Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Sexo dentro de água!”

 


 

“Nem eu nem o meu namorado temos qualquer tipo de pudor ou preconceito, e já experimentámos as mais diversas brincadeiras sexuais. Fazemos amor dentro de água regularmente e, por incrível que pareça, é aí que mais facilmente atinjo o orgasmo. Há algum problema em continuar a fazê-lo?”

 

Lídia, Abrantes

 

 

 

Cara Leitora,

 

O facto de experimentar diversas brincadeiras sexuais é algo salutar pois é através dessas brincadeiras que ambos vão conhecendo a melhor forma de satisfazer o parceiro e, ao mesmo tempo, vão fazendo novas descobertas em relação ao seu próprio corpo. No seu caso, ter relações sexuais dentro de água demonstrou ser algo bastante agradável, pois trata-se de um outro contexto que proporciona a leveza do corpo e o relaxamento. Este meio, através das características a si inerentes, incita à tranquilidade e à descontracção facilitando o clímax, isto é, a obtenção máxima de prazer. Porém, como qualquer experiência levada ao extremo, pode cair na rotina e deixar de ter o efeito inicial. Procure não limitar a sua actividade sexual a apenas sexo dentro de água, pois muito facilmente a sua vida sexual pode ficar rotineira.