Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“A minha mulher não consegue engravidar”

“Sou casado há 10 anos e há cerca de dois eu e a minha mulher temos tentado ter um filho mas ela nunca conseguiu engravidar. Já consultámos vários especialistas mas nunca chegaram a nenhuma conclusão. Será que temos algum problema?”

Gonçalo, Tomar

 

 

Caro leitor,

Estudos indicam que a partir dos 34 anos a fertilidade feminina começa a diminuir significativamente e consequentemente as hipóteses de engravidar são menores.

Tendo em conta que tem tido o cuidado de consultar alguns especialistas de forma a averiguar que tanto o leitor como a sua mulher reúnem os requisitos físicos para serem pais, a melhor atitude a tomar é controlar o estado de ansiedade em que se encontram. Em muitas situações, a ansiedade é uma das causas que impede algumas mulheres de ficarem grávidas. Tanto o leitor como a sua mulher devem adotar uma atitude mais tranquila, evitem o stress, procurem descansar mais, sobretudo durante o período fértil, e ter em consideração alguns cuidados que ajudam a sua mulher a ficar mais fértil. Sendo assim, recomende à sua mulher que aumente a sua exposição ao sol e que tenha uma alimentação equilibrada, fatores que facilitam uma ovulação regular. 

“O preservativo fica dentro da minha vagina!”

“Tenho 19 anos e quando faço amor com o meu namorado já me aconteceu, por algumas vezes, o preservativo escorregar e ficar dentro da minha vagina quando ele tira o pénis. Fico apavorada com uma possível gravidez, para além de que eu ter de retirar o preservativo de dentro da vagina quebra completamente o clima. Porque é que isto acontece tanto? O que podemos fazer para o evitar?”

Rute, Coimbra

Cara leitora,

Para além do risco de engravidar e de deixar de exercer proteção contra a transmissão de vírus e doenças, o facto de o preservativo escorregar e ficar dentro da vagina é constrangedor e corta o clima do momento, sem dúvida. A razão pela qual isto sucede pode estar relacionada com o tamanho do preservativo, que pode não estar adequado ao tamanho do pénis do seu namorado, quer seja em largura quer em comprimento. Quando coloca o preservativo, verifiquem se está posto até ao fim ou se sobra ainda látex enrolado. O ideal é experimentarem diversos tamanhos e marcas diferentes de preservativos para verem qual deles se adapta melhor ao pénis, para que não saia. Por outro lado, tenha em atenção que embora o uso de lubrificante seja aconselhável, quando é usado em excesso pode tornar-se prejudicial, pois deixa o preservativo muito mais escorregadio. Evitem usar lubrificante dentro do preservativo, se o fazem. Devem também ter em atenção se o preservativo escorrega apenas quando fazem amor em determinadas posições, pois pela anatomia dos corpos pode acontecer que em algumas posições a sua vagina fique mais apertada e exerça pressão que puxa o preservativo, fazendo-o sair. Por fim, tenham em atenção que o pénis deve sair da vagina quando ainda está ereto, pois de contrário ao perder a ereção diminui de tamanho, o que obviamente faz com que o preservativo saia.

“Há risco de gravidez sem penetração?”

 

Gostaria de saber se uma mulher tem muitas probabilidades de engravidar apenas com o contacto directo da vagina com o pénis, mesmo que não haja ejaculação nem penetração?”

 

Mariana, Vila Nova de Gaia

 

Cara leitora,

As probabilidades não são muito grandes de acontecer uma gravidez, apenas com o contacto genital, mas pode acontecer, se o homem tiver já libertado líquido pré-ejaculatório (a lubrificação que sai antes da ejaculação) e se o contacto entre os genitais for bastante directo, sem qualquer roupa nem protecção.

Lembre-se que mesmo que a gravidez não aconteça as infecções sexualmente transmissíveis podem ser transmitidas numa situação como a que descreve, pelo que a protecção com o preservativo é desejável. 

A masturbação engravida?

“Tenho uma dúvida que gostaria que me esclarecesse. Sei que não se engravida através da masturbação, mas há uns dias saí com umas amigas minhas, conversámos sobre homens e sexo, e fiquei um bocado intrigada quando todas me afirmaram que se pode engravidar com a masturbação. Sempre li o contrário, mas com tantas opiniões diferentes não sei o que pensar, e esta é a minha dúvida – pode-se engravidar com a masturbação?”

 

Maria, Abrantes

 

 

Cara leitora,

todas têm uma certa razão: por um lado a masturbação não leva à gravidez, pois há carícias mútuas nos órgãos genitais, que não permitem por si só o encontro de espermatozóides com um óvulo; no entanto, por outro lado, se não houver o cuidado de evitar os contactos genitais, tal encontro pode mesmo acontecer, se o pénis tocar nos lábios vaginais (sem qualquer roupa ou outra protecção) e ejacular, os espermatozóides podem subir o canal vaginal e fecundar um óvulo, embora com menor probabilidade. Há ainda a possibilidade, em casais que desejam muito ter filhos, de o homem se masturbar e, com a ajuda de uma seringa, se fazer a entrada do sémen no canal vaginal (para não sobrecarregar o casal com problemas de fertilidade com relações sexuais à hora marcada) e, se tal for feito rapidamente os espermatozóides estão ainda vivos e com boa mobilidade. Portanto, as probabilidades de se engravidar com masturbação são pequenas, mas existem em casos especiais.

“Posso engravidar estando com o período?”

“Fiz amor com o meu namorado no segundo dia do período, na relação sexual nós usámos preservativo, depois continuámos com preliminares mas sem preservativo e o pénis dele esteve próximo da minha vagina, por isso estou com algum receio de poder ter engravidado. Corro esse risco?”

 

Clarissa,
Leiria

 

Cara leitora,

O primeiro dia de menstruação é o primeiro dia do ciclo e a ovulação e o período fértil (o intervalo feito pelos 4-5 dias para trás e para a frente do dia que marca a metade do ciclo menstrual) são calculados a partir daí, mas tendo em conta vários ciclos menstruais – pelo menos 6, que não correspondem necessariamente a 6 meses. Assim, provavelmente o dia em que teve relações sexuais não estava no intervalo do período fértil. Se estivesse e houvesse contacto genital sem protecção, a probabilidade de engravidar aumentava consideravelmente, por isso deve escolher um método contraceptivo que  se adeqúe aos seus comportamentos, como a contracepção hormonal, por exemplo(pode ser em pílula, adesivo, implante, anel vaginal). Aconselho-a a ir a uma consulta de planeamento familiar, que são gratuitas em muitos centros de saúde de Portugal, para esclarecer as suas dúvidas e começar uma contracepção que a deixe descansada e livre para viver o seu prazer!

 

“As mulheres podem engravidar durante a menstruação?”

“Tenho 17 anos e gostaria de saber se é possível as mulheres engravidarem durante a menstruação, pois tive relações com a minha namorada nessa altura sem utilizar preservativo.

 

Luis, Portimão

 

Caro Leitor,

Por norma, considera-se que esta é a fase mais segura para ter relações sexuais sem correr o risco de engravidar. Isto só é possível porque a  menstruação simboliza o final de um ciclo e o início de outro, o que significa que não existem condições que permitam o amadurecimento do óvulo e daí não haja fecundação. Existem no entanto casos nos quais mulheres engravidaram durante o período no qual achavam estar a ter a menstruação. Algumas mulheres têm corrimento sanguíneo durante os 21 dias antes de terminar o ciclo menstrual, mas isso não significa que estejam a ter o período, e se tiverem relações sexuais desprotegidas durante esses dias podem de facto engravidar.

Engravidar e a Pílula

Eu tomei a pílula, sem interrupções, durante 16 anos e no final de junho deixei de tomar. Neste momento não sei quais serão as probabilidades de poder engravidar normalmente. Tenho 30 anos e não sei se será necessário proceder a alguma consulta.
Angélica
Cara Angélica,
A pílula só tem efeito contraceptivo enquanto é tomada, não prejudica a capacidade reprodutiva de quem a toma. No entanto, se antes de começar a tomá-la não tentou engravidar não sabe o seu nível de fertilidade a priori. Pode tentar engravidar naturalmente, mas seria desejável ir a uma consulta de planeamento familiar antes de começar a tentar sem contracepção, para fazer alguns exames de rotina que se recomendam a futuras mães.

Esquecer a pílula

 

A minha namorada toma anti-concepcional diariamente, porém ela esqueceu-se de tomar 2 dias e tomou ao amanhecer. Tivemos relações sexuais, mas não ejaculei dentro da vagina. Há probabilidades de engravidar? São grandes as chances?
Fábio
Caro Fábio,
As probabilidades de se engravidar não podem ser contabilizadas. Esclareça com a sua namorada quantas horas depois da hora habitual é que ela tomou a pílula, pois esta se for tomada algumas horas depois e a eficácia é ainda mantida. O coito interrompido, o método contraceptivo que refere ter realizado, não é eficaz e tem bastantes probabilidades de engravidar, por isso nestas situações deve utilizar o preservativo e ficar descansado – será bem melhor para o vosso prazer e para a relação sexual.
Veja mais aqui: http://consultoriosexologia.blogs.sapo.pt/tag/coito+interrompido

Seremos férteis?

Gostava de saber em que especialidade devo marcar consulta para saber se eu e o meu marido somos férteis, pois já há 6 meses que deixei de tomar a pílula e ainda não consegui engravidar...
Celestina
Cara Celestina,
Em primeiro lugar, deve marcar consulta num ginecologista, para fazer alguns exames de rotina antes da gravidez. Não se preocupe de ainda não ter engravidado, pois isso leva algum tempo e 6 meses é perfeitamente normal. Só se considera que um casal tem dificuldades de fertilidade quando está a tentar há uma no e meio-dois anos, sem contracepção e sem efeitos. Até lá - não se preocupe e deixe-se levar.
Não fique ansiosa para não prejudicar a sua capacidade reprodutiva indirectamente. Boa sorte nesse percurso!