Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Sinto-me atraída pelas minhas amigas …


“Fui casada durante muitos anos, mas recentemente separei-me do meu marido porque ele era muito bruto comigo. Sei que se passa algo de muito estranho comigo, pois sinto-me atraída por mulheres. Estou preocupada, pois sinto-me bem assim…”

 

Margarida, Paços de Ferreira

Cara Leitora,

A atração entre seres do mesmo sexo é algo comum nas sociedades. O constrangimento e a instabilidade em que vive são perfeitamente compreensíveis devido à indefinição da sua orientação sexual.

Antes de mais, é importante que se sinta bem consigo própria para que possa definir o que se passa verdadeiramente consigo. Não se sinta diferente por optar por uma outra orientação sexual, pois tem todo o direito de optar por aquilo que verdadeiramente a faz feliz.

Assim sendo, caso veja que a atração por pessoas do mesmo sexo é algo consistente, não tenha receio de assumir. O importante é definir muito bem se é isso que deseja para que não tome nenhuma decisão da qual se possa arrepender. Pondere com calma e seja feliz com a decisão que tomar. 

(In)submissão

focus2-xlarge.jpg

 

Quem não deseja ser a companheira perfeita, a amante inesquecível, a sedutora a que o companheiro não resiste? No mais íntimo de cada ser humano há a necessidade de ser desejado, apreciado, de despertar atração e luxúria. Por vezes caímos na ideia errada de que, se fizermos tudo o que o outro deseja, seremos amados. Ser submissa não é o mesmo que ser uma boa amante, bem pelo contrário! Contudo, há quem se encontre a si próprio no prazer de se submeter a outrem, num jogo de domínio e submissão.

 

As exigências do dia a dia fazem com que muitas vezes nos esqueçamos que, para além de mães, filhas, funcionárias, chefes, somos, acima de tudo, mulheres. É comum à nossa identidade a sensibilidade, a sutil delicadeza, a capacidade de entrega e devoção, a força para derrubar todos os obstáculos, a resistência e resiliência e, também, a capacidade inata de seduzir e derreter o coração mais empedernido. O poder de sedução faz parte da mais profunda natureza feminina.

 

Algumas mulheres, contudo, negligenciam essa aptidão por duvidarem dela, sendo incapazes de se verem a si próprias como sedutoras ou atraentes. Para ser uma boa amante, comece por se ver a si própria como tal. Esqueça os tabus que lhe incutiram, perca os receios de ser "desavergonhada" ou de adotar comportamentos pouco próprios para uma boa esposa.

 

Entre quatro paredes, tudo é permitido entre duas pessoas que se amam e se respeitam. Fazer todas as vontades e ceder a qualquer capricho de outrem não garante a conquista do seu coração: bem pelo contrário, os homens (e as mulheres) amam pessoas com personalidade forte, que se apreciam a si próprias.

 

Quando estamos no território do BDSM, contudo, as regras alteram-se. Se existem pessoas que sentem prazer em dominar, outras há que encontram a sua maior satisfação em serem dominadas, submetidas a outrem. Os submissos devotam uma total lealdade ao seu dominador ou dominadora, servindo-o/a em tudo o que lhes é pedido, dentro dos limites que foram previamente definidos pelo contrato assinado entre ambos, que faz parte do protocolo das relações BDSM.

 

Para além dos jogos íntimos, sexuais ou não, o dominador pode determinar como é que o submisso se deve vestir (muitos submissos usam uma coleira com uma argola de metal, que os identifica como sendo aqueles que se submetem) ou aquilo que deve comer, e estas regras lembram ao submisso que o seu papel é obedecer e agir da forma como o dominador entende que ele deve fazer. O prazer que estas práticas podem proporcionar radica nos meandros secretos do nosso cérebro.

 

Por exemplo, uma pessoa a quem no dia a dia é exigido que dite as regras e as ordens que outros têm de cumprir pode achar extremamente libertador o facto de, por sua vez, se encontrar à mercê das ordens de outrem. Pessoas inseguras que precisam de constante aprovação dos outros podem retirar um enorme prazer do facto de se empenharem para cumprirem as ordens que lhes são dadas, sendo depois elogiadas, incentivadas, apreciadas e recompensadas por isso. Existem pessoas, também, que simplesmente se divertem a explorar outros aspetos da sua sexualidade e do seu erotismo, descobrindo mais sobre si próprias neste complexo jogo de "o Dom manda".

Banho de sedução

suite-nupcias-do-hotel-royal-savassi-em-bh-1342030

 

Sabia que os banhos de sedução são usados há milénios, utilizando as propriedades mágicas das plantas sagradas e dos elementos da natureza para impregnar o corpo com uma essência que exerce um poderoso poder de atração?

 

Já Cleópatra era famosa pelo seu banho de sedução. Era uma rainha com uma beleza radiosa, que se dizia vir do poder dos ingredientes com que se banhava. Cleópatra era conhecida pelo seu irresistível poder de sedução.

 

Do banho de sedução de Cleópatra fazia parte leite de burra, mel, lavanda, pétalas de rosa e há quem diga que até morangos e amoras. Constava que este banho chegava a demorar 6 horas, e que Cleópatra se banhava diariamente com leite e mel.

 

Ainda hoje o leite e o mel são ingredientes que, usados nos banhos, contribuem para manter a pele bonita e bastante hidratada.

 

Reza a lenda que o barco de Cleópatra era perfumado com pétalas de rosas e que Marco António sentiu o cheiro do perfume das flores ainda antes de ver a embarcação.

 

Sendo a rosa a flor do amor, as pétalas de rosa ajudam a atrair o amor e a seduzir quem mais desejamos, trazer um saquinho de pétalas de rosa ou colocá-lo no quarto ativa o poder de sedução e ajuda a aumentar o nosso magnetismo pessoal.

 

Simbolismo do coração

 

O coração é usado para simbolizar o amor porque é o órgão mais vital de todos, é através dos batimentos cardíacos que o oxigénio chega a todo o nosso corpo e que nos mantemos vivos.

 

Assim, "dar o coração" a alguém ou dizer "tens o meu coração", representa dar o centro da sua vida, a coisa mais importante que qualquer ser vivo possui. Haverá maior prova de amor?

Ritual de Atração

1269121_215753275251300_2112922176_o.jpg

 
Nem sempre a pessoa por quem caímos perdidamente apaixonadas corresponde da mesma forma e isso pode gerar uma sensação de frustração e de tristeza.

 

Esta magia é ideal para quem deseja atrair alguém especial. É fundamental que mantenha pensamentos positivos e alegres, e que aja conforme essa disposição positiva.

Vai precisar de:
• 2 cristais: 1 quartzo rosa e 1 quartzo azul
• Essência do amor
• 1 amuleto
• Pétalas de uma rosa
• 1 pedaço de papel e caneta
• Caixa pequena


No papel escreva o seu nome, a sua data de nascimento e da pessoa que gosta. Verta sobre o papel 7 gotas de essência, dobre em 4 partes e coloque dentro da caixa. Por cima do papel disponha as pétalas de rosa e os dois cristais. Feche a caixa e guarde-a num lugar especial, onde só você tem acesso. Traga o amuleto sempre consigo.


Pode fazer o ritual sempre que quiser encontrar o amor.