Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Ele é pouco experiente…

Raving-couple1.jpg

 

"Tenho 30 anos e namoro com um rapaz 5 anos mais novo do que eu. Há pouco tempo iniciámos a vida sexual, no entanto ele é pouco experiente e não consegue dar-me total satisfação. O que devo fazer nesta situação?"

 Simone - Faro

 

Cara leitora,

Para que possa resolver esta questão sugiro que, numa fase inicial, opte por falar com o seu namorado e, de uma forma delicada, lhe dê a entender que necessitam de conhecer melhor a sexualidade de cada um para que possam proporcionar momentos de prazer e satisfação um ao outro. Experimente sugerir o jogo de descoberta do corpo, no qual cada parceiro estimula o corpo do outro parceiro ao mesmo tempo que este explica como gosta de ser tocado. Desta forma podem conhecer os pontos sensíveis de cada um e esta poderá ser uma excelente maneira de ultrapassar o obstáculo que tem enfrentado. Toda esta aprendizagem é benéfica para ambos e, assim, podem ter mais prazer sexual com o avançar do tempo.

Onde e como devo tocar-lhe?

 

 

Iniciei a minha vida sexual há pouco tempo e quando estou a fazer amor com o meu namorado fico nervosa porque não sei onde nem como devo tocar-lhe para o deixar mais excitado, pois sou inexperiente… pode ajudar-me? Onde é que os homens gostam de ser acariciados, e de que maneira?”

 

Teresa, Espinho

Cara leitora,

A descoberta da sexualidade e a exploração do corpo da pessoa amada é uma experiência maravilhosa e cada momento é inesquecível. Acima de tudo, e para além de qualquer regra sugerida por outros, dedique-se a conhecer o corpo do seu namorado em particular, estando atenta a todos os seus movimentos e à reação que cada gesto suscita nele. A pele possui um elevadíssimo potencial erógeno, sendo capaz de provocar desejo e excitação. Experimente acariciar com a ponta dos dedos, com os lábios, com a língua, com os seus seios e com qualquer outra parte do seu corpo as mais variadas partes do corpo dele. Pergunte-lhe se gosta, se prefere de outra forma. Não seja demasiado insistente, mas esteja sempre atenta ao feedback dele, à sua respiração, aos estremecimentos do seu corpo. Experimente acaricia-lo com o seu cabelo, se tem cabelo comprido, e varie o tipo de toques, alternando entre roçar ligeiramente e agarrar com firmeza, por exemplo. 

“Ele teve uma experiência homossexual."

 

“Há pouco tempo vim a descobrir que o meu namorado teve no passado uma experiência sexual com um amigo de liceu. Na altura não soube o que dizer, mas o facto é que isso agora não me sai da cabeça!”
 
Vânia, Vilamoura
 
Cara Leitora,
 
Dada a surpresa da notícia que o seu namorado lhe revelou, a leitora não soube o que dizer, mas agora passado algum tempo, sente-se incomodada e não consegue deixar de pensar na experiência homossexual que o seu namorado teve nos tempos de liceu. Antes de mais tenha em consideração a coragem e sinceridade que o seu namorado demonstrou ter para consigo. Ele podia ter optado por não lhe contar algo tão pessoal a respeito do seu passado, mas pelos bons sentimentos que nutre por si ele considerou ser importante partilhar esse episódio da sua vida consigo. Apesar da revelação do seu namorado a ter deixado chocada, deve ter em conta que pelo facto de uma pessoa ter tido uma experiência homossexual não faz com que a pessoa as venha ter durante toda a vida. Muitas pessoas têm experiências a nível sexual durante a adolescência como forma de explorar a sua sexualidade, vindo assim a descobrir a sua orientação sexual. Reflicta no rumo que deseja dar à sua vida afectiva e não deixe que juízos de valor interferiram na sua relação. 
 
 

"Será impossível penetrar-me?"

 

“Eu e o meu namorado iniciámos recentemente a nossa vida sexual. O pior é que a minha vagina se contrai tanto que não conseguimos consumar o acto. Será impossível o meu namorado penetrar-me? É normal isto acontecer?”

 

Ana, Alcobaça

 

Cara Leitora,

Se ainda é virgem esta situação pode ser causada pela resistência do hímen, e nesse caso será necessária ajuda do médico ginecologista. Por outro lado, aquilo que está a sentir pode estar ligado a um problema de disfunção sexual, chamada vaginismo. Esta disfunção sexual feminina pode afectar tanto as mulheres virgens como as mulheres com alguma experiência sexual. Existem várias causas para este problema, quer sejam físicas quer psicológicas. Geralmente, o que se verifica são espasmos musculares involuntários da vagina que tornam a penetração dolorosa e, por consequência, a dor aumenta a ansiedade e pode levar a uma situação muito penosa, em termos emocionais para a mulher, impedindo por completo a penetração. Este problema pode surgir devido a uma grande variedade de razões. No entanto, a situação que descreve pode estar ainda relacionada com outro tipo de disfunção sexual chamado Dispareunia, que consiste na existência de um excessivo número de nervos sensitivos na entrada da vagina fazendo com que sinta muito mais dor na entrada da vagina do que as outras mulheres. A única forma de resolver esse problema é através de cirurgia. Também pode dar-se o caso de ter uma irritação das paredes da vagina devido a alergia a determinados produtos como sabonetes e tampões. Deve consultar um ginecologista especializado, pois esta condição deve ser tratada através de medicação ou intervenção cirúrgica. Evidentemente que todo este processo pode levar algum tempo, pelo que a compreensão e o apoio do seu namorado serão de extrema importância para a resolução deste problema.

 

“A ex-namorada dele tinha mais experiência do que eu”

“O meu namorado diz que a ex-namorada dele era bastante experiente sexualmente e que lhe ensinou tudo o que ele sabe a respeito de sexo. Eu sinto-me receosa de ter relações sexuais com ele porque acho que não o vou conseguir satisfazer.(…)”

Sónia, Cascais

 

Cara leitora,

O motivo pelo qual o seu namorado lhe disse que a ex-namorada dele era bastante experiente e lhe ensinou tudo a respeito de sexo é porque ele a quer impressionar, fazendo-a pensar que ele é um “expert” na matéria. Por isso não se preocupe, relaxe e aproveite todo o prazer que o seu namorado lhe pode proporcionar, pois se ele está tão interessado em impressioná-la sexualmente, ele nem vai reparar que a leitora tem pouca experiência. Esteja aberta a novas experiências e descubra com o seu namorado tudo aquilo que lhe dá prazer.