Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Pequenas fissuras no pénis

 

 

 

 

 

Cordiais cumprimentos!
Desde há cerca de 6/8 meses que, sempre que tenho relações  com a minha companheira, a mesma desde há 3 anos, aparecem algumas pequenas fissuras na parte exterior do pénis, na parte superior da pele que cobre a glande. Durante a relação e à medida que o esforço e a elasticidade do pénis aumenta a pele parece rasgar. Já apliquei algumas pomadas  de que não me lembro o nome e passa.
Se tiver relações com preservativo continua tudo bem. A pomada que referi a minha companheira também aplica com uma espécie de seringa para introduzir na vagina. Não percebo o que se passa. Será um problema de acidez? Ela fez recentemente um papanicolau e estava tudo bem. O que me aconselha?


Obrigado e cumprimentos,


Tiberio
 
 
 
 
Caro Tibério,
 
Recomendo-lhe que marque uma consulta num urologista ou num andrologista, ambos especialistas em problemas sexuais masculinos e do sistema reprodutivo. Pode pedir ao seu médico de família (mostrando-lhe igualmente o que se passa) uma recomendação para consultas públicas ou marcar em consultórios privados.
Não tenha vergonha de pedir ajuda por ser uma questão sexual, muitos homens e mulheres necessitam e devemos mesmo fazer um seguimento de prevenção.
No seu caso, como descreve que as pomadas têm funcionado, recomendo-lhe que as leve consigo à consulta para o médico perceber a sua acção.
Por email, não lhe posso ser muito mais útil, apenas de referir que é positivo que o papanicolau da sua companheira tenha dado resultados negativos e que devem manter o uso do preservativo até verem esclarecidas as suas dúvidas. Assim, poderão aproveitar as relações sexuais e entregar-se ao prazer sem ter dores nem aumentar algum problema que possa existir.

Dores na glande do pénis

Cara Doutora,

Questão: Tenho 21 anos e o meu pénis não é circuncidado nem tenho qualquer tipo de problema em colocar o prepúcio para trás, mas sinto uma ligeira dor em toda a glande, extremamente sensível, o que me causa desconforto e me perturba quando vou praticar o acto sexual.
Gostaria de saber se deixar a glande fora do prepúcio durante alguns dias (quantos?) é a solução ou, se a Drª me aconselha outro tipo de tratamento.
João
Caro João,
 
O seu caso deve ser observado por um médico de clínica geral ou um especialista em urologia. Há algumas condições que precisam de intervenção médica para aliviar certas dores nas relações sexuais, mas apenas um técnico de saúde e de falar sobre o seu pénis e a sua sexualidade com os técnicos de saúde, eles estão habituados e o seu trabalho é esclarecer as suas dúvidas e preocupações. Deixar a glande de fora por alguns dias não me parece ser uma solução para o seu desconforto, excepto se algum técnico de saúde o recomendar.
Veja também o post da circuncisão masculina.
 

Circuncisão ou não, eis a questão?

circuncision-barcelona.jpg

Mesmo nos tempos que correm ainda existem muitas mulheres que não percebem o que realmente é a circuncisão masculina, não entendendo também por que razão deve ser realizada nos homens.

 

Na realidade, a circuncisão nada mais é do que uma intervenção cirúrgica que permite remover o prepúcio, ou seja, a pele que cobre a glande do pénis.

 

A tradição de fazer esta intervenção nos homens é já muito antiga, mas na verdade pode prevenir alguns problemas nos órgãos genitais, como infecções urinárias, inflamações no pénis, etc e corrige ainda a fimose (incapacidade que um homem tem de expor a sua glande), reduz o risco de doenças sexualmente transmissíveis, pois permite uma higiene mais cuidada.

 

A circuncisão pode ser realizada durante a infância ou já numa fase adulta, e aí tudo depende das queixas que o indivíduo tenha.

 

Se já colocou, muitas vezes, a questão de tentar perceber se um homem é ou não circuncisado basta reparar se o seu pénis, quando não está erecto, possui a pele (prepúcio) que cobre a glande deste órgão. Neste caso, não terá feito a intervenção, caso contrário, a pele não cobre a glande do pénis, é porque foi circuncisado em algum momento da sua vida.

Glandulas de Tyson

Tenho 16 anos e estou com uma duvida sobre glândulas de tyson. Desde meus 11 anos começaram a aparecer pequenas bolinhas brancas ao redor da glande do meu pénis.. Eu nunca dei importância pois sei que são normais. Só que agora estão me incomodando, pois algumas destas bolinhas estão mais desenvolvidas! Uma delas tem 1mm. Eu gostaria de saber se é possível a remoção destas bolinhas por remédio ou cirurgia? Caso haja um remédio poderia me indicar?
David

Caro David,
Os pequenos pontos que descreve na sua glande são muto normais e chamam-se glândulas de Tyson, produzem uma secreção esbranquiçada chamada "esmegma", que se acumula quando a higiene não é regular. Não sei se o incómodo que descreve é dor, visto que sempre as teve, tal como todos os outros homens. Penso que não há razão para pensarmos que se trata de uma infecção; mas se sentir comichões, ardor, mudanças de cor consulte um médico para fazer uma observação cuidada e rigorosa.
Não coce nem tente removê-las por si, pois tal pode agredir o seu pénis. Lave-se regularmente com um sabão pouco agressivo, de PH neutro e não dê demasiada importância. Se o incómodo persisitir marque uma consulta num médico de clínica geral ou um dermatologista.