Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Nunca tive problemas com a erecção, porém ...

Preciso da sua ajuda... Nunca tive problemas com a erecção, porém este sábado saí com a pessoa com quem estou há 3 meses e não consegui fazer sexo. E o que mais me deixou sem resposta é que eu já tive relação com ela. O que devo fazer?

 

Meu caro,

 

Os problemas sexuais podem surgir de repente por factores de uma situação pontual, momentânea, ou por factores pessoais – como refere ter saído, pode ter tido essas dificuldades por ter bebido álcool, estar cansado de trabalhar, ou mesmo ter uma preocupação a atormentá-lo. Tente não entrar num ciclo vicioso, pois quando sente que uma experiência corre mal, pode começar a sentir ansiedade de antecipação e ficar preocupado com isso, o que influencia muito a próxima relação sexual, de modo negativo.

Um homem não tem de querer e desejar relações sexuais a toda a hora: pode estar bem com a sua parceria, mas não lhe apetecer naquele momento e, por isso, o seu cérebro e o seu corpo não responderem aos estímulos de prazer.

Tente abstrair-se de problemas e não pensar nessa única vez em que não correu como gostaria, relaxar, não partir logo para a penetração mas demorar-se nas carícias, em sentir o corpo da outra pessoa e o prazer e satisfação que lhe pode oferecer, em descobrir as suas zonas erógenas preferidas…

Se o problema persistir, pense em consultar um médico especialista ou um sexólogo/a, para que não deixe esta pequena dificuldade crescer em bola de neve na sua vida.

 

blow-job1.jpg

 

 

Não atinjo o orgasmo!

orgasmo-femminile.jpg

 

"Quando tenho relações sexuais com o meu namorado fico muito excitada, mas não consigo atingir o clímax; no entanto, quando estou sozinha consigo atingi-lo. Esta situação trará algum problema à minha saúde?"

Rute – Portimão

 

Cara leitora,

Já pensou que a inibição referente ao seu namorado poderá estar a interferir com a dificuldade em atingir o clímax? Uma mulher pode ficar muito excitada e não atingir orgasmo, sem que isto traga problemas de saúde. O que acontece é que sente uma sensação de tensão ou congestão dos órgãos genitais, que pode ser incómoda, devido ao afluxo de sangue que é maior nessa região. Quando o orgasmo não é atingido, essa congestão pode levar algum tempo a desvanecer-se embora não traga nenhum tipo de problema de saúde. Poderá, eventualmente, sentir-se frustrada, devido à dificuldade em atingir o orgasmo estando mesmo muito excitada. Relativamente ao seu namorado, provavelmente, o que sente é vergonha e preocupação das reacções que possa demonstrar quando atingir o clímax. Não tenha medo do possível descontrolo, já que numa relação sexual ambos têm de aprender a demonstrar e a aceitar os comportamentos e os efeitos dos atos sexuais. Talvez uma conversa com o seu namorado sobre esta situação possa ajudar bastante no seu caso pois, possivelmente, ele poderá ter outro tipo de receios que ainda não tenha tido abertura para falar, também, por medo da sua reacção. Troquem informações sobre estes aspetos que podem, evidentemente, ser ultrapassados e estarem a declinar a vossa relação sexual sem razão.

Receita Afrodisíaca com Chocolate

 

 

 

Chocolate: O Rei dos Afrodisíacos

 

 

O chocolate é considerado como o rei da comida em todo o mundo. Quimicamente, e culináriamente, o chocolate é um dos alimentos mais mágicos e tem sido considerado por muitos como a “comida dos deuses”, já foi usado como dinheiro, valorizado na medicina e, acima de tudo, considerado como um poderoso afrodisíaco. Poucos alimentos além do chocolate são tão misteriosos e têm um efeito químico tão poderoso para o cérebro e corpo. Não só porque os químicos neuroactivos do chocolate produzem uma sensação de bem-estar, mas também porque a perfeita combinação do doce e da gordura encontradas no chocolate (um bombom de chocolate tem 50 % de açúcar e 50% de gordura) estimulam os pontos de prazer e a produção de endorfinas no cérebro. Os hidratos de carbono encontrados num bombom de chocolate também aumentam os níveis de seratonina no cérebro, um químico que eleva e estabiliza o estado de humor.

 

 

Soufflé de Chocolate com Molho de Framboesas

 

Molho de Framboesa

 

Prepare este molho um dia antes de se comer a sobremesa.

- 1 Xícara de framboesas frescas

- ½ Xícara de açúcar

- 1 Colher de sopa de sumo de limão

- 1 Colher de sopa de cognac

- 1 Colher de sopa de fécula de batata

 

Misture as framboesas com açúcar e leve ao lume até começar a ferver. Passe as framboesas por um passador para remover as sementes. Ponha mais açúcar se precisar. Bata a fécula de batata com o sumo de limão e o cognac. Ponha a ferver o creme de framboesa e misture com o preparado de fécula e deixe cozinhar até ficar espesso.

Deixe arrefecer e use-o em qualquer sobremesa, fruta ou qualquer parte do corpo. Mantém-se no frigorífico por duas semanas.

 

Soufflé de Chocolate

 

 

- 150 gr. de chocolate de culinária

- 3 Gemas de ovos

- 3 Claras

- 1 Colher de sopa de margarina

- 1 Colher de sopa de farinha de trigo

- 2,5 dl de leite

- 4 Colheres de sopa de açúcar

- Açúcar em pó para polvilhar no fim

- Framboesas

 

Misture um pouco do leite com a farinha. Ferva o resto do leite com o açúcar.

Derreta o chocolate em banho-maria, junte o leite morno e o leite com a farinha. Mexa tudo muito bem. Ponha em lume brando a preparação do chocolate e da farinha até engrossar e ferver. Retire do lume e ponha por cima a margarina em pedaços.

Num outro recipiente, bata as claras em castelo, de modo a que fiquem bem firmes.

Junte as gemas ao creme de chocolate, misture bem e vá juntando as claras em castelo, misturando tudo muito bem, sem usar a batedeira.

Unte bem com margarina a forma de soufflé. Deite então na forma e ponha a cozer durante aproximadamente 30 minutos. No fim deite o molho de framboesa e polvilhe com o açúcar em pó.

 

O desejo normal do casal

Eu estou com a minha parceira há 10 anos  e tínhamos uma vida sexual activa. Nos últimos 3 anos mudou tudo e é raro termos sexo, já lhe perguntei a razão e diz que é só cansaço. Esta situação é normal?
 
Rogério
 
Caro Rogério,
 
O cansaço influencia realmente a sexualidade, no geral, e o desejo, no particular. Algumas pessoas conseguem lidar com o cansaço de forma a que o casal funcione harmoniosamente a nível sexual, apesar de o sentirem e diminuírem o seu desejo espontâneo, aquele que “surge do nada”. Para outras é mais difícil contrariar os pedidos da fadiga de descanso, pouca actividade ou conversa. Não posso dizer-lhe se é ou não normal, pois tudo depende de cada pessoa e de cada casal – os números da frequência das relações sexuais variam muito em cada pessoa e ao longo do tempo. Têm os dois de encontrar o meio-termo que vos satisfaz melhor, que vos deixa próximos e felizes na vossa relação.
Há uma coisa que pode fazer para ajudar a sua namorada: se vivem juntos, pode oferecer-se para partilhar tarefas em casa, que costumam fazer o “segundo emprego” das mulheres, que até nem sabem pedir ajuda aos parceiros para ficarem menos “cansadas”.
Por vezes não é só o cansaço que leva à redução do desejo de ter relações sexuais, mas outros problemas e preocupações, no trabalho, na família, na própria relação, por exemplo, que deixam a sua marca na sexualidade e no prazer.
Tente conversa com a sua namorada, perceber o que a preocupa e como a pode ajudar. Mostre-lhe tranquilamente como é importante para si ter relações sexuais mais frequentes e encontrem entre vós actividades que vos dêem prazer, independentemente do sexo: tomar banhos de imersão juntos, ir ao cinema, jantares românticos, passeios de fim-de-semana – verá que esta partilha de tempo de qualidade pode aumentar o desejo da sua parceira.
Se perdurar a falta de desejo sexual podem consultar ainda um especialista em sexologia, que vos ajude mais especificamente no tratamento desta dificuldade.

“Ela magoa-me os testículos”

 

“A minha namorada quando está no auge da excitação aperta-me os testículos. O problema é que ela magoa-me imenso e não se apercebe disso… Tenho dores terríveis! O que devo fazer?

Luís, Leiria

 

 

Caro Leitor,

Se esse facto não é do seu agrado a melhor solução será ter uma conversa com a sua companheira no sentido de lhe mostrar o seu desagrado. O que não deve continuar a fazer é permitir que isso aconteça temendo a reacção dela e julgando que ela não irá compreendê-lo. Se não conversar com ela sobre o que se está a suceder, continuará a sentir-se mal com a situação e esse desconforto vai ensombrar a vossa relação. Além de ser algo que lhe causa mal-estar (as dores insuportáveis que referiu), também poderá originar lesões. Mostre-lhe que existem outras formas de explorarem a vossa vida sexual, bem mais agradáveis para ambos.

No entanto, se tocar nos testículos é um fetiche muito apreciado pela sua companheira, peça-lhe que o faça de forma mais cuidadosa e que ela tenha em conta que os testículos são algo bastante sensível. Durante uma relação sexual é importante que se perceba a linguagem que cada um partilha. Nesse sentido, deve haver uma forte cumplicidade entre o casal para que entendam quando estão a proporcionar sofrimento ou prazer.

Receitas afrodisíacas para cada signo: Touro, Virgem e Capricórnio

camarc3a3o-surubim.jpg

 

Os nossos gostos têm muito a ver com a nossa personalidade e também com a influência que os astros nos passaram no momento do nosso nascimento. É por isso mesmo que nem todas as pessoas se sentem atraídas pelas mesma situações. Conheça as receitas afrodisíacas indicadas para cada um dos signos, consoante o seu elemento.

 

Para signos de Terra: Touro, Virgem e Capricórnio

Ponha uma mesa com requinte, coloque um castiçal ou dois com velas brancas, faça um centro de mesa com varias qualidades de flores brancas junto destas coloque o seu cristal protector, para que este lhe traga um ano cheio de Saúde, Amor e Sucesso.

Use uma lingerie, o mais atrevida possível, de cor preta. Se quiser vestir-se, vista-se!

 

Entrada

Camarões picantes

Ingredientes

12 gambas

200g de manteiga

3 dentes de alho esmagados

3 malaguetas

1 colher-de-sopa de sumo de limão

Sal e pimenta q.b.

Preparação

Corte as gambas ao meio, no sentido do comprimento. Mas não separe as gambas em metades. Apenas dê golpes fundos nas "costas" das gambas.Tempere as gambas com sal e pimenta.Leve ao lume a alourar com 150g de manteiga, o alho esmagado e as malaguetas.Quando as gambas estiverem bem alouradas, retire do lume e regue-as com o sumo de limão.Sirva as gambas com o arroz e o molho das gambas.

 

Sopa

Caldo de legumes escaldante

Ingredientes

2 alhos francês cortado as rodelas               

2 cebolas cortadas ao meio

6 dentes de alho cortadas aos bocados

4 cenouras em rodelas.

3 colheres de sopa de cogumelos

1 tomate cortado ao meio

2 pimentos cortados ao meio

1 pitada de sal

Preparação

Coza os legumes todos e passe-os bem, depois coloque os cogumelos e sal ao gosto deixando ferver muito bem. 

Se preferir também pode passar os cogumelos no fim.

 

Prato principal

Bifes angélicos de frango luminoso

Ingredientes

6 bifes de frango

1 chávena de cerveja

½ copo de água

2 cenouras médias

1 lata pequena de tomate de calda

3 colheres de amendoim inteiro

2 colheres passas

1 folha de louro

2 dentes de alho esmagado

1 cebola cortada às rodelas

sal e pimenta ao seu gosto

Preparação

Num tacho misture cerveja, folha de louro, cebola e o alho esmagado até ferver, coloque o tomate a cenoura cortada às rodelas e a água. Quando ferver retire a folha de louro e coloque os bifes, sal e pimenta. Só depois de apagar o lume é que coloca o amendoim e as passas. Pode servir com arroz branco.

 

Sobremesa

Pêssegos eróticos

Ingredientes

1 lata de pêssego

2 paus de canela

2 colheres de chá de canela

3 colheres de açúcar amarelo

1 pitada de erva-doce

Preparação

Coza o pêssego em pouca água com os paus de canela, antes de passar na varinha retire-os, e leve a lume brando com todos os ingredientes sem a canela, deixando ferver. Depois de arrefecer enfeite com a canela.

“É erótico falar durante o sexo?”

 

“Iniciei a minha vida sexual há pouco tempo e ainda estou a descobrir novas experiências. Gostava de agradar ao meu namorado, será que é excitante falar, gemer ou gritar durante o sexo? Até agora tenho evitado fazê-lo por timidez, mas como nos filmes e na televisão é frequente as mulheres manifestarem-se gostava de saber se me tornarei mais erótica ao emitir sons ruidosos.”

 

Cátia, Matosinhos

Cara leitora,

Numa relação sexual aberta e saudável tudo pode ser erótico, desde que agrade a ambos os parceiros e que se sintam confortáveis e sexy ao fazê-lo. Assim, a melhor forma de saber se é erótico para o seu par ouvi-la falar, gemer ou gritar durante o acto sexual consiste em colocar-lhe essa questão, mesmo que subtilmente. Quando estiverem a ver juntos uma cena de sexo na televisão ou no cinema, experimente perguntar-lhe o que é que ele acha desse tipo de comportamento. Pode, também, experimentar gemer ou falar um pouco enquanto fazem amor, e procurar perceber, pela reacção do seu par, se isso o excita mais ou se, pelo contrário, o “arrefece”. Tenha em atenção, também, aquilo que diz ao seu par durante o acto sexual. Enquanto
alguns casais preferem elogios lânguidos, sussurrados com voz suave, tais como “os teus olhos são tão profundos” ou “Fazes-me sentir tão bem”, outros são capazes de descrever cenários afrodisíacos ao parceiro e outros, ainda, preferem abordagens directas, imperativas, tais como “quero-te!”. É importante, pois, conhecer aquilo que ambos gostam, o que vos excita, pois a linguagem verbal durante o sexo, tal como qualquer outra, deve aproximar-vos, e não o contrário.

A Menopausa

bodychanges2.jpg

 

Com o aparecimento da menopausa, que acontece entre os 45 e os 55 anos, a mulher deixa de ser fértil. A perimenopausa é a fase que a precede, e nela o corpo da mulher começa a sofrer transformações tais como a oscilação dos níveis de estrogéneo e a irregularidade da ovulação, que faz com que a menstruação deixe de aparecer em alguns meses. As alterações hormonais que caraterizam este período refletem-se em diversos sintomas físicos, tais como afrontamentos e suores nocturnos, fadiga, dores nas articulações, e secura da pele, cabelo, olhos e boca. Por outro lado, há mulheres que também experimentam alterações de humor, que provocam ansiedade, irritabilidade, e tendência para a depressão. O esquecimento e a dificuldade de concentração são também caraterísticos. É possível que devido à oscilação dos níveis hormonais a mulher também sinta dificuldades físicas e emocionais durante as relações sexuais.

 

Posso usar Vaselina como lubrificante?

Utilizei vaselina como lubrificante nas últimas vezes que tive relações sexuais, mas apercebi-me de que na caixa diz que é para uso “externo”. Será que a vaselina me vai fazer mal?

 

Sandra, Tavira

 

Cara leitora,

 

De facto a vaselina foi utilizada durante muito tempo como forma de lubrificante, mas a sua indicação mais adequada é para a pele seca em zonas não genitais. Uma vez que a Vaselina é feita à base de óleo, as bactérias alojam-se com mais facilmente na zona da vagina, pénis ou ânus. Quando utilizados com o preservativo, os lubrificantes à base de óleo podem romper os preservativos mais facilmente, podendo originar uma gravidez indesejada ou uma Infecção Sexual. Desta forma os lubrificantes fabricados à base de água são mais recomendados, quer por não romperem os preservativos, quer por não causarem infecções bacterianas com tanta facilidade.

“Sexo virtual”

“Tenho passado bastante tempo na net desde que a minha namorada terminou o namoro, e no outro dia proporcionou-se ter sexo virtual como uma mulher com quem estava a conversar, será que fiz mal em ter este comportamento?

 

Diogo, Setúbal

Caro Leitor,

 

Existem muitas pessoas que utilizam a Internet como forma de realizar as suas fantasias sexuais, por isso, tranquilize-se pois o leitor não é o único. A Internet é um local onde as pessoas podem dar asas à imaginação, uma vez que não precisam de apresentar a sua verdadeira identidade, basta “teclar” e deixar-se embarcar numa viagem de prazer. De facto 20% das pessoas que mantêm relacionamentos na Net confessam que não dão a informação correcta a seu respeito. O sexo virtual é considerada uma nova forma de fazer sexo, pois envolve fantasia e imaginação num ambiente fora do vulgar.