Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Brincadeiras de adultos: prazer mudo e cego

dsc_1885.jpg

 

Os adeptos de sexo mais arrojado utilizam alguns acessórios capazes de ferir a sensibilidade dos mais suscetíveis. Contudo, se entendermos o mundo do BDSM como um universo onde não há limites para a imaginação e onde o objetivo é explorar novas potencialidades eróticas, atingindo sensações inigualáveis, e se compreendermos que todas estas práticas decorrem dentro do princípio máximo do "SSC – São, Seguro e Consensual", podemos soltar-nos e permitir-nos brincar com objetos um pouco mais… ousados.

 

Ball Gag

A Ball Gag é uma mordaça, composto por uma bola, de plástico ou metal, que pode ter furos para aumentar a passagem do ar e permitir maior salivação, ou de metal, em cenários mais extremos, que é colocada na boca daquele que está a submeter-se. Essa bola ata-se à cabeça com tiras de couro, possuindo muitas vezes argolas de metal. Pela sua aparência mais pesada inspira medo, obrigando aquele que a usa a sentir a boca cheia, emitindo sons com maior dificuldade e sentindo-se restringido. Não precisa de ir tão longe, mas nas suas brincadeiras com o seu par pode amordaçá-lo com um lenço de seda e provocá-lo para que ele fale, "castigando-o" porque ele obviamente não vai conseguir, ou então deixá-lo a rebentar de prazer através da masturbação ou do sexo oral, sem que ele possa exprimir-se.

 

Vendas

A venda é um dos acessórios mais básicos e eficientes. Ao privar do sentido da visão, aquele que geralmente estamos mais habituados a que nos oriente no espaço, cria uma sensação de maior vulnerabilidade perante aquele que está a submeter, pois não podemos antever os seus gestos nem adivinhar o que nos vai fazer ou em que parte do corpo nos vais tocar… qualquer brincadeira de casal tem muito a ganhar com o uso deste acessório, que o torna muito mais intenso. Ou não se lembra de quando era criança e brincava à "cabra-cega"?

 

Coleiras e trelas

Sim, estes são dos acessórios mais extremos, na medida em que implicam uma necessária subjugação do submisso, com um aspeto de humilhação incluído. Muitos submissos usam uma coleira que os identifica como tal, sendo que há pessoas que gostam de "brincadeiras" em que o dominador(a) coloca uma trela no(a) submisso(a), obrigando-o a passear de gatas ao seu lado ou a comportar-se como um cão. Pela humilhação que provoca não será do agrado de qualquer pessoa, mas aqueles que apreciam esta prática sentem um alívio da pressão quotidiana ao poderem "agir" como um animal, livres da tensão humana. Os que dominam, por seu lado, rejubilam ao ter alguém a rastejar literalmente por eles.

“Os vibradores são seguros?”

 

 

 

 

 

“Quero comprar um vibrador, mas tenho receio de que não seja seguro. Devo confiar?”
 
Tânia, Vila Nova de Gaia
 
 
 
Cara Leitora,
Quando utilizados de forma correcta os vibradores não devem acarretar quaisquer perigos, no entanto, a sua utilização pressupõe algumas regras de segurança e de higiene. Deste modo, é necessário ter a percepção de que os vibradores após serem utilizados devem ser correctamente limpos para que se possam evitar contaminações bacterianas. É importante referir que nem todos os vibradores são para ser introduzidos na vagina ou no ânus. Assim sendo, é importante conhecer especificamente a funcionalidade do vibrador e seguir as suas regras de utilização. Os vibradores podem ser adquiridos nas sex-shops, ou pode escolhê-los através de catálogos da especialidade. Caso queira aprimorar o seu conhecimento sobre estes objectos deve comprar livros ou filmes que lhe dêem a conhecer a sua versatilidade.
 

“Para que serve um anel peniano?”

 


“Tenho 34 anos e uma vida sexual ativa. Já ouvi falar de um brinquedo sexual chamado anel peniano, gostava de saber para que serve e quais são os benefícios da sua utilização. Já tenho ido às sex shops mas tenho tido vergonha de pedir informações por não querer revelar ignorância, mas a verdade é que tenho bastante curiosidade e gostava de experimentar utilizá-lo. Pode esclarecer-me?”

 

Santiago, Beja

 

Caro leitor,

Não deve ter vergonha de fazer perguntas a respeito do que ainda não sabe, pois os funcionários das sex shops, como de qualquer outro estabelecimento comercial, estão preparados para esclarecer os seus clientes a respeito dos produtos que têm à venda, sendo perfeitamente normal não saber para que serve este “brinquedo” sexual, assim como muitos outros que existem no mercado. O que importa é procurar aprender e inovar a sua vida sexual! O anel peniano é sobretudo utilizado para fazer com que o pénis ereto fique maior e mais duro, e para o manter assim durante mais tempo, atrasando e intensificando o orgasmo. Consiste num anel, como o nome indica, que se coloca à volta do pénis, e que constringe o fluxo sanguíneo, de tal modo que quando finalmente ejacula a sensação é muito mais intensa, porque levou mais tempo a chegar e porque o pénis tem mais sangue contido. Existem anéis penianos de metal ou de borracha, devendo escolher o tamanho certo que se adeque a si. Os anéis de metal podem provocar alergias ou aleijar o pénis, sendo que também existem anéis penianos ajustáveis, que são mais indicados para principiantes. Tenho em atenção que a ereção deve aumentar apenas ligeiramente, se o pénis fica muito apertado então não é esse o tamanho correto. 

Qual a diferença entre um orgasmo vaginal e um orgasmo clitoriano?

mujer-orgasmo.jpg

 

"Sou um homem apaixonado pelas mulheres e procuro dar sempre o máximo de prazer às minhas companheiras. Ouvi dizer que as mulheres podem ter orgasmos vaginais e clitorianos, e gostava de saber qual é a diferença entre eles!"

Paulo - Coimbra

 

Caro leitor,

Essa sua preocupação em procurar compreender o corpo das suas companheiras para lhes proporcionar o máximo de prazer é bastante positiva e contribui para que qualquer relação seja melhor. Os orgasmos clitorianos distinguem-se dos vaginais em primeiro lugar pelo tipo de estimulação física que a eles conduz, e naturalmente também à parte do corpo que envolvem. O orgasmo vaginal surge pela estimulação da vagina através da penetração, quer seja feita com o pénis, com a mão ou com um brinquedo sexual, e acontece quando não há qualquer estimulação do clítoris. Contudo, a vagina contém poucas terminações nervosas, e como tal não produz um orgasmo sozinha. Assim, em vez de pensar no clítoris e na vagina como partes separadas, veja-os como parte de uma teia de músculos e terminações nervosas. De facto, o clítoris estende-se e rodeia a vagina, a uretra e o ânus. Em vez de pensar nos orgasmos como vaginais ou clitorianos faz mais sentido pensar nas sensações que o acompanham. Afinal de contas, um orgasmo é sempre um orgasmo!

“Quero comprar um vibrador”

 

“Tenho 22 anos e tenho curiosidade a respeito de vibradores, e gostaria de comprar um, mas não sei como.”
 Sofia, Braga
 
 
 Cara leitora,
A compra de um vibrador não deve ser motivo de vergonha, pois milhões de mulheres em todo o Mundo compram e utilizam vibradores como parte da sua vida sexual. O motivo pelo qual tantas mulheres compram vibradores é que apenas 25% das mulheres atingem o orgasmo através da penetração, por isso o vibrador é a forma ideal para estimular o clítoris e causar o orgasmo em poucos minutos. Experimente visitar uma sex shop na sua cidade, e quando estiver na loja teste a vibração do vibrador na ponta do nariz, e se essa sensação for muito intensa, então deve escolher um vibrador mais fraco. O mais comum é o “Bullet”, um vibrador pequeno em forma de ovo, ou bala. Os vibradores não necessitam ter uma forma fálica, uma vez que a maioria das mulheres não utilizam o vibrador no interior da vagina, mas sim no clítoris. Se sentir vergonha pode também comprá-los na Internet, dessa forma não necessita sair da sua casa para o fazer.