Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Experiências com uma amiga…”

Information for GLBT Youth on Finding Like-Minded Teens

 “Tenho 19 anos e sou virgem. Nunca tive um namorado. Há uns meses comecei a ter conversas sexuais com uma amiga, ficámos bastante excitadas e já fizemos “sexo ao telefone”. Não sei se sou lésbica. Ela vive noutra cidade e já pensámos em fazer sexo por videochamada. Será que devo fazê-lo?”

 Jessica, Viana do Castelo

 Cara leitora,

Acima de tudo importa fazer aquilo com que se sente bem, embora deva sempre proteger a sua intimidade e a sua identidade, pois com a Internet há sempre o risco de que aquilo que se passa entre duas pessoas acabe por se divulgar pelo Mundo se uma das partes envolvidas trair a outra ou se os ficheiros forem parar a outras mãos. Assim sendo, cabe-lhe avaliar os prós e contras antes de tomar uma decisão. Caso decida fazer a videochamada, evite que o seu rosto e o seu corpo sejam filmados em simultâneo – o que torna mais difícil identificá-la. Relativamente às dúvidas em relação à sua orientação sexual, é normal que haja fluidez – grande parte das pessoas sente-se atraída por pessoas de ambos os sexos, tendo uma preferência por um deles que pode variar em fases diferentes da vida. é perfeitamente natural e saudável que explore a sua sexualidade com alguém em quem confia. Conhecer bem o seu corpo e aquilo que lhe proporciona prazer fará com que, quando tiver relações sexuais com outra pessoa, elas sejam também mais satisfatórias para si e para a outra pessoa.