes em cada lado.

Alongamento da perna: Sente-se
no chão com as suas pernas numa posição em V. Depois, devagar vá dobrando o
corpo e tente tocar nos dedos dos pés. Não flicta os joelhos e não exagere. Não
balancei o corpo para se tentar dobrar ao máximo. Faça isto durante 30
segundos, e depois erga-se novamente.

 Agachamentos.
Mantenha-se de pé com os seus pés na direcção dos ombros, e de braços
esticados para a sua frente. Estique a anca e as costas e flicta os joelhos ao
mesmo tempo. Depois volte a endireitar as pernas. Repita isto 20 vezes.

 

Inclinações: Sente-se numa
cadeira contra a parede. Agarre a parte da frente da cadeira com a sua mão.
Flicta os seus cotovelos até um ângulo de 90 graus, baixe o seu corpo, e depois
levante-o, mantendo sempre as costas direitas. Repita 20 vezes.

Apertar as nádegas: Sempre que
espera numa fila, sentada ou olhando uma montra, vá apertando as sua nádegas.
Faça umas 10 vezes em cada situação. Tente fazer isto pelo menos 50 vezes por
dia, e o seu rabo agradece em muitos aspectos.

Uma medsitação só para si : Faça meditação antes de ter um
encontro, uma entrevista, ou em outra ocasião que necessite de ajuda extra. Dê
a si própria alguns minutos para meditar isso, e repetir a oração que lhe vou
indicar. Tem que estar segura e gostar de si própria. Antes de sair diga a si
própria “ Não há ninguém como eu. Eu sou
a única pessoa que faz pequenas coisas de um modo correcto. É o que ele gosta
em mim. É o que eu gosto em mim própria”.

. Coloque-se à frente do espelho.

. Mantenha as suas costas direitas,
pescoço erguido, queixo levantado, estômago para dentro.

. Feche os olhos e comece a respirar
pelo nariz, e deixe sair pela boca, inspire e expire.

. Respire e relaxe.

. Repita o exercício de respiração três
vezes.

. Agora, abra os olhos um pouco e
levante o queixo um pouco, como se estivesse a levar com um suave vento.

. Olhe para a sua cara – a profundidade
das suas bochechas, a suavidade dos seus lábios.

. Faça um sorriso e admire-se.

. Belisque as suas bochechas para
ganharem cor e sorria para si própria em paz.

. Ache-se linda.

“O meu namorado tem horror ao tema casamento”

 "Namoro à 7 anos, e gosto bastante do meu namorado, mas ele evita sempre falar
em casamento, o que me deixa bastante incomodada e confusa pois já estou a
entrar numa fase da minha vida em que construir família se está a tornar a
minha maior prioridade, o que devo fazer?"

 

 

Cara leitora,

Compreendo
a sua frustração, mas acredite que isso não acontece só consigo, muitas
mulheres se queixam do mesmo. O homem por natureza é um caçador, precisa saber
que ainda pode caçar, mesmo que opte por não o fazer devido a estar numa
relação, por isso o casamento é tão assustador para alguns homens. Para eles,
casar significa deixar de caçar, ou seja, tomam consciência que nunca mais vão
dormir com outra mulher, e não se sentem preparados para isso. Parece ser esse
o caso do seu namorado, é obvio que ele não tem qualquer intenção de se casar
tão cedo, pois se tivesse ele próprio puxaria o assunto. Avalie a relação e
faça o que for melhor para si, caso procura alguém com quem partilhar a sua
vida e iniciar uma família, parece-me que não está com a pessoa certa. Tenha
uma conversa franca com ele e veja o que ele tem a dizer sobre o assunto!

“ A minha esposa não consegue fazer amor de luz acesa”

" A minha esposa só
consegue fazer amor de luz apagada o que me incomoda bastante. Que devo fazer
para convence-la do contrário"

 

Caro
leitor

Fale
com a sua esposa abertamente, pois segundo diz essa situação incomoda-o muito
chegando mesmo a evitar que tenha relações com ela, não deixe que algo tão
simples de resolver interfira na vossa relação.

Seja
sedutor e diga a sua esposa que o facto de terem a luz apagada não deixa que
ambos vejam as suas feições de prazer, o que se pode tornar bastante erótico.
Imagino que ela não será tão egoísta ao ponto de lhe negar o pedido. Tentem
encontrar uma forma de resolver a situação que agrade aos dois.

O que é a Cozinha de sedução?

Cozinhar e
sedução são artes deliciosas que envolve cabeça, mão e coração. Os bons amantes
são inspirados pela paixão, como são os grandes chefes. Como pode estimular o
apetite do seu parceiro? Com a culinária de sedução, definida pela utilização
de receitas de fácil preparação, permitem que o cozinheiro passe menos tempo na
cozinha e mais tempo envolvido no amor. Explorando comidas que puxem pela
sensualidade, sabor, cheiro e toque. Através desses menus a experiência do jantar
torna-se numa orgia culinária. Escolha pratos que saciem mas que não enfartem.
Escolha comidas que o faça desejar por mais…..comida ou sexo!

            Comidas sedutoras fazem-nos sentir
mais enérgicos, promovendo uma sensação de bem-estar e aumento do vigor. Por
coincidência, as comidas há muito consideradas afrodisíacas são aquelas que têm
uma vibração refrescante, evocações visuais, aromas e os nutrientes necessários
para melhorar o desempenho sexual. Os afrodisíacos resultam mesmo? Bem, nem
todos estão provados cientificamente, mas lembre-se que a imaginação pode ir
longe na arte da sedução, servindo estas comidas sexy com um ambiente
provocante leva um amante na conversa.

            Para além disso, servir com um forte
sentido de humor e num sentido saudável vai provocar a melhor recompensa. Seja
curiosa. Experimente coisas novas. Ponha as suas mãos obscenas. Use uma venda
de olhos. Namore. Vista –se. Dispa-se. Não vista nada…aparecer nua com a
sobremesa faz com que tudo se mova na direcção certa.

 

 

Princípios Sedutores: Torne-se Ardente

 

            Torne as coisas quentes,
descontrole-se  com estes brilhantes
indicadores. Você até poderia usar estes princípios e fazer deles a experiência
máxima do seu jantar, preparando um buffet com petiscos luxuosos.

            Programe a sua noite de sedução.
Apague as luzes e acenda muitas velas. Crie uma iluminação exótica, adornando
com tecidos as lâmpadas. A lareira acesa aquece as coisas, seja qual for a
estação, ou uma brisa balançado as cortinas numa noite quente encanta o
ambiente.

            Monte uma mesa elegante com um
simples arranjo floral para criar um ambiente romântico. Mas não se limite. Um
sofá com almofadas macias e uma mesa baixa com um buffet de entradas pode ser
confortavelmente sensual. Ou melhor ainda, salte da mesa de jantar, prepare uma
mesa revestida  com pétalas de rosa na
sua cama, e explore os prazeres das comidas.

            Planeie a sedução: comece pelo menos
duas horas antes a chegada do seu namorado. Carne. Peixe marinado. Puré.
Preparar, lavar, cortar, respirar. Seleccione a sua musica favorita. Ponha a
mesa. Relaxe.

            Renda-se à magia dos aromas. Use
velas aromáticas de baunilha (relaxante), ou canela (hilariante). O cheiro da
culinária também excita. Alho cozinhado, pimenta, cebola especiarias…um quarto
com aromas evoca excitação sensual.

            O que beber com o seu menu sedutor?
Bem, não é muito. Como Porter disse em Macbeth de Shakespeare’s, “o álcool
provoca desejo, mas prejudica o desempenho”.

 

            Por ultimo, use a empatia quando
cozinhar para o seu namorado. Seja sensível às aversões da comida e alergias.
Nada pode estragar mais o ambiente como o som de “Ugh” Eu detesto espargos”, ou
um caso de urticária.

            Que deliciosa forma de injectar a
seta do Cupido. Deixe a sedução começar!

“ Tenho a imaginação sexual muito apurada!”

“ Sou casada há 1 ano e gosto
de variar as posições sexuais sempre que faço amor com o meu marido, mas por
vezes isso incomoda-o e acha que sou demasiado obcecada por posições sexuais.
Será que sou mesmo ou esta minha tara é frequente nos casais?”

 

Cara
leitora

É
muito difícil definir o que é ou não normal para cada pessoa dentro da sua vida
sexual. A sexualidade não se limita ao acto sexual em si, sexualidade é um mar
de sensações, pensamentos, sentimentos, gostos e cheiros que variam de indivíduo
para indivíduo, fazendo com que cada um de nós seja único! Na minha opinião,
tudo é normal desde que seja entre adultos, seja consensual e não cause danos
físicos ou emocionais.

Parece-me
que a leitora está muito mais confortável com a sua sexualidade do que o seu
marido. Converse com ele abertamente acerca desse assunto e explique-lhe que a
monotonia só estraga as relações!

“ A minha esposa só pensa na sua satisfação pessoal”

 “ A minha
esposa é uma pessoa muito sensível e só pensa nela e na sua satisfação pessoal.
No principio parecia-me normal pois as mulheres são por natureza muito
sensíveis, mas esta situação está a tornar-se insuportável, pois ela esta
sempre a lamentar-se e esquece-se de mim. O que hei-de fazer?”

Caro Leitor:

Realmente isso
pode ser bastante aborrecido. A mulher ideal seria aquela que é capaz de
expressar as suas emoções e de ouvir o seu parceiro fazendo-o sentir-se amado e
compreendido. Mas no seu caso a sua esposa é um pouco egoísta e insegura com
ela e com todos aqueles que a rodeiam, principalmente consigo. Mas contudo o
leitor poderá tentar mudar a forma de estar na vida da sua esposa, conversando
com ela abertamente, quem sabe se não existirão problemas mais profundos que a
fazem comportar-se dessa forma, e ela ainda não conseguiu falar directamente
consigo acerca desse assunto.

O Prazer dos Afrodisíacos

Para assegurar a
sobrevivência das nossas espécies, a questão do sexo e da comida são as
necessidades básicas humanas. A procura da felicidade erótica, e a caça de
substancias que promovam isso, é uma área tão antiga como o aparecimento da
civilização.

 

Mostraremos como
identificar afrodisíacos que estão cientificamente provados e a conduzi-lo a
criar deliciosas refeições afrodisíacas, rápidas, simples e fáceis, para que
tenha muito tempo e energia para a sobremesa. Também incluímos comidas que são
historicamente conceituados para melhorar o desempenho sexual, mas ainda não
passaram pela rigorosa avaliação cientifica.

 

Cozinhar e comer
é como fazer amor. Os mesmos cheiros e sensações, vista, sabor, ouvir e tocar –
têm um papel importante na cozinha e no jogo da paixão. Só por cozinhar uma boa
refeição, está a entrar num acto erótico.

E mais,
afrodisíacos e sexo são realmente bons para si.

Muitos estudos
científicos mostraram que o aumento da vida sexual e boas relações promovem o
bem-estar.

 

 

Desde o inicio dos tempos até hoje

 

            Os afrodisíacos têm feito parte da
existência humana e do regime humano desde o início dos tempos. Os caçadores
africanos devoraram órgãos crus de leão. Os romanos preferiam pénis de lobo
selvagem e sémen de crocodilo, e os egípcios, serpentes venenosas. Parar
assegurar a virilidade na noite de núpcias, os noivos prussianos comiam
testículos de boi, javali ou urso. Hoje, pénis de tigre ou chifres de
rinoceronte ainda são considerados afrodisíacos na China. Os melhores amantes e
os escritores mais apaixonados enfatizaram o poder dos afrodisíacos.

            Qualquer refeição é uma ocasião para
celebrar a sensualidade e brindar ao amor, romance, família, e vida. Boa comida
servida numa cama de romance conduz à felicidade, saúde, longitude, amor, vida
sexual satisfatória.

 

Desde o bolo de carne até ao bolo de
queijo

 

            Comida e sexo estão intimamente
ligados aos nossos corpos e mentes. Mesmo a nossa linguagem associa comida e
sexo. Basta considerar termos usados no jogo da actividade sexual – carne, bolo
de queijo, pastel doce.

            Há muitas razões pelas quais os
afrodisíacos tem o poder de inflamar os nossos sentidos, a nossa imaginação, e
aumenta a nossa libido. Os afrodisíacos funcionam em muitos níveis, e vários
factores influenciam: químico, sensorial, emocional, romântico, social e
factores energéticos.

 

O factor químico

 

            Existem dezenas de comidas, as quais
têm se verificado que aumentam a actividade sexual e o nosso apetite sexual e
capacidade. Ao contrário do Viagra, estes estimulantes naturais e reforços
físicos não têm efeitos negativos como dores de cabeça, diarreia, infecções
urinárias. Existem muitas comidas de que falaremos que funcionam como o Viagra
reforçam os níveis da molécula de óxido nítrico, que regulam as erecções.

 

O factor sensorial

 

            Comer é uma actividade íntima,
sensual e sensorial que pode estimular os nossos apetites sexuais se as comidas
certas estão bem preparadas e consumidas. As comidas lembram-nos o sexo por
causa do seu sabor, textura, ou aparência: marisco salgado, por exemplo, sabe e
cheira como os fluidos sexuais. Já para não dizer que é rica em nutrientes que
ajuda a aumentar os níveis hormonais e melhorar a função sexual.

 

O factor emocional

 

            Preparar a comida para cada um, é um
meio de dar e receber amor. Como quando se faz amor, quando alguém cozinha para
si, você sente-se alimentada, e quando você cozinha para alguém, você alimenta
e cuida dele. As emoções manifestadas por uma boa refeição e por um bom sexo
são as mesmas. Sentimo-nos quentes, nutridos, bem cuidados, protegidos,
valorizados, e emocionalmente seguros. Noutras palavras “ amada”! “ O caminho
para o coração do homem, é através do estômago” pode ser um mito, mas é
verdade.

            Memorias, emoções, e os sentidos
estão interligados. Em muitas alturas os factores emocionais e sensoriais
interagem uns com os outros para provocarem reacções extraordinárias.

            O aroma sensorial da comida pode
evocar poder emocional e aumentar as respostas sexuais.

 

O factor romântico

 

            Tentações
são a sua receita para aumentar a criatividade na sua vida, estimular o sexo, e
induzir a terem tempo um para o outro. Explore o nosso livro e descobrirá que
fazer uma refeição romântica, uma ou duas vezes por semana é a chama necessária
para o melhor sexo e para aumentar a intimidade. Combinando um tempo e um
encontro por semana com o seu parceiro, você assegurará um bom tempo juntos. É
excitante, antecipar essa data e divertido pensar como e com quais afrodisíacos
vocês se seduziram um ao outro.

" Engravidar"

Quando é o período fértil? O que fazer para engravidar?
Será que estou grávida?

 Ao contrário da sabedoria popular que diz que “todas” as mulheres estão no
seu período fértil 14 dias após vir o período, o período fértil de facto varia
de mulher para mulher. Nos casos de mulheres que têm um ciclo menstrual
bastante regular, ou seja, que têm o período religiosamente de 28 em 28 dias,
aí sim, o período fértil é 14 dias após ter o período. Nestes casos a mulher
deve ter relações sexuais entre os dias 12 e 16 após vir o período. No entanto
a grande maioria das mulheres, principalmente a partir dos 30 anos, têm ciclos
menstruais irregulares ou mais longos do que 28 dias. Para estas mulheres, o
período fértil corresponde a 14 dias antes de vir o período, ou seja, se o
ciclo menstrual tem 35 dias, a mulher deve ter relações sexuais a partir de 16
dias antes
de vir o período ou 19 dias após ter o período. Se o
ciclo menstrual tem 40 dias, deve ter relações sexuais a partir de 16 dias antes
de vir o período
, e 24 dias após ter o período, e assim em diante. É
aconselhável que o casal tenha relações sexuais durante uns 5 ou 6 dias perto
do período fértil.  É também aconselhável
que a mulher utilize vários métodos de detecção do período fértil além do método
do calendário, tais como Kits de ovulação que podem ser comprados na farmácia.
Estes testes podem testar a urina, saliva ou temperatura, e vão ajudar a mulher
a saber qual a melhor altura para ter relações sexuais de forma a ficar
grávida. É também importante que nem a mulher nem o homem fumem, consumam
álcool ou drogas, e que ambos mantenham um peso saudável, que durmam o
suficiente e apanhem sol com regularidade. Estes factores podem contribuir para
a diminuição da fertilidade tanto feminina como masculina. Se você teve
relações sexuais no período fértil
e suspeita que possa estar grávida,
faça um teste de gravidez.

  

É possível continuar a ter o período mesmo estando
grávida?

 25% das mulheres grávidas tem o que se pode chamar de “sangramento de
implantação”, e muitas delas confundem esse corrimento sanguíneo com a
menstruação, e por isso não descobrem que estão grávidas até vários meses após
a fecundação. Ou seja, alguns dias após a fecundação, o óvulo fecundado vai
implantar-se nas paredes do útero, e este processo pode causar sangramento.
Algumas mulheres têm um corrimento acastanhado e de fluxo variável durante uns
2 ou 3 dias após a implantação. Algumas até sentem dores abdominais semelhantes
às do período, e por isso acham que estão a ter o período. À medida que o feto
se desenvolve e vai aumentando de tamanho, a placenta vai criando raízes mais
fortes que podem também causar corrimento sanguíneo durante os primeiros meses
de gravidez, daí algumas mulheres não saberem que estão grávidas até ao segundo
ou terceiro mês de gestação.

 

Será que estou grávida? Quais os sintomas de gravidez

 Os sintomas de gravidez começam a fazer-se sentir geralmente entre as
3 e 4 semanas após a fecundação do óvulo. Um dos primeiros sintomas é a
ausência do período, seguida de seios doridos e bastante sensíveis, enjoos ou
ânsias de vomitar, e sonolência excessiva. Os enjoos podem ocorrer não apenas
de manhã mas o dia inteiro, e podem ser agravados pela ingestão de determinados
alimentos. Algumas grávidas sentem muitos enjoos após tomar vitaminas com ácido
fólico, é por isso recomendado que tomem as mesmas durante as refeições ou à
noite antes de ir para a cama. Outro sintoma são as tonturas e dores de cabeça que apesar de
serem menos comuns podem também acontecer e são normais. Outro sintoma bastante
frequente durante a gravidez é a vontade frequente de urinar, mas este sintoma
geralmente não se manifesta até vários meses de gestação.  Se você tem
alguns destes sintomas e suspeita que possa estar grávida faça um teste de gravidez.

  

Quando posso fazer o teste de gravidez?

 O teste de gravidez pode ser feito através da detecção da hormona hCG
na urina ou no sangue. O teste de gravidez pode ser feito em casa, na farmácia
ou laboratório. A maioria das mulheres faz o teste de detecção da hormona na
urina através de testes que podem ser comprados na farmácia. Nem todos os
testes têm a mesma sensibilidade. Alguns são capazes de detectar o aumento de hCG
na urina 9 ou 10 dias após a fecundação enquanto que outros testes apenas
detectam a presença desta hormona passados 14 ou mais dias após a fecundação.
Por isso de forma geral, o teste de gravidez de farmácia deve ser feito com a
primeira urina da manhã após o primeiro dia em que a mulher sente a falta do
período (ou seja, aproximadamente 14 dias após a fecundação). Os testes de
sangue podem detectar a presença da hormona mais cedo, e este tipo de teste é
recomendado em casos de mulheres que vão ser sujeitas a cirurgias ou
tratamentos médicos que podem prejudicar o feto, e por isso querem ter a certeza
que não estão grávidas antes de tomarem quaisquer tipo de medicamentos, tirarem
radiografias ou de serem anestesiadas.

Pág. 1/7