Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Não consigo ligar-me emocionalmente a ninguém...”

“Tenho 45 anos e nunca tive um relacionamento prolongado, o meu namoro mais duradouro não foi além dos quatro meses. Embora não tenha problemas em conhecer homens interessantes a verdade é que me aborreço rapidamente, nunca chego a um nível de intimidade emocional, quando me começo a sentir “presa” afasto-me. Os meus relacionamentos até aqui têm sido, basicamente, relações fugazes e centradas na sexualidade.”

 

Joana, Almada

 

Cara leitora,

Para algumas pessoas é mais fácil ter um envolvimento sexual do que emocional, o que parece ser o seu caso. Enquanto numa relação sexual não tem de lidar com a personalidade do parceiro no dia a dia nem precisa de expor os segredos e pormenores do seu caráter, um relacionamento amoroso implica uma entrega e uma partilha construída ao longo do tempo e de forma constante. Algumas pessoas sentem-se vulneráveis por se darem a conhecer dessa forma, pois numa relação afetiva as barreiras acabam por cair e as pessoas acabam por ter de se mostrar como efetivamente são, com todos os defeitos e qualidades que as caracterizam. Por aquilo que descreve, você envolve-se com parceiros mas sem deixar que esse relacionamento seja algo mais profundo, e faz isso como forma de se proteger emocionalmente. Um relacionamento íntimo e profundo pode ser maravilhoso, mas também bastante assustador na medida em que se pode magoar se as coisas não correrem bem.  Procure compreender porque razão se protege tanto, pois por trás de uma atitude aparentemente desligada poderá esconder-se uma forte insegurança e desejo de proteção. Ao aprender a aceitar-se a si
própria e a lidar com as suas vulnerabilidades tornar-se-á mais fácil e natural o envolvimento com outra pessoa além do domínio físico.