Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“A pílula influencia os orgasmos?”

“Gostava de saber se a pílula tem algum efeito nos orgasmos, pois tenho amigas que dizem que começaram a ter orgasmos com maior facilidade após começarem a tomar a pílula, mas outras relatam o contrário…”

 

Rita, Mafra

 

Cara leitora,

Há mulheres que têm maior facilidade em ter um orgasmo, enquanto que, para outras, é mais difícil. A toma da pílula afeta os níveis hormonais e por isso a reação de cada mulher é variável: enquanto que, para algumas, a vontade sexual aumenta, e o prazer se torna mais “fácil” de alcançar, noutros casos isso não acontece, havendo até dificuldades ao nível da lubrificação ou diminuição da libido, por exemplo. Um orgasmo resulta da combinação de fatores não só físicos, como também psicológicos e, por isso, importa explorar aquilo que lhe dá prazer a si, em particular. Algumas mulheres sentem-se mais descontraídas quando tomam a pílula, devido a não terem tanto medo de engravidar, o que ajuda a que tenham mais prazer durante a relação sexual. A sua reação à pílula será individual e única, mas pode sempre encontrar formas de potenciar o seu prazer, mesmo que as oscilações hormonais provocadas pela pílula possam afetá-lo. Existem diferentes tipos de pílula, pelo que o seu médico poderá ajudá-la a encontrar aquela que melhor se adequa a si. As pílulas contêm hormonas (cuja dosagem varia) porque, desta forma, o organismo é “enganado” e reage como se já existisse uma gravidez, o que faz com que não haja a libertação do óvulo e, assim, não possa engravidar. Os níveis hormonais no corpo afetam o humor, a vontade sexual e outras reações, pelo que podem afetar a vida sexual mas, ao compreender o que desperta e mantém o seu prazer e ao encontrar uma pílula que seja adequada a si, conseguirá viver a sua vida sexual com normalidade.