Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Não consigo manter a erecção!”


“Apesar ainda ser bastante jovem, tenho tido algumas dificuldades em alcançar e manter a erecção quando quero ter relações pela segunda vez?”

Pedro, V.N. Gaia

 


Caro Leitor,

A relação sexual na sua plenitude resume-se a quatro estádios distintos mas complementares, ou seja, a excitação, a plataforma, o orgasmo/ejaculação e a resolução. Sendo neste último que o corpo entra numa fase de relaxamento, uma vez que acontece a descontracção muscular que pode originar a perda de erecção.

Por norma, as mulheres têm uma maior capacidade de prolongarem o acto sexual, isto porque os homens necessitam de um período de tempo mais alongado para se restabelecerem após o êxtase.

É importante ter em conta que o período refractário varia consoante a idade e o nível de excitação. Normalmente, todos os homens passam pela fase da resolução, pois é parte integrante que caracteriza a fisiologia masculina. Por isso, não se preocupe pois a perda de erecção é perfeitamente normal.

Agora, tendo em conta que ainda é bastante jovem deve primar pela originalidade para melhor a sua vida sexual. A procura de novas situações poderá revitalizar a sexualidade do casal de modo a estimular a erecção.

 

Problemas de erecção

O meu namorado é um jovem de 18 anos, saudável. Passou fases de abstinência sexual relativamente alargadas, quando ainda não estamos juntos e tem um problema que tem vindo a perturbar-lhe e a mim também há algum tempo: quando se envolve comigo e durante a fase pré-sexo, onde nos beijamos, costuma ficar bastante entusiasmado e surgem-lhe regularmente erecções. O problema que lhe aparece é numa fase posterior, durante o acto sexual propriamente dito tem dificuldades em ter erecções. Tem bastante dificuldade em perceber o porquê desta questão, visto que não tem problema em ter uma erecção quando está sozinho, ou durante a tal dita fase de pré-sexo. Parece que isto não aconteceu apenas comigo, pois já tinha acontecido numa relação anterior.

Irina

 

Cara Irina,
 
O problema que descreve pode tratar-se de disfunção eréctil um dos problemas sexuais mais comuns nos homens: pode tratar-se de uma incapacidade de manter a erecção por um curto período até conseguir obtê-la de todo. É muito normal que os homens passem por isto em algum período das suas vidas ou em situações pontuais por factores circunstanciais (cansaço, ter bebido demasiado álcool, estar a fazer determinada medicação, etc). O problema começa muitas vezes com uma situação pontual, mas que a preocupação em antecipação e no momento sexual posterior levam a que se instale uma disfunção sexual.
Uma das causas mais comuns da disfunção eréctil é uma condição na qual embora o sangue aflua ao pénis da forma habitual durante a erecção, volta de novo para trás e o pénis fica flácido. Isto acontece devido ao sistema de bloqueio, que normalmente mantém o sangue dentro do pénis, deixar de funcionar convenientemente. Este problema pode ser ultrapassado utilizando um anel concebido medicamente que encaixa à volta da base do pénis – experimente comprá-lo num sex-shop.
Os problemas de erecção do seu parceiro parecem ter uma origem psicológica, visto que ele consegue ter erecções antes da penetração. Por exemplo, se estiver preocupado com o seu desempenho sexual, ou com sentimentos de inadequação, culpa, ou ressentimento, estes podem manifestar-se como uma incapacidade de ter ou manter a erecção.
Como este problema já tem algum tempo, devem em casal fazer uma terapia sexual, que vos pode ajudar a ultrapassar este problema (nós damos consultas em Lisboa, com marcações através do número de telefone 21 318 25 91). Se adiarem demasiado o tratamento as dificuldades podem instalar-se e dificultar ainda mais a que o seu parceiro, e a Isabel, se sintam satisfeitos com a vossa vida sexual e com a relação. Não hesitem e peçam ajuda profissional – verão que não se arrependerão!