Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Não consigo atingir o clímax!”

“Sou casada e tenho uma vida sexual activa, mas de há algum tempo para cá não consigo atingir o orgasmo e não entendo porquê!”

 

Marina – Nisa

 

Cara Leitora:

O facto de não conseguir atingir o orgasmo pode ter várias causas: andar mais cansada do que o habitual, estar a passar por um período de desequilíbrio emocional ou uma crise matrimonial, estar a fazer algum tratamento médico cuja medicação bloqueie os receptores de serotonina no cérebro (o que pode dificultar o orgasmo), ou simplesmente andar a pensar demais nesse problema. O facto de antes de começar a relação sexual pensar que pode não atingir o orgasmo já é meio caminho andado para que isso acabe por acontecer. Liberte-se de todo o stress e preocupações que a rodeiam, procure relaxar bastante, se puder goze um fim-de-semana romântico com o seu marido, e verá como o clímax acabará por chegar.

“Nunca tenho orgasmos quando fazemos amor!”

“Eu e o meu namorado temos uma vida sexual muito activa e gostamos muito um do outro, mas acontece que não consigo ter orgasmos quando ele me penetra, por mais que ele se esforce. Consegue provocar-me orgasmos facilmente quando me faz sexo oral, mas não tenho prazer nenhum através do coito, o que nos deixa a ambos bastante frustrados.”

 

Laura, Santarém

 

Cara leitora,

A situação que descreve é mais frequente do que possa pensar, pois muitas mulheres têm dificuldade em ter um orgasmo através da penetração. As paredes vaginais possuem relativamente poucas terminações nervosas, e apenas a parte mais baixa possui as suficientes para ser estimulada pelo pénis, dedos, ou outro tipo de penetração. Por essa razão, é mais difícil ter um orgasmo quando o pénis está completamente introduzido na vagina, pois a parte que recebe maiores estímulos é a que tem menor sensibilidade aos mesmos. O facto de conseguir ter orgasmos pelo sexo oral indica pistas preciosas para que consiga tê-los também durante o coito. Procure compreender, durante o sexo oral, aquilo que lhe provoca o orgasmo, que tipo de estimulação é mais eficaz e de que forma consegue chegar “lá” com maior eficácia. Procure com a ajuda do seu namorado integrar essas carícias que a levam ao orgasmo pelo sexo oral e pela masturbação e usá-las com a masturbação.  Uma vez que o prazer da mulher vem sobretudo com a estimulação do clítoris, o seu namorado pode estimulá-lo com os dedos ao mesmo tempo que a penetra, aumentando dessa forma as hipóteses de sucesso.

Violência como forma de atingir o orgasmo

o-SADOMASOCHISM-facebook.jpg

 

"De há uns tempos para cá a única forma de o meu parceiro atingir o clímax é se eu lhe bater durante a penetração. Será que é normal?"

 Cátia - Funchal

 

Cara leitora,

Existem inúmeras formas do homem conseguir atingir o prazer sexual e, no caso do seu parceiro, o facto da leitora demonstrar violência é a forma ideal de o estimular sexualmente. Durante os preliminares, existem pequenos toques e gestos que são fundamentais para causar a excitação e que podem viabilizar o prazer. Contudo, existe a diferença entre experiências sexuais para atingir o clímax e situações de dependência de uma determinada situação para atingir o orgasmo. Se o seu parceiro se encontra nesta última situação, será indispensável procurar a ajuda de um especialista que o poderá ajudar a perceber essa necessidade e definir estratégias que o ajudem a superar essa situação.

Orgasmos sem ejaculação?

couple-make-love.jpg

 

"Gostava de saber como é que o sexo tântrico funciona exatamente… Ouvi dizer que leva a um orgasmo muito intenso, sem ejaculação, mas gostava de saber mais pormenores… Como é que isso é possível?"

 Cláudio - Setúbal

 

Caro leitor,

As tradições religiosas tântricas encontram-se no hinduísmo e no budismo e veneram as divindades relacionadas com a energia sexual cósmica. O yoga tântrico defende a ideia de que uma "veia" enorme sobe desta a parte do fundo da espinha, onde repousa a kundalini, ou poder, até à mente, o pico mais elevado, simbolizado pelo lótus. No tantra, a maior fonte de energia que existe no universo advém das relações sexuais ritualizadas e o orgasmo é considerado uma experiência cósmica e divina. A prática tântrica chamada "karezza" envolve uma relação prolongada, sem ejaculação. Para tal, as posturas são trabalhadas, a meditação, o controlo da respiração e a pressão dos dedos são usadas como forma de perpetuar o clímax sem chegar à ejaculação. Estes orgasmos sem ejaculação trazem muito prazer e permitem que a relação sexual continue. Requer, no entanto, preparação e conhecimento da técnica. Fisiologicamente isto é possível porque o clímax e a ejaculação implicam duas funções distintas e, embora aconteçam em simultâneo, o orgasmo não precisa da ejaculação para ser considerado como tal.

As pessoas virgens podem ter orgasmos?

0cb5ea9.jpg

 

"Tenho 18 anos e ainda sou virgem, e gostaria de saber se, apesar de ser virgem, posso ter orgasmos?"

Sandra - Almada

 

Cara leitora,

Claro que sim! A capacidade de sentir um orgasmo não está directamente relacionada com o início da atividade sexual com um parceiro. Fisiologicamente não é necessária a existência de um parceiro, ou o coito, para que o indivíduo consiga atingir o clímax. Através da masturbação uma pessoa virgem pode perfeitamente atingir o orgasmo sem qualquer problema. Por isso não se iniba e explore o seu corpo, o que até fará com que tenha mais facilidade em atingir o orgasmo quando decidir iniciar a sua atividade sexual com um parceiro.