Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

Consultório de Sexologia

Profª Drª Helena Barroqueiro

“Tenho medo de começar a tomar a pílula.”

When We Fear an Outcome | Guideposts

“Tenho 20 anos e comecei agora a minha vida sexual. A minha médica de família mandou-me tomar a pílula, mas tenho medo dos efeitos que possa ter na minha saúde…Tenho uma tia que morreu de cancro da mama e tenho medo que a pílula leve a isso mais tarde. Acha que devo tomar?”

Joana, Porto

Cara leitora,

Se iniciou a sua vida sexual é realmente aconselhável que comece a fazer contracepção, pois irá prevenir a gravidez indesejada e sentir-se-á mais à vontade para sentir o prazer.

Há muitas opções à sua disposição no mercado e até com total comparticipação, desde a contracepção hormonal a outros métodos, O preservativo é o único método que a protege igualmente das infecções sexualmente transmissíveis, embora a sua utilização dependa bastante da cooperação do seu parceiro, pelo que devem considerá-lo ambos, mesmo fazendo outro método (a contracepção dupla é a mais eficaz).

Não precisa de se preocupar com interacções com cancros da mama, pois a pílula não leva ao cancro. Outras causas aumentam a probabilidade de virmos a ter cancro, mas não há uma relação de causa-efeito nas mulheres que tomam a pílula. Pode até prevenir que alguns cancros surjam, pois as mulheres que fazem contracepção podem ser melhor seguidas e observadas ginecologicamente que as outras – e a vigilância na saúde sexual é essencial.

Fale melhor com o seu médico sobre as opções existentes e qual será a mais adequada para si. Dentro da contracepção hormonal há o implante contraceptivo, o adesivo, o anel vaginal – com doses hormonais muito baixas; há o dispositivo intra-uterino; entre outros mais ou menos definitivos e de eficácia relativa.