Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Perdi o interesse no sexo…”

How Your Relationship Can Survive The Winter | Dr. Karen Sherman | YourTango“Antigamente as minhas relações sexuais duravam duas a três horas e nunca tive problemas mas de há uns tempos para cá perdi o interesse no sexo. Tenho uma namorada maravilhosa mas parece que perdi o interesse nela, tenho sentido muitas saudades da minha ex-namorada, de quem me separei já há um ano. Estou com receio de ter uma depressão. O que se passa comigo?”

 

Tiago, Abrantes

 

Cara leitora,

O facto de estar a aperceber-se conscientemente daquilo que mudou na sua vida é o primeiro passo para encontrar uma solução. Nesse sentido, o acompanhamento de um psicoterapeuta pode avaliar consigo o seu caso e ajudá-lo a compreender melhor o que se passa, devendo fazê-lo para evitar uma depressão, conforme receia. Ainda assim, a situação que descreve parece ter a ver com motivos psicológicos, visto que indica ter perdido o interesse na sua atual namorada e ter saudades da sua anterior relação. Convém compreender se, de facto, ainda tem sentimentos pela sua anterior namorada, o que faz com que deixe de sentir interesse na relação sexual com a sua namorada atual, ou se, pelo contrário, é algo que na sua vida o deixa insatisfeito e, como sente que não está a corresponder às expetativas da sua namorada atual, deseja evadir-se dessa situação, regressando a uma situação anterior, quando a sua vida sexual corria sobre rodas. O stress, a ansiedade e o cansaço contribuem para o desgaste mental e comprometem a libido e o desempenho sexual. Assim, tanto pode estar a atravessar uma fase conturbada – que precisa de ser acompanhada por um terapeuta para que não tenha consequências mais graves – que não tem a ver com a sua namorada, como pode estar bem, mas já não sentir atração nem vontade de manter o seu relacionamento. Nesse sentido, o acompanhamento terapêutico será essencial para que compreenda aquilo que se passa consigo e possa resolvê-lo. Se toma medicação a perda de interesse sexual também pode ser um efeito secundário da mesma, devendo nesse caso aconselhar-se com o seu médico.