Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Quais os riscos em fazer sexo oral?”

 

 

“Hoje em dia ouve-se falar muito das doenças sexualmente transmissíveis. Quais os riscos de fazer sexo oral à minha namorada?”

 

 

Carlos, São Pedro do Sul

 

Caro Leitor,

 

O sexo oral é uma das formas mais comuns de transmissão doenças sexualmente transmissíveis. Desde o vírus HIV ao herpes. Tudo é possível desde que não exista uma correcta protecção. Para prevenir situações desconfortáveis movidas por comportamentos irreflectidos a prevenção e a protecção são palavras de ordem.

A maioria das doenças transmitidas sexualmente, com a excepção do HIV, Herpes e Verrugas Genitais, quando diagnosticadas e tratadas em tempo útil, podem evitar o contágio de outras pessoas e consequentes problemas de saúde. Os sintomas de algumas doenças transmitidas sexualmente são, em alguns casos, difíceis de detectar, assim deverá ser efectuado sempre o rastreio ao nível da saúde sexual, mesmo se não se evidenciar qualquer sintoma. Se por acaso pensar que foi infectado, o melhor será dirigir-se ao médico, pois não deverá deixar uma infecção destas por tratar, correndo o risco de originar mais problemas e complicações.

Quando se é sexualmente activo há sempre a possibilidade de haver contágio, mas há formas de se proteger, por exemplo, o casal fazer exames médicos regulares, usar sempre o preservativo ou a folha dental (utilizada aquando da prática de sexo oral em mulheres).

Claro está que a melhor técnica a adoptar será o sexo seguro, isto é, cada vez que tiver relações sexuais, o melhor caminho para a prevenção será o uso regular do preservativo.