Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“É erótico falar durante o sexo?”

 

“Iniciei a minha vida sexual há pouco tempo e ainda estou a descobrir novas experiências. Gostava de agradar ao meu namorado, será que é excitante falar, gemer ou gritar durante o sexo? Até agora tenho evitado fazê-lo por timidez, mas como nos filmes e na televisão é frequente as mulheres manifestarem-se gostava de saber se me tornarei mais erótica ao emitir sons ruidosos.”

 

Cátia, Matosinhos

Cara leitora,

Numa relação sexual aberta e saudável tudo pode ser erótico, desde que agrade a ambos os parceiros e que se sintam confortáveis e sexy ao fazê-lo. Assim, a melhor forma de saber se é erótico para o seu par ouvi-la falar, gemer ou gritar durante o acto sexual consiste em colocar-lhe essa questão, mesmo que subtilmente. Quando estiverem a ver juntos uma cena de sexo na televisão ou no cinema, experimente perguntar-lhe o que é que ele acha desse tipo de comportamento. Pode, também, experimentar gemer ou falar um pouco enquanto fazem amor, e procurar perceber, pela reacção do seu par, se isso o excita mais ou se, pelo contrário, o “arrefece”. Tenha em atenção, também, aquilo que diz ao seu par durante o acto sexual. Enquanto
alguns casais preferem elogios lânguidos, sussurrados com voz suave, tais como “os teus olhos são tão profundos” ou “Fazes-me sentir tão bem”, outros são capazes de descrever cenários afrodisíacos ao parceiro e outros, ainda, preferem abordagens directas, imperativas, tais como “quero-te!”. É importante, pois, conhecer aquilo que ambos gostam, o que vos excita, pois a linguagem verbal durante o sexo, tal como qualquer outra, deve aproximar-vos, e não o contrário.

“Ele gostava que eu falasse mas eu não sei o que dizer!”

“Comecei uma nova relação há um mês e sinto-me muito envolvida pelo meu namorado, mas ele é mais atrevido do que eu. Quando fazemos amor ele já me disse que se excita com palavras picantes, mas eu fico bloqueada e não sei o que dizer!”

Catarina, Seixal

Cara leitora,

Não há limites para o erotismo, pois o segredo para o sucesso de qualquer relação íntima consiste na partilha e na comunicação sincera, algo que parece estar a falhar no seu caso, pois como ainda não conhece muito bem o seu namorado tem vergonha de lhe dizer abertamente o que sente. Embora o facto de falar durante o sexo possa ser extremamente erótico para algumas pessoas, para outras não surte qualquer efeito ou tem precisamente o efeito de arrefecer o clima do momento. Assim, seja sincera com o seu par e diga-lhe que prefere estar em silêncio, ou então, quando estiverem a fazer amor, evite pensar no que vai dizer, deixando-se simplesmente levar pela intensidade, soltando gemidos, palavras ou sussurros, conforme sentir vontade. Aquilo que é dito depende também muito do casal, enquanto alguns casais preferem elogios lânguidos, sussurrados com voz suave, tais como “os teus olhos são tão profundos” ou “Fazes-me sentir tão bem”, outros são capazes de descrever cenários afrodisíacos ao parceiro e outros, ainda, preferem abordagens diretas, imperativas, tais como “quero-te!”. É importante, pois, conhecer aquilo que ambos gostam, o que vos excita, pois a linguagem verbal durante o sexo, tal como qualquer outra, deve aproximar-vos, e não o contrário. Experimente diversas abordagens e sinta o que a excita mais a si e ao seu par. 

“É erótico falar durante o sexo?”

 

“Iniciei a minha vida sexual há pouco tempo e ainda estou a descobrir novas experiências. Gostava de agradar ao meu namorado, será que é excitante falar, gemer ou gritar durante o sexo? Até agora tenho evitado fazê-lo por timidez, mas como nos filmes e na televisão é frequente as mulheres manifestarem-se gostava de saber se me tornarei mais erótica ao emitir sons ruidosos.”

 

Cátia, Matosinhos

Cara leitora,

Numa relação sexual aberta e saudável tudo pode ser erótico, desde que agrade a ambos os parceiros e que se sintam confortáveis e sexy ao fazê-lo. Assim, a melhor forma de saber se é erótico para o seu par ouvi-la falar, gemer ou gritar durante o acto sexual consiste em colocar-lhe essa questão, mesmo que subtilmente. Quando estiverem a ver juntos uma cena de sexo na televisão ou no cinema, experimente perguntar-lhe o que é que ele acha desse tipo de comportamento. Pode, também, experimentar gemer ou falar um pouco enquanto fazem amor, e procurar perceber, pela reacção do seu par, se isso o excita mais ou se, pelo contrário, o “arrefece”. Tenha em atenção, também, aquilo que diz ao seu par durante o acto sexual. Enquanto
alguns casais preferem elogios lânguidos, sussurrados com voz suave, tais como “os teus olhos são tão profundos” ou “Fazes-me sentir tão bem”, outros são capazes de descrever cenários afrodisíacos ao parceiro e outros, ainda, preferem abordagens directas, imperativas, tais como “quero-te!”. É importante, pois, conhecer aquilo que ambos gostam, o que vos excita, pois a linguagem verbal durante o sexo, tal como qualquer outra, deve aproximar-vos, e não o contrário.