Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Brincadeiras de adultos: dar a mão à palmatória

o-SEX-TOYS-facebook.jpg

 

Quando se fala de disciplina, castigos e punições, remetemo-nos facilmente para o ambiente escolar e para o tempo em que éramos castigados pela severa professora quando nos portávamos mal. Levar esse ambiente para a vida sexual pode ser excitante, impondo na relação uma nova dinâmica em que um cria expetativa e tensão no outro. O BDSM utiliza alguns acessórios com o objetivo de castigar. Alguns dos mais ligeiros, que pode adquirir numa sex-shop e introduzir na sua vida de casal, são a palmatória e a palmatória.

 

Palmatória

A palmatória é um objeto com forma espatulada e com uma pega, usada para dar "palmadas" em alguém, como forma de castigo, na palma das mãos, nas nádegas, ou em qualquer outra parte do corpo. Por apresentar uma superfície lisa e relativamente grande é bastante dolorosa, quando usada com força. As palmatórias à venda em lojas de artigos sexuais são, geralmente, feitas de couro, podem ser ligeiramente almofadadas. Algumas têm a forma de um coração, pois o seu objetivo é "acariciar com maior vigor", sem magoar verdadeiramente. Outras, essas sim dolorosas, podem ter pequenas tachas ou relevos, marcando o corpo, mas só são usadas em práticas mais violentas.

 

Chibata

A chibata consiste numa vara de comprimento médio, semelhante à que se utiliza na equitação. Serve para dar vergastadas, provocando uma dor aguda por ser muito fina. Nas brincadeiras a dois deve ser usada mais pelo impacto visual que provoca, por exemplo em conjunto com um par de botas de cano alto, do que propriamente para infligir dor, pois poderá ser muito dolorosa.

 

Estes materiais devem sempre ser manuseados com extrema precaução para não colocar a saúde em risco. É fundamental definirem bem os limites e estipularem a palavra ou o gesto de segurança que faz com que o que inflige dor páre de imediato.