Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Prepare um Dia de São Valentim inesquecível: Cozinha de Sedução

 

Ostra: A Diva dos Afrodisíacos

 

As ostras são hermafroditas do reino animal, sendo as alquimistas do oceano, e são o afrodisíaco mais conhecido no mundo. Ao longo da História, as ostras e a dança amorosa do desejo parecem ter sido feitas uma para a outra. As ostras nascem na espuma dos estuários e nas marés de baías, e por esta razão estão associadas com o nascimento de Afrodite e de Vénus, as deusas do amor Grega e Romana. O amante mais famoso do mundo, “Casanova”, considerava as ostras como “um estímulo para o espírito e para o amor”. Ele comia, rotineiramente, cinquenta ostras ao pequeno-almoço colocando-as nos lábios e corpo das suas amantes e comendo uma por uma.

Porque é que as ostras estimulam o paladar e a paixão? Existe uma prova clara, química e fisiológica que suporta há mais de 2 milhões de anos a sua justificação histórica, anedótica e mitológica. As ostras são referidas muitas vezes como o “leite do oceano”, são poderosamente nutritivas, de baixas gorduras e calorias. (uma ostra tem à volta de 10 calorias) e são compostas por Zinco, um elemento importante para a produção de testosterona, o qual aumenta a actividade sexual tanto do homem como da mulher.

 

Ostras Salteadas:

Este é um prato simples de preparar. Quando comprar as ostras lembre-se que as ostras frescas devem vir com os seus próprios fluidos, e que o líquido da ostra deve ser claro. A maneira correcta de comer ostras é deixá-las na boca por alguns segundos, de forma a apreciar o seu sabor, e depois engoli-las sem as mastigar. Prepare este prato delicioso e sirva com pão de alho e salada para uma refeição amorosa completa.

 

- 2 Dúzias de ostras frescas

- ½ Chávena de farinha

- Sal e Pimenta preta

- 2 Ovos

- ½ Chávena de miolo de pão

- 2 Colheres de sopa de azeite

- 1 Colher de sopa de margarina

- Rodelas de limão

- Molho de Cocktail

 

Abra as ostras e ponha-as num prato

Misture a farinha com o sal e pimenta, e mexa os ovos pondo 2 colheres de sopa de água.

Coloque as ostras, uma de cada vez na farinha e depois o ovo batido com o miolo de pão.

Ferva o azeite com a margarina num recipiente grande e pesado.

Vá salteando as ostras, virando-as até as ostras estarem douradas, mais ou menos 3 minutos.

Servir com rodelas de limão e molho de Cocktail

 

Ostras naturais:

- 1 Dúzia de ostras

- 1 Limão cortado em pedaços

- Gelo picado

 

Abra as ostras cuidadosamente sem perder o sumo natural das mesmas.

Coloque-as abertas num prato sobre gelo picado.

Corte o limão em 4 pedaços e ponha um pouco do sumo de limão em cada ostra antes de a comer.