Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Circuncisão feminina”

“Eu sou circuncidado e gostava que me esclarecesse acerca da circuncisão feminina. Não entendo porque a fazem nem que implicações pode ter na saúde da mulher. Existe alguma vantagem para a mulher em ser circuncidada?”

 

César – Vila Nova
de Gaia

Caro Leitor,

A circuncisão nas mulheres é praticada por questões culturais ou religiosas, mas não tem qualquer razão médica para ser praticada. Esta é uma prática cruel que tem por objectivo privar as mulheres de prazer sexual, pois implica a remoção do clítoris e do capuz clitoriano, o que além de ter graves consequências a nível sexual pode também causar hemorragias graves e infecções, podendo mesmo provocar a morte da mulher circuncidada. Estas
práticas tiveram início em África e na Arábia e foram efectuadas com o principal objectivo de reduzir o desejo sexual das mulheres, fazendo com que elas não tivessem a pretensão de procurar outros homens que não fossem os respectivos maridos, e que não se masturbassem, por ser algo considerado
impuro. Apesar de ser uma prática considerada por muitos como bárbara, infelizmente é ainda efectuada em inúmeros países, apesar de, em muitos deles, já existir informação sobre os riscos que as mulheres correm.

 

“Porque é que certas mulheres são circuncidadas?”

 

“A prática da circuncisão é comum nos homens, mas não entendo porque razão é que também algumas mulheres são circuncidadas, uma vez que não lhes é benéfico.”

Rogério, Faro

 

Caro Leitor,

Estes actos não têm qualquer razão médica para serem executados, mas devido a questões religiosas e culturais ainda se exercem. Estas práticas têm consequências bastante graves para as mulheres. Quando mal efectuadas, já que existe remoção do clítoris, do capuz clitoriano e dos lábios vaginais, podem provocar hemorragias graves e abundantes, infecções e muitos problemas a nível sexual, podendo mesmo provocar a morte da mulher circuncidada. Estas práticas tiveram início em África e na Arábia e foram efectuadas com o principal objectivo de reduzir o desejo sexual das mulheres, fazendo com que elas não tivessem a pretensão de procurar outros homens que não os respectivos maridos, e que não se masturbassem, por ser algo considerado como impuro. É um grande contraste de ideias mas, infelizmente, esta prática de esquartejamento, que é completamente anti-natura, ainda é efectuada em inúmeros países, apesar de, em muitos deles, já existir informação sobre os riscos que as mulheres incorrem com esta atitude. Quando se tem conhecimento destas práticas, deve-se participar às autoridades competentes para que situações desta natureza possam ser controladas e abolidas de todas as sociedades.

“Existem vantagens na circuncisão feminina?”


“Eu sou circuncidado e gostava que me esclarecesse acerca da circuncisão feminina. Não entendo porque a fazem nem que implicações pode ter na saúde da mulher. Existe alguma vantagem para a mulher em ser circuncidada?”

Paulo – Barreiro

Caro Leitor,

A circuncisão nas mulheres é praticada por questões culturais ou religiosas, mas não tem qualquer razão médica para ser praticada. Esta é uma prática cruel que tem por objectivo privar as mulheres de prazer sexual, pois implica a remoção do clítoris e do capuz clitoriano, o que além de ter graves consequências a nível sexual pode também causar hemorragias graves e infecções, podendo mesmo provocar a morte da mulher circuncidada. Estas práticas tiveram início em África e na Arábia e foram efectuadas com o principal objectivo de reduzir o desejo sexual das mulheres, fazendo com que elas não tivessem a pretensão de procurar outros homens que não fossem os respectivos maridos, e que não se masturbassem, por ser algo considerado impuro. Apesar de ser uma prática considerada por muitos como bárbara, infelizmente é ainda efectuada em inúmeros países, apesar de, em muitos deles, já existir informação sobre os riscos que as mulheres correm.

 

“A circuncisão feminina faz mal?”

 

“Eu sou circuncidado e gostava que me esclarecesse acerca da circuncisão feminina. Não entendo porque a fazem nem que implicações pode ter na saúde da mulher. Existe alguma vantagem para a mulher em ser circuncidada?”

 

Sérgio - Felgueiras

Caro Leitor,

A circuncisão nas mulheres é praticada por questões culturais ou religiosas, mas não tem qualquer razão médica para ser praticada. Esta é uma prática cruel que tem por objectivo privar as mulheres de prazer sexual, pois implica a remoção do clítoris e do capuz clitoriano, o que além de ter graves consequências a nível sexual pode também causar hemorragias graves e infecções, podendo mesmo provocar a morte da mulher circuncidada. Estas práticas tiveram início em África e na Arábia e foram efectuadas com o principal objectivo de reduzir o desejo sexual das mulheres, fazendo com que elas não tivessem a pretensão de procurar outros homens que não fossem os respectivos maridos, e que não se masturbassem, por ser algo considerado impuro. Apesar de ser uma prática considerada por muitos como bárbara, infelizmente é ainda efectuada em inúmeros países, apesar de, em muitos deles, já existir informação sobre os riscos que as mulheres correm.