Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“A minha amiga foi abusada…”

“ Tenho uma amiga minha que foi abusada
sexualmente na rua e tenho muito medo que me aconteça o mesmo. A minha mãe
sempre me disse, e agora ainda mais, que foi devido à maneira como ela se veste
e se comporta. Será que é mesmo isso que faz com que se seja violada?”

 

Joana – Vilar Formoso

Cara Leitora,

Todas
as mulheres correm o risco de serem violadas e maltratadas durante a vida, tal como os homens, no entanto
estudo realizados referem que, mulheres que sofreram abusos quando crianças e
que observaram cenas de maus-tratos às mães, têm probabilidade de correm maior
perigo. Muito embora, quando imaginamos que uma mulher foi maltratada ou
violada, imaginamos só os danos físicos e sexuais, mas estes abusos podem
também ser emocionais. O abuso sexual é caracterizado por comportamentos
sexuais agressivos que são praticados sem a autorização ou o consentimento da
vítima. Regra geral, o violador ameaça a vítima com força física e objectos, O
abuso emocional é praticado por outra via, nomeadamente as humilhações, as
críticas constantes, a privação de contacto com familiares queridos, muitas
vezes os filhos. A estes abusos dão-se o nome de jogos mentais perversos, que
fazem aumentar a probabilidade de sentimentos de inferioridade, de vergonha e
que podem levar as vítimas ao abuso de substâncias químicas, ou outras, e ao
suicídio de forma a aliviar o sofrimento. Isto não colocar de parte a hipótese
de uma mulher, que tenha sido abusada física ou sexualmente, não o possa também
fazer. Na maior parte dos casos de violação, o violador e a vítima são
conhecidos e estes comportamentos são, geralmente, premeditados. Este assunto
de violação e abuso está, ainda, muito envolvido em mitos antiquados e falsos
conceitos que se tornam ridículos. Como tal, este tipo de comentários de que,
as mulheres atraem a violação/abuso pela forma como se vestem e comportam é
totalmente falso, tal como ofensivo. Tal como são os outros do tipo, as
mulheres secretamente até gostam de serem violadas ou quando uma mulher diz não
quer dizer sim, ou ainda que as mulheres são que deverão controlar os
comportamentos dos homens. Seja de que forma seja, ninguém tem o direito legal
de tocar em ninguém a não ser com o próprio consentimento.

“Só atinge orgasmos quando vê a vizinha da frente a despir-se”

“Tenho uma relação há 6 meses e, sempre
que, temos tido relações sexuais tem sido em casa dele e sempre há mesma hora.
Nunca tinha percebido qual a razão desta “regra”, desde há pouco tempo, notei
que ele só atinge o orgasmo quando vê a sua vizinha da frente a despir-se. Como
é que eu posso lidar com esta situação?”

 

Ivone – Cantanhede

Cara Leitora,

Existem
bastantes pessoas que sentem prazer quando observam cenas eróticas, muito
embora não o revelem aos outros, e que lhes permite fantasiarem sobre essas
mesmas cenas. Muitas vezes estas acontecem à noite, pois desta forma pode-se
observar todas as janelas e nas quais se vislumbram silhuetas de pessoas que se
movem e os comportamentos que têm. A imaginação de tudo o que se passa, faz com
que o observador possa fantasiar, permitindo dar largas a pensamentos eróticos
de cenas escaldantes, estando estas relacionadas com o mundo interior de cada
um. São fantasias sexuais, nas quais a idealização de histórias, de lugares e
personagens estão intrinsecamente relacionadas com o mundo íntimo e próprio,
onde não existem regras nem preconceitos, sendo a desinibição ilimitada. Muitas
destas histórias idealizadas poderão estar relacionadas com necessidades e carências,
que podem ter acontecido durante o desenvolvimento do sujeito, que deixaram
marcas no inconsciente, e que se evidenciam desta forma. As fantasias sexuais,
durante a relação, servem não só como recurso para aumentar e manter a
excitação, como também para tornar o acto sexual diferente da “rotina”,
evitando deste modo que caiam no fracasso. Desta forma, o que poderá fazer é
ter uma conversa franca com o seu namorado sobre estas situações. Mostre-lhe
que já se apercebeu das mesmas, mas de uma forma subtil, e tente apimentar os
vossos encontros com jogos sexuais, transformando o local com adereços e
objectos para intensificar a relação e vista-se de forma diferente. Tente
rondá-lo sobre experiências que ele gostaria de colocar em prática, falando-lhe,
também, das suas que gostava de ver realizadas. Invente situações, desenvolva a
sua imaginação e voe para além das “regras” que a limitam nesta área.

"O meu marido masturba-se com regularidade"

“Sou casada há 20 anos e recentemente descobri que o meu
marido se masturba com alguma regularidade. Será que ele faz isso porque não
está satisfeito com a nossa vida sexual? (…)”

   Teresa, Lagoa

Cara
leitora,

Grande
maioria dos homens pratica a masturbação com alguma frequência, mesmo quando
tem parceira, por isso o facto, do seu marido se masturbar não está relacionado
com o facto de ele não estar satisfeito com a vossa vida sexual, mas sim com o
facto de ele sempre se ter masturbado desde a adolescência. A masturbação é
algo que faz parte da sexualidade masculina e feminina, independentemente da
pessoa ter um parceiro ou não. A maioria dos homens pratica a masturbação
durante toda a sua vida, mas quando estão numa relação, fazem-no menos
frequentemente. Não deixe que esta descoberta seja uma fonte de desacordo entre
ambos, aproveite a oportunidade para conversar com ele sobre o assunto.
Fale-lhe sobre os seus receios e, mais importante, as suas necessidades, o que
vai ser bastante benéfico para a vossa relação.

“Ela queixa-se que fujo dos preliminares!”

“Namoro há já 3 anos e sempre considerei o sexo com a minha namorada bastante satisfatório. No entanto, ela disse-me que eu só quero penetrá-la e que fujo dos preliminares. Porque será que os preliminares são tão importantes para ela? Será que eu não a satisfaço apenas com a penetração?...”

 

 

Caro leitor:

Infelizmente, a maior parte dos homens pensa como você, pois essa é uma das mais frequentes queixas das mulheres. Para os homens basta 2 ou 3 minutos de estimulação sexual directa com a parceira para atingir o orgasmo. Contudo, a mulher normal leva cerca de 20 a 30 minutos para tal. É natural que os preliminares sejam tão importantes para ela. A maioria das mulheres precisa de preliminares para ficarem excitadas e atingirem mais facilmente o orgasmo. Os preliminares não são apenas uma “entrada” para chegarmos ao “prato principal”. É importante ter em mente que para algumas mulheres o clímax só é atingido através dos preliminares. Pense assim: os preliminares melhorarão o sexo para ambos. Saboreie cada nova experiência, relaxe e não tenha pressas. Se ama realmente a sua namorada, leve o tempo que for necessário para que ela possa também gozar dos prazeres do sexo.

“Não quero que ele me veja como uma solteirona desesperada”

“ Tenho perto de 40 anos e sou solteira. Conheci um homem mais novo do que eu quase 15 anos e ele convidou-me para sair. Gosto dele, mas receio que me veja apenas como uma solteirona desesperada…”

 

 

Cara leitora:

Os homens mais novos encaram as mulheres mais velhas como umas verdadeiras deusas. Sair com alguém mais velho poderá ser para a maioria dos jovens mais divertido do que com alguém inseguro e inexperiente. Certamente que esse rapaz ao convida-la para sair é porque a considera atraente. Agora pergunto: você pensa que ele a vê apenas como uma solteirona desesperada? Será talvez porque você se vê dessa forma? Na minha opinião, deve sair com ele se isso lhe agradar, seja honesta consigo própria e faça somente aquilo que acha que deve fazer e que a faz sentir confortável, e não se preocupe com o que este ou outro homem pensem. Divirta-se com ele de forma a animar o seu ego. Poderá não ser o príncipe encantado, mas é o homem certo por agora.

Sinta-se Mais Sensual

A chave para parecer sensual é sentir-se sensual. Mantenha tudo simples na sua vida, desde a roupa ao cabelo, da maquilhagem a qualquer outro acessório.

 

Use só o que lhe fica bem. Sentir-se-á sempre radiante. Use as melhores jóias que tiver, e uma roupa que lhe traga bons sentimentos ou memórias. Apesar de tudo, deve sentir-se confortável, por isso não vista nada que a faça sentir reprimida. Se você se quiser baixar ou apanhar uma concha na praia, deve ser capaz de o fazer. Se quiser descalçar os seus sapatos e molhar os seus dedos numa poça de água, também deve ser capaz. Nunca vista nada que não lhe agrade, mesmo que agrade ao seu par. Vista-se para si.

Não exagere no perfume. Um pouco de óleo de essências no pulso e pescoço é tudo o que precisa (os homens vão achar menos sufocante). Se gostar de um perfume específico, use somente esse (como uma assinatura pessoal). Misturando levemente no cabelo, o aroma durará mais tempo. Lembre-se: se você puder cheirar o seu próprio perfume, é porque está a usar muito.

 

Melhore a sua Saúde Sexual. Nada é mais sexy que uma mulher saudável, e você não tem que ser muito forte ou musculada para parecer saudável e sexy. Fazendo exercício uns minutos por dia e uns minutos adicionais antes de um encontro, os seus músculos parecerão bem definidos e vai parecer escultural. Espreguiçar-se vai relaxá-la e fazê-la sentir mais confiante. Certifique-se de que mantém sempre a sua postura correcta pois se estiver direita vai parecer mais alta e magra. O seu estômago também  parecerá liso e o seu peito maior. Você deve fazer exercícios de relaxamento todos os dias, de forma a evitar que a dor e a tensão se instalem. Deitada na sua cama com uma almofada debaixo dos seus joelhos vá descontraindo cada parte do seu corpo, uma de cada vez. Faça isto depois do trabalho e antes de começar qualquer outra actividade. Isto vai rejuvenescê-la e dar-lhe mais energia. Massaje o seu pescoço e os seus ombros com um creme hidratante e suavemente vá rodando a sua cabeça circularmente, primeiro numa direcção e depois noutra.

 

   Use estas simples sugestões sempre que precisar. Imagine somente o bem-estar e a vitalidade que vai transpirar quando cumprimentar o seu par. Não fique obcecada com as suas curvas. Você pode sentir-se imperfeita – mas ele não acha. Ele pensa que você é maravilhosa. Se for simples e confiante, toda a gente a vai achar bonita.

" Namoramoa há 2 meses e nunca o vi..."

“Tenho 26 anos e há dois meses que namoro um rapaz pela Internet. Ele é de outra cidade e por isso nunca nos conhecemos pessoalmente, mas ele quer que eu vá visitá-lo. Será que devo ir? Tenho medo que ele não goste de mim devido a ser gordinha?”

Lurdes, Castelo Branco

 

Cara leitora

Não se preocupe, pois se ele não gostar das suas formas mais fica ele a perder!!! Além de mais, só lhe interessa ter uma relação com um homem que goste de si tal como é sempre arriscado iniciar uma relação com um homem que nunca se conheceu pessoalmente, pois na Internet as pessoas nem sempre dizem a verdade a respeito de si próprias. Por isso acho que seria bom encontrarem-se, dessa forma pode avaliar se realmente quer continuar o namoro antes de se envolver demasiado. Encontre-se com ele, mas no entanto não acho muito seguro ser a leitora a ir visita-lo mas sim ser ele a visita-la a si. Se ele estiver mesmo interessado em si e as suas intenções forem boas ele não se irá recusar. Marque um encontro num lugar público pois dessa forma estará protegida caso algo desagradável aconteça, e como está na sua cidade pode sempre ir para casa caso as coisas não resultem. Boa Sorte!

"Será que tenho herpes?"

Há algum tempo que tenho uma vermelhidão e um ardor no pénis. Será que tenho Herpes Genital?

Paulo, Moscavide

 

Caro leitor

É possível que se trate de Herpes Genital, pois esta doença causa os sintomas que descreve. Herpes provoca também febre e dor muscular principalmente na primeira vez que se manifesta. Ao contrário de outras doenças transmitidas sexualmente a Herpes não tem cura, podendo o aparecimento de sintomas ser controlado através de medicação mas o vírus permanece para sempre no organismo. Por isso é fundamental que use um preservativo “sempre” que tiver relações sexuais caso contrario contagiará a sua parceira ou parceiro. É melhor consultar o seu médico o mais rápido possível para ter certeza do que se trata.

Problemas masculinos

Há vários problemas sexuais que podem afectar os homens em diversas fases da vida. Infelizmente, muitos homens sentem relutância em falar sobre as suas vidas sexuais com um médico. Lembre-se que a maioria dos problemas sexuais podem ser tratados com a ajuda de um profissional e ser bem sucedidos.

 

Problemas de erecção

De todos os problemas sexuais que os homens enfrentam, a disfunção eréctil é a mais comum, e inclui vários problemas, desde a capacidade de manter a erecção por um curto período até conseguir obtê-la de todo. É muito normal que os homens passem por isto em algum período das suas vidas.

Uma das causas mais comuns da disfunção eréctil é uma condição conhecida como venous lackage. Embora o sangue aflua ao pénis da forma habitual durante a erecção, volta de novo para trás e o pénis fica flácido. Isto acontece devido ao sistema de bloqueio, que normalmente mantém o sangue dentro do pénis, deixa de funcionar convenientemente. Este problema pode ser ultrapassado utilizando um anel concebido medicamente que encaixa à volta da base do pénis.

Os problemas de erecção podem ter uma origem psicológica. Por exemplo, se estiver preocupado com o seu desempenho sexual, ou com sentimentos de inadequação, culpa, ou ressentimento, estes podem manifestar-se como uma incapacidade de ter ou manter a erecção. Esta forma pode ser muito fácil de diagnosticar porque será capaz de ter uma erecção por vezes, mas não com uma parceira. A terapia sexual é geralmente a melhor forma de tratamento deste problema.

 

doença e envelhecimento

Há várias doenças que podem afectar a função eréctil, e o mesmo acontece com certas medicações. A impotência é mais provável na terceira idade, embora felizmente não seja inevitável. À medida que envelhece, os níveis da hormona masculina testosterona descem e um dos efeitos secundários pode ser erecção enfraquecida. Isto não é necessariamente um problema, precisa apenas de descobrir aquilo que lhe dá uma melhor erecção, geralmente muita fricção directa na zona genital. Também pode ponderar a hipótese de fazer um tratamento hormonal.

 

Factos sexuais

Fumadores e alcoólicos

Há dois grupos de homens que estão particularmente vulneráveis à impotência: fumadores e alcoólicos. O consumo excessivo de tabaco e de álcool pode danificar o sistema nervoso e cardiovascular. O abuso de álcool faz com que os níveis de testosterona baixem e interfere com os impulsos nervosos para os genitais. Também prejudica a orientação sexual e predispõe a anormalidades no esperma.

“Quero ser amarrado pela minha namorada”

Uma das minhas fantasias é ser amarrado durante o acto sexual. Como poderei fazer com que a minha namorada aceda ao meu pedido, pois não sei qual será a sua reacção à minha fantasia e também gostaria que ela participasse. Como deverei proceder?

Joaquim – Moita

Caro Leitor,

É, sem dúvida, uma questão muito delicada de abordar, mas não terá outra forma de o fazer senão falar com ela sobre este assunto. Mantenha-se calmo, sereno e disponível para responder a todas as dúvidas que ela lhe colocar, sendo compreensivo se, por alguma razão, ela não quiser aceder. A imaginação sexual é muito fértil, os jogos sexuais poderão não ter limites, porém, esta é uma das bases que ambos terão que acordar para que, chegando a um determinado limite, o jogo acabe, sem que haja dor. Isto porque, quando se envolvem demasiado em situações eróticas, que supostamente são controladas, os toques e os comportamentos têm tendência para se excederem. Neste tipo de jogos, os incentivos para o despertar dos desejos mais íntimos, podem ser conseguidos através de técnicas sexuais com princípios que são considerados cruéis, pois o culminar do desejo pode estar directamente ligado com a dor. Pode-se considerar este tipo de jogos como fazendo parte do chamado Sadismo, no qual a pessoa que controla tem prazer através do sofrimento do outro. No entanto, o Sadismo faz parte integrante das relações humanas mais elementares e é vivido consoante os preconceitos de cada indivíduo. Nos jogos Sadomasoquistas, de acordo mútuo, a cada sádico corresponde uma vítima, o masoquista e é necessário existir por parte de ambos um acordo. É necessário que tenham atenção aos instrumentos utilizados, para que os actos não provoquem dor. Como tal usem gravatas ou lenços em que os nós sejam fáceis de desapertar, se por qualquer razão for necessário.