Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Tema de hoje: Problemas Sexuais

Sydney Owenson

 

 

Olá, boa tarde,
estou casada há 20 dias mas sinto muitas dores quando ele tenta penetrar-me, ao ponto de nunca o deixar ir até ao final, sinto-me muito incomodada com isso porque quero muito dar prazer ao meu marido. O que posso fazer para não sentir tantas dores? Será que existe algum gel ou pomada que seja anestésica, para que eu não sinta essas dores?
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Sabrina
 
 
Cara Sabrina,
Antes de pensar num anestésico para as dores,  procure cuidadosamente as causas delas com um médico. Pode tratar-se de muitas coisas, desde apenas falta de excitação e lubrificação, por estarem a partir para a penetração rápido demais, até disfunções sexuais femininas, como o vaginismo ou a dispareunia. Deve consultar um/a ginecologista para ver se está tudo bem consigo a nível ginecológico e também iniciar uma terapia sexual presencial, para que consiga resolver os problemas da sua relação e das suas relações sexuais.
As disfunções sexuais femininas interferem muito nas relações íntimas, saiba que estes problemas acontecem a muitas mulheres e não deve deixar de tentar viver a sua sexualidade por estar agora a sentir isto. Por enquanto podem explorar outras formas de ter relações sexuais, não só através da penetração… Explorem as massagens, as carícias, a masturbação mútua, o sexo oral, os brinquedos eróticos… Usem a vossa imaginação para reinventarem a vossa sexualidade sem limites!
Tente pedir ao seu marido que a penetre aos poucos e de forma gentil, ou seja, sem colocar o pénis todo na vagina de uma vez, e à medida que ele for introduzindo o pénis a Sabrina deve controlar a profundidade e velocidade da penetração, deve também contrair e relaxar os músculos da vagina durante este exercício. Desta forma a Sabrina vai sentir mais controlo durante a penetração e vai acabar por descontrair, e por sua vez sentir mais prazer.
Aconselho também que explore o seu corpo através da masturbação, para que possa descobrir como gosta de ser tocada e o que lhe dá prazer, pois o primeiro passo para sentir prazer com um parceiro é ser capaz de o fazer sozinha.
Mas não deixe de procurar ajuda especializada, seria desejável fazer uma consulta presencial.