Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Será que tenho uma infecção urinária?”

 

 

 

 

Tenho 16 anos e ultimamente tenho notado um ardor bastante forte cada vez que vou urinar, uma amiga disse-me que posso ter uma infecção urinária mas eu não sei do que se trata.

Sofia,Vila Nova de Gaia

 

Cara leitora,

Realmente a sua amiga pode ter razão pois um dos sintomas das infecções urinárias é um ardor quando se urina. Outros sintomas de infecção urinária são a vontade frequente de urinar, sangue na urina, vontade de urinar sem que se verifique libertação de urina, dores na zona pélvica, um odor forte na primeira urina da manhã. No entanto, sentir ardor quando se urina pode também ser sinónimo de uma infecção sexualmente transmitida, por contacte o seu médico assistente o mais rapidamente possível pois tanto as infecções urinárias como as infecções sexualmente transmitidas podem causar complicações mais sérias se não forem tratadas a tempo.

 

 

O Armário de Lingerie

A verdadeira mulher sensual tem uma caixa cheia de peças de lingerie. Esta caixa deve ser encantadora e com várias peças de lingerie no seu interior. Não há nenhuma regra para comprar roupa interior, o mais importante é usar o que fica bem no seu corpo. Não precisa de gastar muito dinheiro em ligas especiais se você fica melhor com uma camisa de cetim. A roupa interior certa vai fazer com que se sinta uma deusa. Use só o que realmente a faça sentir bem, mesmo que pense que nunca ninguém a verá.

As jóias também podem ser sensuais, uma simples pulseira de tornozelo também pode ser lingerie se estiver escondida da vista. Só um olho observador poderá vê-la, e essa pessoa sentir-se-á privilegiada. Se você conhecer o seu parceiro muito bem, ou se for casada, deixe-o ser ele a escolher a lingerie. Deixe-o observar todas as suas peças, e coloque talvez até um poema nalguma delas. Se for casada, encoraje o seu marido a experimentar boxers curtos em tecidos macios e coloridos. Ele vai sentir-se mais sensual dessa forma do que se andar pela casa com os velhos boxers e uma t-shirt desbotada. Ponha saquinhos de cheiro de aroma leve nos boxers dele, nas meias e gravatas, e ajude-o a manter tudo arrumado. Isso torna um homem confiante e sexy.

 

Cozinha de Sedução

Cozinhar e Seduzir são artes deliciosas que envolvem a cabeça, o corpo e o coração. Os bons amantes são inspirados pela paixão, tal como são os grandes chefes de cozinha. A cozinha de sedução, definida pela utilização de receitas de fácil preparação, permite que o cozinheiro passe menos tempo na cozinha e mais tempo envolvido no amor. Explorando comidas que puxam pela sensualidade, sabor, cheiro e toque, vai estimular o apetite sexual do seu parceiro. Escolha pratos que saciem mas que não enfartem e façam o seu parceiro ficar com água na boca.

Comidas sedutoras fazem-nos sentir mais enérgicos, promovendo uma sensação de bem-estar e aumento do vigor. Por coincidência, as comidas consideradas afrodisíacas são aquelas que têm vibrações refrescantes, evocações visuais, e aromas e nutrientes necessários para melhorar o desempenho sexual. Muitas pessoas questionam se os afrodisíacos resultam mesmo. Nem todos estão provados cientificamente, mas lembre-se que a imaginação pode ir longe na arte da sedução, e servir estas comidas sensuais com um ambiente provocante leva qualquer amante ao êxtase. Para além disso, servir uma refeição sedutora com um forte sentido de humor e num ambiente de harmonia vai provocar a melhor recompensa. Seja curiosa e experimente coisas novas. Use uma venda de olhos, vista-se, dispa-se, não vista nada… pois aparecer nua com a sobremesa faz com que tudo se mova na direcção certa.

Por último, use a empatia quando cozinhar para o seu parceiro, seja sensível às suas preferências culinárias e alergias. Nada pode estragar mais o ambiente como ele dizer que “detesta ostras”, ou um caso de urticária.    

“O sexo é como um vício!”

“Entrei no ano passado para a faculdade, e a minha namorada veio morar para a mesma cidade que eu. No entanto, ela não se integrou nada bem e acabou por voltar para a nossa terra natal. Desiludido com a falta de perseverança dela, acabei com o nosso namoro de dois anos. Recomecei a sair com outras raparigas, mas tenho dificuldade em esperar que os aspetos físicos da relação se desenvolvam, e elas acham que sou muito apressado. Era capaz de fazer uma viagem de seis horas todos os fins de semana para fazer amor com a minha ex namorada, o sexo para mim é como se fosse um vício. Como hei de lidar com isto?”

 

Carlos, Faro

 

Caro leitor,

Estar numa relação pode ser fantástico, dando-lhe acesso à intimidade física e emocional, mas por vezes não é assim tão encantador. No seu caso, parece que os aspetos menos bons se sobrepuseram aos bons, fazendo-o por fim à relação, o que demonstra maturidade da sua parte por terminar um relacionamento que já não o fazia sentir-se feliz. No entanto, juntamente com os aspetos positivos do final da relação, também pode ter de enfrentar outros mais difíceis, tais como a perda de intimidade física, algo que leva tempo a construir. É normal sentir urgências sexuais, e não é difícil lidar com elas. Há pessoas que as resolvem através da masturbação ou do sexo ocasional, ou procurando envolvimentos mais sérios. Procure compreender o que é que faz com que o sexo lhe dê tanto prazer num relacionamento, para entender porque é que o sexo lhe parece ter-se tornado um vicio incontrolável, e procure satisfazer as suas necessidades não só físicas mas também emocionais para que possa voltar a sentir-se bem consigo mesmo. Por muita urgência que tenha, lembre-se que uma relação leva tempo a construir e a cultivar a todos os níveis, trazendo contudo a compensação mais tarde.

 

“Posso usar vaselina na vagina?”

“Tenho 22 anos e pouca lubrificação, pelo que comprei vaselina para utilizar como lubrificante. Contudo, reparei que na caia diz “apenas para uso externo”, o que me deixou com a dúvida se apenas posso usar na parte exterior da vagina, ou também no seu interior. Gostava que me esclarecesse a este respeito.”

 

Tatiana, Faro

Cara leitora,

O facto de ser indicado na caixa que a vaselina que comprou é apenas para uso externo indica que esta, assim como outros produtos lubrificantes à base de petróleo, se destinam a pele muito seca e aos lábios na boca, não sendo aconselhável para os lábios vaginais e para toda essa parte do seu corpo. Quando misturados com água, os produtos de beleza à base de petróleo tornam-se mais lassos, o que facilita a entrada de bactérias e fluidos corporais, aumentando o risco de infeções. Por outro lado, este tipo de lubrificantes pode danificar o látex dos preservativos, arruinando a sua eficácia. Existem muitos lubrificantes à base de água ou de silicone, e esses sim são adequados para utilizar dentro e fora da vagina, no clítoris, etc. para escolher o lubrificante certo para si, coloque um pouco no polegar e esfregue suavemente com a ponta do indicador. Se ficar pegajoso e seco depressa, não é adequado, enquanto que se continuar a escorregar na sua pele é o ideal para si.

“Sonho com sexo constantemente"

“Tenho namorado e uma vida sexual bastante satisfatória, mas ultimamente tenho notado que sonho com sexo constantemente e o mais incrível é que tenho tido os orgasmos mais intensos da minha vida. Será normal?”

Rita, Santarém

 

Cara leitora,

Apesar de esta situação ser nova para si, sonhar com sexo é bastante comum tanto entre homens como entre mulheres. As sensações que sentimos durante o sono podem, por vezes, parecer tão reais como as que sentimos enquanto estamos acordados. Assim, é compreensível que a leitora atinja o orgasmo quando sonha com sexo. É mais uma prova de que o prazer está intimamente relacionado com a nossa mente e a nossa fantasia. O sono é um período em que estamos descontraídos e temos menos defesas psicológicas, por isso é natural que se sinta mais liberta de tabus, deixando que desejos e instintos sexuais se libertem. Outro fator que pode contribuir para o facto de ter orgasmos quando sonha com sexo, é a possibilidade da leitora não estar a ter uma vida sexual tão satisfatória quanto julga, fazendo com que tenha necessidade de libertar a sua energia sexual enquanto dorme.

 

Mitos e realidades da menopausa e da andropausa

sintomas-menopausa.jpg

 

Com a falta da menstruação nas mulheres de meia idade, torna-se real a chegada da menopausa para o sexo feminino. Mas no caso dos homens, a andropausa é também uma realidade?

 

Na verdade, enquanto que a menopausa feminina chegará, um dia, mais tarde ou mais cedo, para todas as mulheres, no caso do sexo masculino, a andropausa pode ou não verificar-se, pois esta nada mais é do que a diminuição de androgénios, que provocam no homem mais velho a diminuição dos níveis de testosterona, um enfraquecimento muscular e uma diminuição da actividade sexual. No entanto, nem todos os homens são iguais e, portanto, o seu organismo reage de forma diferente às mudanças da idade.

 

Hoje em dia, há ainda a possibilidade de reposição no organismo dos níveis de testosterona, o que permite ao sexo masculino aumentar a sua qualidade de vida sexual até mais tarde.

 

Relacionados com a menopausa feminina existem também muitos mitos que precisam ser desmistificados, bem como esclarecer as verdadeiras situações às quais as mulheres poderão estar sujeitas.

 

Por exemplo:

- Na menopausa a mulher pode sentir afrontamento? Verdade.

Há ondas de calor que podem acontecer no organismo da mulher, a qualquer hora do dia, , que nada mais são do que sintomas vasomotores.

- Só a partir dos 50 anos é que a mulher entra na menopausa? Mentira.

Normalmente, uma mulher entra na menopausa entre os 45 e os 50 anos. Porém, cerca de dois antes, a mulher pode começar a sentir alguns sintomas.

- A pele da mulher pode sofrer algumas alterações? Verdade.

Devido à redução da hormona feminina, estrógenio, há também uma diminuição de colagéno. A pele fica mais fina e há inevitavelmente um aumento das rugas na pele.

- A mulher pode engordar quando decide fazer medicação para reposição hormonal? Por vezes.

Mesmo sem uso de medicação de reposição hormonal, a mulher pode sofrer um aumento de peso, ainda durante a pré-menopausa.

Fantasias sexuais

0SDhEO7NCFlCTkE-7brE8NiU_.jpg

 

Há alguns anos atrás este assunto era um tabu na nossa sociedade. Não quer dizer que muitos homens e mulheres não tivessem inúmeras fantasias sexuais, mas na verdade, estes pensamentos libidinosos eram considerados pecado e, na maior parte das vezes, jamais eram revelados e poucas vezes concretizados.

 

Hoje em dia, a mente está mais aberta a estas situações e, a verdade é que, muitas vezes, a realização destas fantasias pode salvar casamentos, que desta forma conseguem fugir à rotina.

 

A fantasia sexual é descrita como um desejo que um determinado indivíduo tem, de fazer algo diferente do habitual a nível sexual, que só de imaginar lhe dá um enorme prazer. É claro que existem algumas fantasias que são condenáveis, porém outras podem tornar a nossa intimidade cada vez mais saudável.

 

As fantasias sexuais mais comuns entre os homens revelam-se na vontade que estes têm de fazer amor com uma enfermeira, uma professora ou uma empregada doméstica.

 

No caso das mulheres, elas fantasiam com homens de farda e também com um professor, por exemplo. Os ambientes onde se possa ter uma relação sexual com alguém, são também muito fantasiados, sendo que locais perigosos, onde haja hipótese de se ser apanhado, são os mais usuais. Falamos, por exemplo, de elevadores, em piscinas ou dentro do carro.

 

Não se envergonhe de realizar as suas fantasias sexuais, desde que não se coloque em perigos reais e não prejudique ninguém.

Em sintonia com o orgasmo

1385296702573-orgasmo-cerebral.jpg

 

A ansiedade é um dos maiores problemas relacionados com a dificuldade em atingir o orgasmo. Se estiver totalmente relaxada e entregar-se ao prazer, sem pensar exatamente na hora certa em que deve chegar ao clímax, a sua vida sexual será bastante mais satisfatória. A sensação de prazer nunca deve ser uma obrigação.

 

Não existe o momento certo para atingir o orgasmo, mesmo que anseie que ele aconteça exatamente ao mesmo tempo do seu parceiro. É logicamente um grande prazer conseguirem, através de plena sintonia e cumplicidade, ter a mesma sensação em simultâneo, mas não é menos estimulante assistir ao clímax do seu parceiro, pois é nessa altura que conseguirá estar mais atenta ao desempenho dele.

 

O facto de lhe dar prazer, só por si, proporciona o seu próprio prazer. O mais importante realmente é jamais forçar o orgasmo, ele chegará espontaneamente se conseguir relaxar e entregar-se totalmente. E mais, o facto de não chegar ao orgasmo em simultâneo com o seu par, vai permitir-lhe sentir, por mais tempo, mais excitação.

 

E para que a sua vida sexual seja realmente um sucesso, nada como partilhar todos os seus desejos com quem está ao seu lado, e finalmente quando o orgasmo chegar, liberte-se de todos os preconceitos e demonstre ao outro todo o prazer que está realmente a sentir. Soltar-se é realmente a palavra de ordem na intimidade.

“Como se coloca um preservativo correctamente?”


“Sou virgem, e gostava de ter sexo pela primeira vez. Se usar o preservativo estou protegida? Como devo colocar o preservativo para evitar engravidar?“

 

Liliana, Madeira

Cara leitora,

O preservativo tem a vantagem de a proteger de uma gravidez mas também de infecções sexualmente transmissíveis. Este deve ser colocado da seguinte forma:

1) Verifique antes do encontro o estado da embalagem, a data de validade e se tem certificado de qualidade de Comunidade Europeia, que garante que está em boas condições;

2) Quando o homem tiver uma erecção satisfatória e antes de qualquer contacto genital, abra a embalagem exterior do preservativo, sem utilizar os dentes, tesouras, unhas ou algo afiado (pode empurrar o preservativo para um dos lados da embalagem);

3) Com três dedos (polegar, indicador e médio) agarrem a ponta/recipiente do preservativo, para haver espaço para onde o esperma sair – pode ser feito pelo homem ou pela mulher;

4) Coloque o preservativo no pénis, enquanto este está erecto;

4) Logo depois de ejacular, retire o preservativo a partir da base do pénis, sem permitir que saia algum sémen para a zona genital vaginal, dê um nó, embrulhe em papel e deite num caixote do lixo. 

Pág. 1/3