Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Não consigo calcular a data da menstruação!

  

“O período veio há pouco tempo e ainda não consigo prever a data da próxima menstruação. O corpo transmite-nos sinais de que a menstruação vai chegar?”

 

Luciana, Braga

 

Cara Leitora,

Quando o ciclo menstrual é regular é fácil reconhecer os sinais que indicam em que altura virá a próxima menstruação. Cada pessoa é um caso, por isso os sinais podem variar de pessoa para pessoa, contudo existem alguns sinais comuns aos quais pode estar atenta, como por exemplo o aumento de peso devido ao facto de o nosso corpo acumular uma maior retenção de água. Alterações de apetite e de humor são outros sinais caracterizadores que a menstruação se está a aproximar. Estes factores, aliados a uma modificação da pele e do coro cabeludo, podem ajudar a saber quando o dia se aproxima. Todavia, a melhor maneira de poder controlar o dia em que lhe vem a menstruação é anotar num bloco de notas a que dia de cada mês ele vem. Deste modo será muito mais fácil ter uma ideia do dia, porque se for regular, o período virá aproximadamente no mesmo dia que no mês anterior. 

Menstruação atrasada

 

Eu e a minha namorada tivemos relações sempre com preservativo. A menstruação está atrasada 1 mês, ela já fez o teste de gravidez e deu negativo. A que se pode dever esse atraso? Obrigado.

 
 

Caro leitor,

Existem várias explicações possíveis para o atraso na menstruação, sendo uma possivel gravidez apenas uma delas. Uma vez que já fez o teste de gravidez e este deu negativo, aconselho que a sua namorada consulte um médico ginecologista para averiguar o que se está a passar. Por vezes a ansiedade, excesso de exercício físico, falta de gordura no corpo, etc... podem causar amenorreia primária, no entanto, apenas através de uma consulta com um médico especializado poderá descobrir ao certo a causa do atraso na menstruação da sua namorada.

“É normal a minha menstruação coincidir com a das minhas amigas?”

Do people say you're mean? And are they right? (Part 1) ⋆ The Teenager Today

“Sempre me disseram que quando um grupo de mulheres é muito unido as menstruações começam a ocorrer ao mesmo tempo. Achava que era um mito, mas a verdade é que isso tem acontecido comigo e com as minhas amigas. Há alguma explicação científica??” 

Teresa, Vila Verde

Cara leitora,

De facto, há muitas pessoas que falam sobre a sincronicidade dos ciclos menstruais de mulheres que têm uma relação de proximidade ou mesmo uma convivência diária, como por exemplo no caso de colegas que trabalham na mesma sala. Este fenómeno foi primeiro estudado em 1971 por um investigador que constatou que existem fatores, como a libertação de feromonas, que influenciam o ciclo menstrual, fazendo-o aproximar-se do de outras mulheres com quem existe proximidade. Mais tarde, estudos feitos apontaram para erros que podem ter condicionado o resultado nesse primeiro estudo, e as investigações mais recentes não apoiam essa teoria. O que acontece, provavelmente, é que quando duas ou mais mulheres têm uma relação de anos e anos de convivência naturalmente que, em alguma altura ou outra, o seu ciclo menstrual acaba por coincidir! Hoje em dia não se considera que as feromonas afetem o ciclo menstrual, mas há outros fatores que o condicionam, nomeadamente a toma da pílula, o stress, a existência de doenças, perturbações alimentares, etc.

“A minha menstruação falhou”

Scared Adolescent Images | Free Vectors, Stock Photos & PSD

 

“Tenho 33 anos e sempre fui muito regular, a minha menstruação surge a cada 3 semanas e meia. Desta vez, porém, já se passaram 5 semanas e não apareceu. Sei que não estou grávida porque não tenho relações sexuais e tenho estado em isolamento social há mais de dois meses, mas estou a ficar preocupada.”

 

Nádia, Faro

Cara leitora,

A chamada amenorreia, que descreve a ausência de menstruação, é uma condição que surge na sequência de outros problemas de saúde, e por isso deve falar com o seu médico, especialmente se houver falha de três menstruações consecutivas. Ainda assim, uma das causas possíveis para esta condição é a exposição a situações de elevado stress, que pode ser aquilo que está a suceder consigo. Se não toma qualquer tipo de pílula, e se costuma ser sempre regular, esta alteração pode ser devida à mudança de hábitos, por estar mais tempo em casa, e a situações de stress e ansiedade. Convém também notar se tem outros sintomas a acompanhar a ausência de menstruação, nomeadamente dores de cabeça, vista turva ou problemas de visão, aumento de pêlo facial, mudanças no tamanho do peito, entre outras. As perdas acentuadas de peso são também uma possível causa para esta situação. Aconselho a que fale com o seu médico para que possa esclarecer a sua situação específica.

“A minha menstruação falhou”

worried-girl-413690_960_720“Tenho 33 anos e sempre fui muito regular, a minha menstruação surge a cada 3 semanas e meia. Desta vez, porém, já se passaram 5 semanas e não apareceu. Sei que não estou grávida porque não tenho relações sexuais e tenho estado em isolamento social há mais de dois meses, mas estou a ficar preocupada.”

 Nádia, Faro

Cara leitora,

A chamada amenorreia, que descreve a ausência de menstruação, é uma condição que surge na sequência de outros problemas de saúde, e por isso deve falar com o seu médico, especialmente se houver falha de três menstruações consecutivas. Ainda assim, uma das causas possíveis para esta condição é a exposição a situações de elevado stress, que pode ser aquilo que está a suceder consigo. Se não toma qualquer tipo de pílula, e se costuma ser sempre regular, esta alteração pode ser devida à mudança de hábitos, por estar mais tempo em casa, e a situações de stress e ansiedade. Convém também notar se tem outros sintomas a acompanhar a ausência de menstruação, nomeadamente dores de cabeça, vista turva ou problemas de visão, aumento de pêlo facial, mudanças no tamanho do peito, entre outras. As perdas acentuadas de peso são também uma possível causa para esta situação. Aconselho a que fale com o seu médico para que possa esclarecer a sua situação específica.

“Cinco semanas sem período…”

Free Photo | Worried woman

 “Tenho 19 anos e o meu período costuma aparecer de três em três semanas, sem falhas. No entanto, já se passaram cinco semanas desde a última vez que veio, e sei que não estou grávida porque sou virgem. O que pode estar a passar-se?”

 Clara, Sousel

Cara leitora,

Geralmente a ausência de menstruação, chamada amenorreia, surge associada a outra questão de saúde, não necessariamente grave, mas que importa avaliar com o seu médico ginecologista, especialmente se houver ausência de menstruação durante mais de três períodos consecutivos. Algumas mulheres têm a chamada amenorreia primária, a ausência de menstruação até aos 16 anos. A amenorreia secundária é mais frequente e pode surgir com outros sintomas como dores de cabeça, perdas de visão, alterações vocais e aumento do crescimento de pêlos, podendo ser provocada pela amamentação, pela gravidez, pelo stress e ansiedade, a toma de algum tipo de medicamento, mudanças significativas de peso, desequilíbrios hormonais, hipertiroidismo, excesso de exercício físico, ter um peso muito baixo, problemas uterinos ou relacionados com a glândula pituitária e alguns contracetivos. Descartando a possibilidade de uma gravidez, visto que ainda é virgem, deve ter em conta os outros possíveis fatores e, para além deles, a sua história familiar. Pergunte à sua mãe, irmãs, etc. se tiveram ou têm períodos de interrupção no ciclo menstrual, e dirija-se ao seu médico para que ele possa acompanhar o seu caso.

 

“A minha menstruação falhou”

“Tenho 33 anos e sempre fui muito regular, a minha menstruação surge a cada 3 semanas e meia. Desta vez, porém, já se passaram 5 semanas e não apareceu. Sei que não estou grávida porque não tenho relações sexuais e tenho estado em isolamento social há mais de dois meses, mas estou a ficar preocupada.”

 

Nádia, Faro

Cara leitora,

A chamada amenorreia, que descreve a ausência de menstruação, é uma condição que surge na sequência de outros problemas de saúde, e por isso deve falar com o seu médico, especialmente se houver falha de três menstruações consecutivas. Ainda assim, uma das causas possíveis para esta condição é a exposição a situações de elevado stress, que pode ser aquilo que está a suceder consigo. Se não toma qualquer tipo de pílula, e se costuma ser sempre regular, esta alteração pode ser devida à mudança de hábitos, por estar mais tempo em casa, e a situações de stress e ansiedade. Convém também notar se tem outros sintomas a acompanhar a ausência de menstruação, nomeadamente dores de cabeça, vista turva ou problemas de visão, aumento de pêlo facial, mudanças no tamanho do peito, entre outras. As perdas acentuadas de peso são também uma possível causa para esta situação. Aconselho a que fale com o seu médico para que possa esclarecer a sua situação específica.

“O meu período tem durado três meses.”

 Free Photo | Worried girl holding her phone

“Tenho 19 anos e há três meses que tenho o período sem intervalo. Estou a ficar preocupada pois o corrimento não pára. O que devo fazer?”

Carla, Olhão

Cara leitora,

De facto não é normal que tenha um corrimento sanguíneo devido à menstruação durante três meses seguidos. Normalmente as mulheres têm ciclos menstruais de 28 a 35 dias, com fluxos que variam entre os 3 e os 5 dias, sendo que quando este dura mais de 7 dias, a mulher deve consultar um médico. Assim sendo, a leitora deve consultar um ginecologista o mais rapidamente possível, para ver o que se passa consigo, pois pode dar-se o caso de a leitora ter um problema mais sério como um desequilíbrio hormonal, fibroses ou mesmo um tumor no colo do útero. Consulte o seu médico.

A Menopausa

bodychanges2.jpg

 

Com o aparecimento da menopausa, que acontece entre os 45 e os 55 anos, a mulher deixa de ser fértil. A perimenopausa é a fase que a precede, e nela o corpo da mulher começa a sofrer transformações tais como a oscilação dos níveis de estrogéneo e a irregularidade da ovulação, que faz com que a menstruação deixe de aparecer em alguns meses. As alterações hormonais que caraterizam este período refletem-se em diversos sintomas físicos, tais como afrontamentos e suores nocturnos, fadiga, dores nas articulações, e secura da pele, cabelo, olhos e boca. Por outro lado, há mulheres que também experimentam alterações de humor, que provocam ansiedade, irritabilidade, e tendência para a depressão. O esquecimento e a dificuldade de concentração são também caraterísticos. É possível que devido à oscilação dos níveis hormonais a mulher também sinta dificuldades físicas e emocionais durante as relações sexuais.

 

Quais os melhores momentos para a concepção?

104241670.jpg

 

"Sou uma mulher ansiosa por ser mãe, mas que não sabe muito a respeito do seu próprio corpo. Gostaria de saber quais são os melhores momentos para conseguir engravidar, sei que se encontram a meio do meu ciclo, mas quando? O meu período menstrual dura cerca de 30 dias, e tenho o período nos primeiros 4 dias. Seguindo este ciclo, pode dizer-me em que dias tenho maior probabilidade de conseguir engravidar?"

Luísa - Barcarena

 

Cara leitora,

Conhecer bem os ritmos e ciclos do seu corpo é fundamental, tanto se pretende engravidar, como se deseja evitar que isso aconteça, ou para poder desfrutar plenamente da sua sexualidade. Uma vez que a menstruação difere de mulher para mulher, o melhor período para engravidar varia, mas seguindo a regra do seu ciclo é possível encontrar o que procura. As mulheres têm tendência para ovular a meio do ciclo, contudo, é mais acertado dizer que ovulam 14 dias antes da menstruação. Embora seja fora do comum, as mulheres podem ovular em qualquer momento do ciclo. A fertilidade depende essencialmente de três fatores: um óvulo saudável, esperma saudável e muco cervical favorável. A mulher ovula uma vez em cada ciclo. O óvulo vive de 12 a 24 horas e depois desintegra-se se não for fertilizado. Em condições favoráveis do muco cervical, o esperma pode sobreviver até cinco dias dentro do corpo. Estas condições criam cerca de uma semana de intervalo no qual é mais provável engravidar. Consulte o seu médico para definir o seu ciclo em pormenor, para poder identificar com uma margem de erro o mais pequena possível quais são os dias em que deve tentar engravidar.