Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Sofro muito com as dores do período!

sindrome-pré-menstrual.jpg

Tenho 21 anos e sofro imenso com as dores do período, chegando mesmo a ficar desesperada. Por vezes, fico tão mal disposta que nem sequer consigo ir às aulas.  Como posso ultrapassar este problema?

 Tânia

Cara Leitora,

De forma a evitar a perda excessiva de sangue durante o período da menstruação o útero contrai e liberta prostaglandina que é a substância que provoca a dor. Associadas à dor, principalmente no baixo-ventre e barriga, encontram-se sintomas como o enjoo, diarreia, vómito, enxaquecas, vertigens e cansaço. De forma a minorar a dor menstrual, existem comprimidos para as dores que podem ser tomados logo no início do ciclo. A pílula também pode ser recomendada, principalmente quando existe descontrolo hormonal. Os medicamentos apenas servem para atenuar as dores, não tratam o problema de uma vez por todas. Sendo assim, é aconselhável que solicite a ajuda do seu médico ginecologista para que possa ajudá-la a ter uma melhor qualidade de vida durante a menstruação.

Será que tenho cancro nos testículos?

dor testiculo.jpg

Tenho 37 anos de idade e o meu testículo esquerdo dói-me imenso quando lhe toco, e não sei porquê. Será que tenho cancro testicular?

Gonçalo

Caro leitor,

É importante que marque uma consulta com o seu médico o mais rapidamente possível de forma a que este lhe possa fazer um exame físico detalhado. Geralmente o cancro testicular manifesta-se através de um inchaço dos testículos, na maioria das vezes não acompanhado de dor. Este tipo de cancro é relativamente raro, manifestando-se geralmente em homens com idades entre os quinze e os vinte e cinco anos de idade, especialmente se estes não tiverem um dos testículos descaídos. Pode dar-se o caso de o leitor ter torcido o testículo ou ter feito uma lesão do mesmo resultante de alguma actividade física, por isso é importante que consulte o seu médico para que este lhe possa indicar o diagnóstico e tratamento mais indicados para o seu caso.

Não sou feliz a nível sexual

vida sexual infeliz.jpg

“Tenho 45 anos, sou casada há 15, e ultimamente tenho-me sentido insatisfeita sexualmente. Como devo lidar com a situação?”

Carla, Sacavém

 

Cara Leitora,

Uma vez que já está com o seu marido há 15 anos pode fazer com que a vossa relação tenha caído na rotina. Reflicta um pouco para que possa averiguar o que gostaria de alterar no vosso relacionamento, e converse com o seu marido para que juntos possam delinear estratégias que devolvam alguma diversidade à vossa vida sexual. Tenha imaginação e tente descobrir, juntamente com o seu marido, novas formas de sentir prazer e de estimular a vossa imaginação, não deixe que a vossa relação caia na rotina.

Terapia hormonal

reposição hormonal.jpg

 

"Tenho 30 anos e sou saudável, mas nunca senti muito desejo sexual. Uma amiga falou-me de terapia hormonal, e eu gostaria de saber do que se trata."

Anita, Lisboa

 

Cara Leitora,

A falta de desejo sexual é bastante comum entre as mulheres, principalmente quando o stress do dia a dia se torna excessivo. Existem hormonas, como por exemplo a testosterona, que quando tomadas em forma de suplementos podem fazer aumentar o desejo sexual. A Deidropiandrosterona, uma substância química que causa o aumento de testosterona nos homens e progesterona e estrogénio nas mulheres, é por vezes receitada por médicos com o objectivo de aumentar o nível de energia e bem-estar, em ambos os sexos. Os resultados deste tipo de terapia não estão totalmente provados e ela acarreta alguns efeitos secundários, por isso um médico especializado em sexualidade será a pessoa mais indicada para decidir se este tipo de terapia é aconselhável para si.  

Receitas afrodisíacas para cada signo: Gémeos, Balança e Aquário

Alimentos-Broxantes-x-Alimentos-Afrodisíacos-6---

 

Ponha uma mesa com requinte, coloque um castiçal ou dois com velas douradas, faça um centro de mesa com flores brancas e douradas junto destas coloque o seu cristal protetor, para que este lhe traga um ano cheio de saúde, amor e sucesso. Use uma lingerie, o mais atrevida possível, de cor dourado. Se quiser vestir-se, vista-se!

 

Entrada

Camarão sempre em pé

Ingredientes

10 camarões grandes descascados

½ chávena de vinho branco

½ folha de louro

1 pedacinho de casca de limão e sal

Maionese caseira

Preparação

Coza os camarões no vinho com o louro, o sal e o limão, durante 10 minutos em lume brando. Retire-os e deixe-os arrefecer. Sirva-os temperados com a maionese.

 

Sopa

Cebolas pornográficas

Ingredientes

2  chávenas de caldo de carne

2 cebolas picadas

1 pitada de cravinho em pó

1 pitada de açúcar

1 colher de sopa de óleo vegetal

4 colheres de sopa de queijo gruyère ou parmesão ralado

2 fatias de pão torrado

Preparação

Frite as cebolas em azeite até alourarem, acrescente o caldo e os restantes ingredientes menos o queijo e o pão, deixe cozer durante 10 minutos. Coloque em cada tigela uma fatia de pão e deite por cima o caldo a ferver, polvilhe agora com o queijo e leve ao forno durante 10 minutos.

 

Prato principal

Lulas excitadas

Ingredientes

4 lulas grandes

½ chávena de espinafres cozidos

½ de camarões cozidos

½ de leite

2 fatias de pão sem côdea

1 gema

3 colheres de sopa de óleo

2 colheres de sopa de manteiga

1 colher de sopa de cebola picada

1 alho esmagado

1 pitada de noz-moscada

sal e pimenta

Preparação

Coloque o pão de molho no leite. Coloque uma frigideira com o azeite ao lume e frite a cebola com o alho, sal, noz-moscada, a pimenta e os espinafres. Acrescente o pão bem esmagado e a gema e mexa muito bem, junte agora os camarões picados e a manteiga. Deixe apurar durante 5 minutos, sempre mexendo até obter uma pasta. Agora recheie as lulas com essa pasta que obteve e feche-as com um palito. Frite as lulas em óleo bem quente, coloque-as numa travessa e enfeite-a com rodelas de tomate.

 

Sobremesa

Figos flamejados ao rum

Ingredientes

8 figos grandes maduros e rijos

3 cálices de rum

1 colher de sobremesa bem cheia de manteiga

2 colheres de sopa cheias de açúcar

Preparação

Lave muito bem os figos com água morna, escorra-os muito bem e ponha-os num pirex que possa ir ao forno e à mesa. Salpique os figos com três colheres de sopa de água morna. Polvilhe com o açúcar e nozinhas de manteiga. Leve ao forno (médio) durante cerca 25 a 30 minutos. Retire-os do forno, aqueça um pouco o rum, deite sobre os figos e puxe fogo. Sirva imediatamente os figos em chama.

Dicas Sexuais

 "O Jardim Perfumado recomenda a contracção do músculo do amor, num dos mais íntimos "movimentos de amor" conhecido como "ligação amorosa".

 

(Segredos do Sexo, Michelle Pauli)

 

“Que devo fazer para proporcionar à minha namorada orgasmos múltiplos?”

“Amo imenso a minha esposa e gostava de lhe dar mais prazer. Ouvi falar em orgasmos múltiplos, o que é isso?”

Joaquim – Covilhã

 

 

Caro Leitor:

Os orgasmos múltiplos são uma sequência de vários orgasmos cuja intensidade, quantidade e velocidade variam de mulher para mulher. O primeiro passo para atingir o orgasmo múltiplo é dar bastante atenção aos preliminares e estar atento às reacções da sua namorada durante o acto sexual. Descubra o tipo de estimulação de que ela mais gosta, e faça-o durante mais tempo do que o normal, sem parar após o primeiro orgasmo. Basicamente, para que uma mulher atinja orgasmos múltiplos é necessário que o homem proporcione uma estimulação contínua e mais prolongada. Tenha no entanto em mente que nem todas as mulheres têm a capacidade de os experimentar, muitas mulheres com vidas sexuais completamente normais e satisfatórias conseguem ter apenas um orgasmo, independentemente da estimulação que recebam. Converse com a sua namorada sobre isso, pois nenhuma mulher no Mundo se vai importar se o seu parceiro lhe quiser dar mais prazer!

“Estou interessado numa colega, será que sou correspondido?”


 

“Sou um homem muito tímido e não tenho muita experiência com mulheres, no entanto sinto uma forte atracção por uma colega de trabalho que também é solteira. Tenho dúvidas se devo avançar porque não sei se ela gosta de mim ou é só simpática porque trabalhamos juntos. O que devo fazer para saber se ela também se sente atraída por mim?”

José, Aveiro

 

 

 

Caro leitor

Existem algumas formas de reconhecer se uma mulher está interessada em si ou se apenas quer ser sua amiga. Comece por prestar atenção à linguagem física dela quando estão a conversar, por exemplo se ela copiar os seus gestos é indicador de que ela gosta de si. Este tipo de comportamento é comum entre vários animais e faz parte do ritual de “corte”, pois biologicamente temos tendência a imitar aquilo que consideramos atraente. Ao copiar os seus gestos, a sua colega está dizer-lhe que está a prestar atenção a si e que o acha atraente. Por exemplo, se ela cruzar as pernas depois de você cruzar as pernas, ou ela se levantar depois de você se ter levantado é sinal de que a sua colega quer algo mais do que apenas uma amizade. Esteja atento à forma como ela se movimenta quando está perto de si. Ela toca-lhe? Cruza as pernas de forma provocadora? Brinca com o cabelo? Ou inclina-se par a frente para que possa estar mais próximo de si? Se a resposta a estas questões for positiva, então seja mais confiante, pois ela está “definitivamente” interessada em si.

 

Tema de hoje: menopausa

Estou casado há 20 anos e desde há algum tempo que não tenho relações sexuais com a minha mulher, apesar de a amar muito e ela a mim. A minha mulher tem sintomas depressivos (em acompanhamento médico) e apresenta sinais de entrada na menopausa (tem 44 anos), recusa assumir, perante os próprios médicos, a sua não apetência para uma vida sexual, é extremamente clássica e muito ortodoxa no que diz respeito a uma vida sexual.
Eu amo a minha mulher, eu respeito-a como pessoa, tento tudo para que a vida em casal seja o mais linear e feliz possível e, apenas queria que o nosso relacionamento fosse mais completo e feliz para ambos, tanto mais que ambos caminhamos para um momento da vida em que cada vez mais estaremos apenas os dois, dependentes apenas um do outro.
 
Francisco
 
Caro Francisco,
 
Actualmente, como a sua esposa está deprimida e em tratamento devo dizer-lhe que a diminuição do desejo é devida à doença e aos tratamentos anti-depressivos Enquanto essa situação persistir a sexualidade da sua mulher dificilmente mudará, mas devem falar com o médico que a acompanha para tentarem uma outra medicação.
A menopausa pode ter efeitos igualmente na sexualidade da sua mulher, pois algumas mulheres sentem-se diminuídas pela perda da capacidade reprodutiva e mesmo fisicamente a lubrificação vaginal é mais difícil e pode levar a algumas dores. Compre lubrificantes para experimentar nas relações sexuais com ela, para resdolver este problema, se ela o tiver.
Quando refere estar disposto a tudo para a seduzir e melhorar a vossa vida sexual tem de ter em conta a abertura da sua mulher à descoberta da sua sexualidade. Posso recomendar-lhe banhos de imersão, leituras eróticas (desde Mário Vargas Llosa à banda desenhada de Manara), filmes eróticos (Nove Semanas e Meia, filmes pornográficos com histórias do vosso agrado), viagens a destinos paradisíacos, descobertas de produtos eróticos de sexshops… Mas tem de haver uma certa abertura a tais planos e só o Francisco pode saber se a sua mulher a terá.
O acompanhamento sexológico seria igualmente desejável, por isso contacte-nos pelo telefone 21 318 25 91.

Não quero que ele ejacule na minha boca!

Embora eu goste de fazer sexo oral ao meu namorado não gosto nada que ele ejacule na minha boca, pois acho desagradável e desconfortável. Há alguma forma de impedir que isso aconteça, sem ter de parar? Como posso prever que ele vai ejacular?

Cláudia, Odivelas

 

 

Cara leitora,

 

Uma vez que não há duas pessoas iguais, a comunicação é o meio mais eficaz para poder evitar algo que lhe desagrada. Não há um tempo definido para um homem ejacular, nem procedimentos a seguir quando se faz sexo oral, e a expressão do prazer varia de pessoa para pessoa. Assim, a melhor forma de antecipar a ejaculação do seu parceiro consiste em prestar atenção aos sinais que ele emite, aprendendo a reconhecer aquilo que precede a ejaculação dele e que poderá identificar através da forma de expressão dele, única e diferente dos outros. Podem, também, estabelecer um código de palavras que ele diz quando está prestes a ejacular. A relação sexual deve sempre trazer prazer aos dois, por isso fale abertamente com ele e esclareça que embora goste de lhe fazer sexo oral não gosta de engolir o sémen, algo que ele aceitará pois também é do seu interesse que você sinta prazer. É importante definirem uma forma de ele a avisar, e também estar atenta à linguagem corporal dele e aprender a interpretá-la, pois o tempo de ejaculação de um homem também varia consoante o seu nível de stress, fadiga, excitação, entre outros.

 

 

Pág. 1/3