Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Ele acha que estou velha”

“Tenho 65 anos, sou casada há 35 anos, tenho uma relação estável, mas a nível sexual neste momento as coisas estão complicadas. Já não fazemos amor há vários meses, o meu companheiro acha que estou velha e que não poderei proporcionar-lhe prazer. Também tenho dúvidas se sou capaz, mas desejo-o muito.”

 

Maria, Santarém

 

Cara Leitora,

 

As suas dúvidas são legítimas pelo que não as deve recear, mas lembre-se que todas as pessoas, independentemente do seu sexo, estado civil ou idade, têm direito a uma sexualidade que as satisfaça, não só em termos físicos como também emocionais. Uma das ideias mais comuns na nossa sociedade é a de que as pessoas idosas não têm vida sexual, o que é uma ideia completamente errada. Este tipo de mentalidade faz com que, socialmente, não seja esperado que um idoso tenha o desejo de ter relações sexuais e ainda menos que demonstre esse desejo. Chega a considerar-se que é errado que os idosos assumam os seus interesses sexuais, mas tal é apenas preconceituosos e não corresponde à realidade. O envelhecimento não implica o desaparecimento da sexualidade, o que pode existir é uma evolução na maneira de estar e de viver a sexualidade. Por isso, fale abertamente com o seu marido e explique-lhe que o deseja como antes e mantém o mesmo interesse nele e na relação a dois. Procurem encontrar formas em conjunto de partilharem a sexualidade, talvez de forma diferente, mas não necessariamente menos satisfatória.