Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Fiz sexo oral desprotegido

true-oral-cancer-oral-sex.jpg

 

"Fiz sexo oral a duas pessoas diferentes com um intervalo de mais ou menos 3 meses. Recentemente conheci outra pessoa e beijámo-nos longamente. Passado um dia ou dois desse beijo comecei a sentir uma espécie de dor de garganta. Vi-me ao espelho e notei do lado direito da garganta aquelas bolhas tipo garganta inflamada. Tenho tomado pastilhas para a dor de garganta mas não passa. Será que contraí alguma doença sexualmente transmissível?"

Eva - Lisboa

 

Cara leitora,

Através do beijo não lhe devem ter transmitido mais que uma constipação ou gripe, com uma certa inflamação. O sexo oral pode realmente transmitir algumas infeções sexualmente transmissíveis, pelo que deve ir a uma consulta de planeamento familiar ou ao seu médico assistente com alguma urgência clarificar e fazer um diagnóstico rigoroso e presencial. Não adie esta questão de saúde, pois a falta de tratamento pode piorar em muito os sintomas de infeções. Lembre-se que também no sexo oral o preservativo a pode proteger de contrair infeções sexualmente transmissíveis e pode utilizar os que têm sabores, para ser mais agradável para si.    

Masturbação: vá pelos seus dedos!

masturbation-4574-2121.jpg

 

Independentemente de ter um parceiro ou estar só, saber proporcionar prazer a si própria aumenta a sua autoestima, a confiança em si própria e, como lhe permite conhecer melhor o seu corpo, também faz com que tenha mais prazer quando está com um parceiro, pois ao saber exatamente que tipo de carícias a levam ao êxtase será mais fácil ensiná-lo a fazer o mesmo. Por outro lado, ao sentir-se mais autónoma e autoconfiante na sua expressão sexual isso torna-a naturalmente também mais sedutora. Assim, reserve algum do seu tempo a conhecer-se e a amar-se a si própria!

 

Em primeiro lugar, deve explorar bem o seu corpo, sem tabus nem receios. Para este momento tão íntimo procure um local confortável onde se sinta bem e saiba que não será interrompida. Pode por a tocar uma música que a deixe relaxada e a faça sentir-se bem. Ao contrário do que a educação que muitas das nossas avós e mães nos fez crer, não há nada de errado em observar, apalpar e sentir o seu próprio corpo – como quer que o seu parceiro o faça, se você sente vergonha de si?

 

Para ter prazer é imprescindível que se autorize a si própria a senti-lo, sem se autocensurar e sem se reprimir. Além da área genital, existe um sem-fim de outras zonas erógenas no seu corpo, que lhe provocam sensações de prazer quando são devidamente tocadas. Deixe que as suas mãos explorem a sua pele, seguindo ao sabor da vontade, detenha-se nos peitos, apalpe, aperte, desenhe círculos com a ponta dos dedos nas auréolas dos mamilos e sinta-os enrijecer, deslize pelo ventre, aperte as coxas, desça pelas pernas.

O esperma faz bem à saúde?

2017 

blow-job1.jpg

 

"Quando faço sexo oral com o meu namorado não gosto de engolir o esperma. No entanto, uma amiga disse-me que o esperma traz alguns benefícios para a saúde, mas não acreditei e gostava de saber se realmente isso é verdade!"

Vanessa - Olhão

 

Cara leitora,

Alguns livros sugerem que o esperma é benéfico para o organismo, contribuindo principalmente para hidratar e manter a beleza da pele, devido à gordura que possui. Contudo, os benefícios do esperma são bastante relativos, isto é, depende do estado de saúde em que se encontra o homem portador do esperma. Se este estiver doente, o seu esperma funciona como um transmissor de microrganismos e, neste caso, não acarreta qualquer tipo de benefícios. Por isso aquando da prática de sexo oral deve usar sempre um preservativo, para evitar a transmissão de infeções, como por exemplo a sida e o herpes. Se, no entanto, o homem estiver de perfeita saúde, o esperma não tem qualquer tipo de malefícios porque se trata de uma matéria limpa, apesar de ser viscosa.

“Ele quer tirar fotos de mim nua”

fantasia

 

O meu namorado faz muitas viagens de negócios, e ultimamente ele tem-me pedido para tirar fotos de mim nua para levar quando for viajar durante uns meses. Será que este comportamento é normal?…”

 

Cristina, Lagos

 

Cara leitora,

É natural e até positivo que ele queira levar recordações de si quando vai de viagem, pois dessa forma não vai recorrer a outros tipos de fantasias. Se se sente à vontade para deixar que lhe tirem fotos despida, vá em frente, mas antes de decidir, avalie o quão sólida é a vossa relação e o quanto confia no seu namorado, pois hoje em dia as fotos podem facilmente acabar por ir parar a uma página do Facebook, onde o mundo inteiro as pode ver. Pondere bem, pois um dia esta sua relação poderá acabar e estas fotos poderão vir a comprometê-la. 

“Como se coloca um preservativo correctamente?”


“Sou virgem, e gostava de ter sexo pela primeira vez. Se usar o preservativo estou protegida? Como devo colocar o preservativo para evitar engravidar?“

 

Liliana, Madeira

Cara leitora,

O preservativo tem a vantagem de a proteger de uma gravidez mas também de infecções sexualmente transmissíveis. Este deve ser colocado da seguinte forma:

1) Verifique antes do encontro o estado da embalagem, a data de validade e se tem certificado de qualidade de Comunidade Europeia, que garante que está em boas condições;

2) Quando o homem tiver uma erecção satisfatória e antes de qualquer contacto genital, abra a embalagem exterior do preservativo, sem utilizar os dentes, tesouras, unhas ou algo afiado (pode empurrar o preservativo para um dos lados da embalagem);

3) Com três dedos (polegar, indicador e médio) agarrem a ponta/recipiente do preservativo, para haver espaço para onde o esperma sair – pode ser feito pelo homem ou pela mulher;

4) Coloque o preservativo no pénis, enquanto este está erecto;

4) Logo depois de ejacular, retire o preservativo a partir da base do pénis, sem permitir que saia algum sémen para a zona genital vaginal, dê um nó, embrulhe em papel e deite num caixote do lixo.