Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“ Fiquei paraplégico e tenho medo de já não satisfazer a minha esposa.”

 

“Sou casado, e sofri recentemente um acidente que me deixou paralisado da cintura para baixo. A minha esposa tem-me apoiado bastante no processo de reabilitação, mas eu tenho medo que ela perca o interesse por mim uma vez que não a posso satisfazer sexualmente…”
Manuel, Coimbra
Caro leitor,
A adaptação a uma deficiência adquirida é um processo bastante doloroso, que requer tempo, sendo natural que tenha dúvidas e receios quanto ao futuro da sua relação. A existência de uma deficiência vai alterar a dinâmica da relação, necessitando que ambos os intervenientes se adaptem a novos papéis. A sua esposa passa a cuidar mais de si do que você dela, o que pode vir a causar problemas iniciais. No seu caso, diz que a sua esposa o tem apoiado bastante durante a recuperação, o que é excelente.
O mais indicado é partilhar as suas preocupações com ela, pois sem dúvida vão existir mudanças na vossa vida sexual, que não se podem ignorar. Apenas através da colaboração de ambos a situação se resolverá da melhor forma. O leitor diz que não pode satisfazer a sua esposa… Mas desde quando é que sexo se limita à penetração? A estimulação manual e oral são práticas sexuais que poderão praticar sem qualquer problema.