Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“O que se passa comigo?”

“Tenho 19 anos e há 2 anos que namoro com um rapaz. Há 8 meses perdi a virgindade com ele. Correu tudo bem, eu tinha ido ao médico antes, que me mandou fazer alguns exames e que me orientou sobre as sensações que possivelmente iria ter... Eu já tomava anticoncecional desde os meus 14 anos, porque a minha menstruação tem um fluxo muito forte. O meu namorado, entretanto, fez uma cirurgia e tivemos de estar mais de dezoito dias sem ter relações sexuais. Quando o médico dele indicou que era seguro termos relações sexuais eu perdi a vontade, deixei de sentir desejo. Quando tentei forçar senti muitas dores e sinto que a minha vagina está com um odor diferente, com muito corrimento.

É normal eu sentir essa falta de interesse por ele? Gosto de beijar, abraçar, mas quando nos envolvemos mais intimamente peço-lhe que pare e sinto vontade de chorar. Tenho medo que seja alguma infeção!”

Maria, Lamego

  

Cara leitora,

O seu caso apresenta tantos aspetos que deve em primeiro lugar falar abertamente com o seu médico para melhor a esclarecer. O facto de fazer contraceção é positivo para ficar descansada quanto a possíveis gravidezes indesejadas, mas não a protege de contrair infeções sexualmente transmissíveis e isso pode ainda preocupá-la.

Não sei como reagiu às suas primeiras relações sexuais, se gostou, se se sentiu confortável, como ficaram depois. Não sei a causa da cirurgia do seu namorado e se ela pode relacionar-se com a sua falta de desejo. Também não sei se a vossa relação sofreu alguma mudança nesses dias em que não tiveram relações. Qualquer um destes fatores pode influenciar o seu desejo sexual e a sua vontade de ter sexo.

Reflita um pouco, sozinha ou acompanhada, sobre o que poderá estar a ter impacto nos seus sentimentos em relação à sexualidade. Aconselho ainda a que procure a ajuda de um psicólogo ou de um sexólogo para que ele a ajude a fazer um diagnóstico e a lidar com a situação. No que toca a dores, odores e corrimento tem mesmo de fazer um diagnóstico presencial com um médico, pois pode ter desenvolvido algumas bactérias vaginais (a vagina como mucosa tem uma flora vaginal que pode desequilibrar-se e dar tais sintomas), como pode ter sido infetada com uma infeção sexualmente transmissível e estar a reagir negativamente ao sexo por lhe causar dores.